destaques
conteúdo
publicidade

ART FACTORY MOLDURARIA

  • A empresa de Carlos Labbate Martins atua no mercado desde 1981 prestando assessoria com diversos modelos de molduras de alta qualidade, desde entalhadas à mão até contemporâneas, além de molduras exclusivas ou personalizadas. Oferece produtos de padrão museológico, como vidros especiais com UV e museum glass, passe-partout e papéis (pH neutro) e fitas adesivas acid free. Conta ainda com obras de arte, esculturas, gravuras, espelhos e caixas de acrílico.
  • Jardim Paulista: r. Pamplona, 962, tels. (11) 3287-5943 e 3266-3285. Seg. a sex. 9h/18h30; sáb., 10h/14h30. www.artfactory.com.br

ASTROLÁBIO ATELIÊ ET GALERIA

  • Criado em 1983 pelo artista Luiz Palma, o espaço promove exposições temporárias e saraus multidisciplinares que expandem as fronteiras entre as artes visuais, a literatura e a música. Um acervo com obra de artistas contemporâneos pode ser apresentado através de visitas agendadas.
  • Julia Pascali apresenta em “Capela” intervenções sonoras diversas e em sincronicidade com encontros de espaços e regiões e símbolos míticos, como a Samaúma, árvore onde moram o Boto, a Currupira e a Cobra Grande na Amazônia. Ing. R$10 (de 25/11/17, às 17h30).
  • Alto de Pinheiros: r. Maria Leonete da Silva Nóbrega, 126, tel. (11) 3862-0558 ou 98555-3025. www.astrolabio.art.br

ATELIÊ ALÊ

  • A exposição Distrópicos traz trabalhos dos artistas Adrian Luke, César Meneghetti, Giancarlo Latorraca e Jê Américo se reúnem como coletivo de reflexão, enfrentando em Distrópicos, a maior cidade da América do Sul e suas distopias (de 25/11/17, das 16h as 20h, a 22/12/17).
  • A exposição (Dis)Trópicos reúne um trabalho feito em conjunto entre os artistas Adrian Luke, César Meneghetti, Giancarlo Latorraca e Jê Américo, que investigam os desafios e as potencialidades do espaço urbano para abarcar a realidade e as perspectivas de um cenário ora empobrecido e injusto, uma latitude de urgência que nos acolhe. Curadoria da arquiteta Clarice Mester (de 25/11/17, das 16h às 20h, 20/12/17).
  • Fundado em 2012 pela artista visual Alexandra Ungern, o Ateliê Alê nasceu com o objetivo de criar um laboratório aberto de experimentações artísticas e curatoriais, bem como gerar conhecimento e reflexão sobre a arte atual por meio de cursos, palestras, conversas e exposições. O espaço oferece residência artística com acompanhamento de orientadores especializados e oportunidade de exposição do resultado da residência. Inclui ainda o Programa Co-work in Progress, onde em uma parceria com o artista, disponibiliza o espaço compartilhado de ateliê para curtos períodos. Realiza curso de acompanhamento de portfólio com o crítico e curador Paulo Gallina, em encontros semanais, com foco em desenvolvimento de projetos em andamento e pesquisas no campo das artes visuais. Mais informações: atelieale@atelieale.com
  • A galeria participa da 9ª edição da feira Parte, que acontece entre 8 e 12/11 no Salão Marc Chagall do Clube A Hebraica.
  • Em continuidade ao Projeto Portão, que apoia artistas ligados ao graffiti, apresentara as novas intervenções no portão de entrada do espaço e parede interna, com obras de Bela Gregório, do coletivo“Efêmmera”, Alex Orsetti e o artista convidado Juan Moreno Bianchi (a partir de 18/11/17, das 16h às 20h).
  • Santo Amaro: r. São Sebastião, 570, tel. (11) 2548-8508. Seg. a sex., 14h/18h. www.atelieale.com

