destaques
conteúdo
publicidade
supernova
  • A conta no Instagram do portal Mapa das Artes (www.instagram.com/mapadasartesoficial/) atingiu hoje, 27/10/17, sexta-feira, a marca de 6.000 seguidores. São mil novos seguidores em menos de dois meses! E isso sem fazer qualquer campanha no Google pra bombar assinaturas ou comprar lista de assinantes...
  • Aqui não tem Chanel 1. Talvez apenas Erika Palomino e o editor do Mapa das Artes se lembrem disso, mas há exatos 18 anos, em outubro de 1999, nossa eterna diva clubber, dona da coluna “Noite Ilustrada” (Folha de S. paulo), lançou o livro “Babado Forte -Moda, Música e Noite”, pela Editora Mandarim. A capa e o projeto gráfico são de Pinky Wainer.
  • Aqui não tem Chanel 2. O livro é sobre a “vida loca” nas noites de São Paulo entre 1990 e 1999, mas o povo das artes estava todo lá, a começar por Andy Warhol (citado em epígrafe) e depois vem os brasilieros até hoje envolvidos nas artes, a saber: Celso Fioravante, Carlito Contini, Duilio Ferronato, Paulo Sampaio, Mario Cesar Carvalho, Ricardo Trevisan e mais um monte de gente!
  • O post com a imagem do artista plástico chinês Ai Weiwei participando do protesto contra a censura no vão livre do Masp (foto do artista plástico James Kudo) teve 512 visualizações e bateu o recorde do Instagram do Mapa das Artes (https://www.instagram.com/mapadasartesoficial/). No Instagram do autor da foto (https://www.instagram.com/jameskudo/), a imagem também foi recordista, com 340 visualizações.
  • De olho em Minas. Faltando apenas um mês para a abertura de sua 9ª edição, a feira Parte faz rasante em Belo Horizonte neste final de semana de olho em dois compromissos. O primeiro é o casamento do eterno parceiro da feira, o galerista Murilo Castro, que receberá em cerimônia reservada em sua casa, da qual participarão certamente boa parte dos galeristas e colecionadores mineiros, além de alguns paulistanos, como Hilda Bratke, e cariocas, como Sérgio Gonçalves. O segundo compromisso é aproveitar o evento social e o tempo livre para cooptar galerias e holofotes para a edição mineira da feira Parte, prevista para o primeiro semestre de 2018 em Belo Horizonte.
  • Shana tovah 5.778! Feliz ano novo a todos os leitores do Mapa das Artes! Estamos no Rosh Hashaná, que significa “cabeça do ano” em hebraico. Nesta noite de 20/9, quarta-feira, começa o mês de Tishrei (primeiro mês do calendário civil hebraico e sétimo mês do calendário religioso) e assim também começa o Ano Novo de 5.778.
  • E amanhã, na noite de quinta-feira, 21/9, feliz Al-Hijra de 1.439 a todos os leitores do Mapa das Artes! Al-Hijra é o Ano Novo islâmico e começa na primeira noite do mês de Muharram. A contagem do tempo no calendário islâmico começa com a Hégira (a fuga do profeta Maomé de Meca para Medina no ano de 622 pelo calendário juliano, quando então criou o primeiro Estado Islâmico).
  • O artista sergipano Arthur Bispo do Rosário (1909-1989), que por 50 anos, viveu na Colônia Juliano Moreira, no Rio de Janeiro, diagnosticado com esquizofrenia, terá um catálogo raisonné. O volume será editado pelo Museu Bispo do Rosário e terá o patrocínio da paulistana Galeria Almeida e Dale, em São Paulo. O catálogo reunirá cerca de 800 trabalhos de Bispo do Rosário e tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2018.
  • Pensamento do dia! "O pessimista afirma que já atingimos o fundo do poço. O otimista acha que dá para cair ainda mais" (Woody Allen).