destaques
conteúdo
publicidade
supernova
  • Me chame pelo seu nome 3. O diretor italiano Luca Guadagnino (1971) já flertou com as artes plásticas em sua filmografia, em que se destacam os longas “Io sono l'amore” (2009) e “A Bigger Splash” (2015). O título deste último foi retirado de uma das mais célebres pinturas do artista britânico David Hockney (1937), datada de 1967 e pertencente à coleção da Tate Gallery de Londres. Esta pintura foi revisitada pelo artista plástico goiano Juliano de Moraes (1972) em sua série de gravuras “A Big Splash Series” (2005). As gravuras de Moraes, contudo, são marcadas pela aridez do Planalto Central enquanto que a pintura de Hockney prefere o savoir-vivre do Sul da Califórnia.
  • A grande-dama suíça das artes plásticas Trudl Bruckner, uma das fundadoras da feira Art Basel (1970) e diretora da Galeria Riehentor (fundada em 1956), morreu no início de março aos 101 anos de idade. Em sua galeria, ao longo de 44 anos de atividade, Bruckner realizou mais de 200 exposições de artistas como Helmut Federle e Franz Gertsch. No final dos anos 60, ela chamou seus dois amigos galeristas Ernst Beyeler e Balz Hilt para fundar, em 1970, uma feira de arte batizada inicialmente apenas de “ART”. Descanse em paz, Trudl!
  • O artista paulista Henrique Oliveira (Galeria Millan) venceu o principal prêmio da 9ª edição Enku Grand Award, no Japão. Este é atribuído ao artista cujo trabalho expresse o espírito Enku, um antigo monge budista, de Gifu, no Japão. O vencedor é ainda convidado a expôr no Museu de Fine Arts de Gifu. Enku (1632-1695) foi um monge, poeta e escultor japonês que ficou conhecido por esculpir mais de 120 mil estátuas de Buda e de outros ícones budistas, muitas delas dadas como presente aos templos budistas que o acolhiam em suas peregrinações pelo Japão.
  • Dança das cadeiras! Depois de anos, talvez décadas, de parceria com André Millan, o artista plástico multimídia Miguel Rio Branco deixa a galeria na Vila Madalena e passa a ser representado por Luisa Strina.
  • Gentileza gera gentileza! Michele Guedes e Simone Beraldo, ambas funcionárias da Dan Galeria e amigas do Mapa das Artes, estão de parabéns! Recentemente, um amigo arte-educador (não colecionador!) visitou a galeria... Seu interesse era ver esculturas de Brecheret... Como não havia nada em exibição, as duas não se fizeram de rogadas, levaram-no ao acervo e mostraram o que havia de Brecheret e também de Maria Leontina, outro interesse seu. Saiu de lá satisfeito e com o catálogo de Leontina! Ah, se todas fossem iguais a vocês!!!
  • A Carbono, galeria de Ana Serra e Renata Castro e Silva (jurada da atual 9ª edição do Salão dos Artistas Sem Galeria), comemora em março seus cinco anos de vida com mostra coletiva curada pelas duas galeristas e lançamento de catálogo com as edições exclusivas lançadas pela galeria. Os textos serão de Ligia Canongia.
  • "Brigar com um engenheiro é como fazer um porco rolar na lama. Depois de algum tempo, você percebe que ele está se divertindo...". Frase do genial arquiteto italiano Renzo Piano, autor dos projetos do Centro Georges Pompidou (Paris), Whitney Museum (Nova York), Fundação Beyeler (Basiléia) e outros.
  • O artista plástico paulistano Rodolpho Parigi (assim como seu alter ego Fancy Violence) saiu do elenco da Galeria Nara Roesler e agora integra o time da Casa Triângulo. Sua estréia acontece em mostra individual prevista para o início de abril.
  • A conta no Instagram do portal Mapa das Artes (www.instagram.com/mapadasartesoficial/) atingiu agora, às 17h27 de 08/02/18, quinta-feira, a marca de 9.000 seguidores! São mil novos seguidores em 28 dias!! Com isso alcançou a marca de 0,01% dos seguidores de Neymar Jr., que era a sua meta em fevereiro de 2018!!! O craque do Paris Saint-Germain tem hoje 89 milhões de seguidores!!!! Mais difícil, porém, será chegar a 0.01% de Cristiano Ronaldo!!!!! O craque português do Real Madrid é hoje seguido por 120,5 milhões de fãs!!!!!!
  • O paulistano radicado no Rio de Janeiro Igor Vidor agora faz parte do elenco da Galeria Leme.