ATELIÊ MANOEL FERNANDES

  • Artista plástico, professor da EAV do Parque Lage (RJ), Manoel Fernandes orienta cursos livres de desenho e pintura no seu ateliê. O acompanhamento é individual, não sendo necessário que o aluno tenha experiência anterior. A partir de propostas que trabalham com observação e imaginação e da experimentação, o objetivo é introduzir o aluno nas técnicas e linguagens artísticas.
  • Ana Gentil, artista plástica e professora, orienta o curso de “Desenho I Pintura” direcionado a jovens e adultos, tanto para iniciantes como também para aqueles com trabalhos já em desenvolvimento. A orientação é individual e os grupos reduzidos. Inf. tel. 98133-9115, anagentilma@gmail.com e www.anagentil.com.

ATELIÊ MARIA BONOMI

  • Premiada nas Bienais de São Paulo, Paris, Praga, Ljubljana e Florença, e PhD em arte pública pela ECA-USP, a artista Maria Bonomi mantém em seu ateliê um acervo de mais de 60 anos de carreira artística, com gravuras e esculturas em bronze, alumínio e latão, matrizes e instrumentos de trabalho. A artista oferece visitas guiadas com apresentação de processo criativo.
  • Jardim América: r. Atlântica, 578, tel. (11) 3063-1807. Seg a sex., 10h/19h; sáb., 11h/15h (pede-se agendamento prévio). www.mariabonomi.com.br

ATELIER GEORGIA HALAL

  • A mostra Vagyna Dentada reúne obras só de artistas mulheres pelo projeto Fúria. O mito sobre a ‘vagina dentata’ - aviso dos perigos do sexo com mulheres desconhecidas – é tratado ao longo da história como uma dissociação da vagina da mulher como um "pedaço de carne". Essa mostra é um manifesto contra esse termo pejorativo. Participam Fernanda Guedes, Melissa Gomes Baltazar, Thany Sanches, Angelita Cardoso, Giovanna Sobral, Roseli Vaz, Ale Marques, Mariane Capeletti Alkamin, Luisa Callegari, Layane Freire, Marta Max (Marta de la Parra), Ana Harff, Beatriz Ribeiro de Sena, Clarissa Camargo, Maria Spector, Camila Fraga e Luiza Prado (de 10/11/17, das 19h às 22h).
  • Pinheiros: r. dos Pinheiros, 339 –Tel. (11) 3063-1141.

ATELIER H7

  • Criado em 2007 por Ildeli Piccin, artista vidreira paulistana, atualmente o Atelier H7 ocupa uma charmosa casa da década de 40 em Pinheiros, onde expõe e comercializa coleções e objetos exclusivos de produção própria. O atelier oferece cursos livres e workshops de técnicas manuais como mosaico e vitrofusão. Além do trabalho exposto diariamente, o atelier abre seu espaço para exposições colaborativas com amigos e artistas emergentes.
  • Pinheiros: R. Lisboa, 306, tel. (11) 2386-4639. Seg. a sex., 13h/18h; sábados com agendamento. www.atelierh7.com e instagram @atelierh7

ATELIER HUGO FRANÇA

  • O designer Hugo França aproveita resíduos florestais para produzir esculturas mobiliárias. As formas naturais e texturas das árvores são incorporadas ao desenho das peças dando origem a objetos únicos. Em seu show room em São Paulo estão expostas peças disponíveis para venda.
  • França inaugura no MAC a mostra Um Tronco para Exu, que faz reverência a uma árvore típica do sul da Bahia, o milenar pequi-vinagreiro, associada à mitologia afro-baiana na figura do Exu (a partir de 08/04/17).
  • Vila Olímpia: r. Gomes de Carvalho, 585, tel. (11) 3045-6575, ramal 5. Seg. a sex., 10h/19h; sáb., com hora marcada. www.hugofranca.com.br

CAPRICHO MOLDURAS

  • Dirigida por Ana Célia Monteiro Pires, a Capricho Molduras está estabelecida desde 1980 no bairro de Higienópolis. Produz molduras com materiais de padrão museológico internacional e trabalha com papéis de pH neutro, acid free e vidros com proteção UV, de padrão normal e anti-reflexo. A Capricho também instala exposições, cuidando ainda das embalagens para transporte de obras.
  • Higienópolis: av. Angélica, 2.154, tels. (11) 3159-3159 / 3160. Seg. a sex., 9h/18h30; sáb., 9h/13h30. www.caprichomolduras.com.br

CASA DA LUZ ESPAÇO CULTURAL

  • “Nado Sincronizado” é mostra que traz um conjunto de obras inéditas dos artistas Anderson Borba e André Niemeyer. Borba apresenta instalação site specific feitas com refugos de tecido de assentos de transporte urbano, montagens tridimensionais e objetos de parede que mesclam utensílios de barro e couro preto - típicos da subcultura leather (kink). Já Niemeyer exibe um retratos em óleo sobre papel e canvas de personagens divas, heroínas, artistas, transgressoras, famosas, reconhecíveis ou não, as quais nos remetem à figura das “musas” (de 11/11/17, das 19h às 22h, a 11/12/17).
  • Luz: r. Mauá, 512, próximo à estação Luz do Metrô, tel. (11) 3326-7274. Ter. a qui., 13h/20h. http://casadaluz.org

CASA DO ARTISTA | JARDINS

  • Fundada em 1962, a Casa do Artista é uma referência no mercado de materiais artísticos, pois importa e representa os mais tradicionais fabricantes do mundo, além de oferecer também uma seleta gama de produtos nacionais. Em duas unidades, no Centro e na região dos Jardins (800 m² cada), coloca à disposição uma equipe treinada para esclarecer as dúvidas e orientar a melhor compra. Conta ainda com um centro técnico direcionado para cursos, workshops, eventos e exposições. Mais informações no novo site ou se cadastrando para receber a newsletter da empresa.

CASA DO ARTISTA | VILA BUARQUE

  • Fundada em 1962, a Casa do Artista é uma referência no mercado de materiais artísticos, pois importa e representa os mais tradicionais fabricantes do mundo, além de oferecer também uma seleta gama de produtos nacionais. Em duas unidades, no Centro e na região dos Jardins (800 m² cada), coloca à disposição uma equipe treinada para esclarecer as dúvidas e orientar a melhor compra. Conta ainda com um centro técnico direcionado para cursos, workshops, eventos e exposições. Mais informações no novo site ou se cadastrando para receber a newsletter da empresa.

CASA DO POVO

  • Inaugurado em 1953 em memória aos que sucumbiram na II Guerra Mundial, o ICIB, conhecido como Casa do Povo, nasceu para ser um monumento vivo, em que a memória serve como base para construção do futuro. O espaço celebra 62 anos de existência com processo de retomada de suas atividades, em posição de vanguarda política e cultural, por iniciativas ligadas à cultura contemporânea se reinventa como um espaço de experimentação para a cidade.
  • Bom Retiro: r. Três Rios, 252, próximo à estação Tiradentes do Metrô. Diariamente, 13h/18h. www.casadopovo.org.br

CASA SINLOGO

  • Thiago Nevs exibe em “Invólucro” um conjunto de nove trabalhos inéditos entre objetos e instalações que exploram suportes urbanos ligados ao cotidiano na capital paulista (de 11/11/17, às 14h, a 11/12/17).

CENTRO DE CULTURA CERÂMICA

  • O espaço da ceramista Pris Spaluto é um misto de escola de arte, galeria, ateliê e loja.

ESPAÇO 321 JACARANDÁ

  • Em “A Última Discussão”, o fotógrafo Bruno Vieira exibe 18 registros de ruínas e edificações abandonadas, captadas durante viagem pela Europa em 2016. São imagens de construções e ruínas deixadas pelo homem no decorrer do processo civilizatório, na ocupação de territórios muitas vezes inóspitos ou na homenagem a regimes ou efemérides esquecidos, passando por 36 países e territórios ao longo de 26 mil quilômetros de estrada (de 24/10/17, das 19h às 23h, a 15/12/17).
  • Pompeia: r. Cel. Melo de Oliveira, 783, tel. (11) 3673-1056 /2778-2696. Seg. a sex., 10h/18h. www.estudio321.com.br

ESTÚDIO JACQUELINE ARONIS

  • A artista plástica Jacqueline Aronis é doutora em artes pela ECA-USP e fez curso de especialização em gravura na Slade School of Fine Art, University College London, na Inglaterra. Orienta cursos livres de desenho e gravura em ateliê próprio desde 1999. Desenho de imaginação, desenho de observação com modelo vivo, aquarela, monotipia e xilogravura são algumas das muitas opções de cursos. Oferece também aulas individuais e acompanhamento de projetos. Turmas especiais para adolescentes. O ateliê abriga também parte das obras da artista. Novas turmas às segundas (19h-21h) ou quartas (19h30-21h30).
  • Higienópolis: r. Avaré, 281, tels. (11) 3663-5216 e 98448-1888. Visitas mediante agendamento: seg. a sex., 9h/14h30. www.jacquelinearonis.com.br

FERNANDO EKMAN

  • Fernando Ekman é um artista múltiplo. Transita com desenvoltura pelos domínios do desenho, da pintura, da cenografia, do vídeo e do cinema. Como publicitário conquistou, como cenógrafo e/ou diretor de arte, prêmios no Festivais de Cannes (Leão de Ouro). Ekman também se dedica ao trabalho de ateliê, no qual privilegia a aquarela como expressão. Em suas obras, os pigmentos diluídos sobre o papel resultam em cores luminosa, quase imateriais.

GALERIA DE ARTE A HEBRAICA

  • A artista Maiana Nussbacher exibe na mostra “Inquietude” cerca de 50 trabalhos, entre pinturas, esculturas e colagens; e um grande painel com 28 telas, que serão posicionadas lado a lado. Curadoria de Olivio Guedes (de 11/11/17, às 12h, a 10/12/17).
  • Jardim Paulistano: r. Hungria, 1.000, tels. (11) 3818-8800 / 8888 / 8889. Ter. a dom., 8h/20h. A entrada é franca, mas pede-se a apresentação de RG.

GICLÊ FINE ART PRINT

  • A empresa dos fotógrafos Ana Lucia Mariz, Daniel Renault e Marcelo Lerner é especializada em impressão, digitalização e tratamento de fotografias e obras de arte com padrões museológicos, utilizando papel 100% algodão, pigmentos minerais e uma impressora de altíssima definição, o que garante grande longevidade e ampla escala cromática nas impressões.
  • Vila Madalena: r. Gonçalo Afonso, 116, tels. (11) 3034-1854 e 3097-8166. Seg. a sex., 9h30/18h. www.gicleprint.com.br

MARTON ESTÚDIO

  • No mercado desde 1995, a empresa dos irmãos José Antonio e Edson Fernando Marton atua nos segmentos de arte, arquitetura, design e moda. Produz chassis, molduras e caixas em madeira ou acrílico, perfis sob medida e em cores especiais, painéis, bases e materiais expositivos afins. A empresa realiza ainda cenografia, museografia e montagens para artistas, galerias e museus. Na área de design, produz a série de móveis e utilitários “Entrelinhas” e executa projetos para designers e arquitetos.
  • Barra Funda: r. Cônego Vicente Miguel Marino, 286, 5º andar, tels. (11) 2666-5555 e 3392-6604. Seg. a qui., 8h/12h e 13h/18h; sex., 8h/12h e 13h/17h. www.martonestudio.com.br

PINTAR

  • Atuante há dez anos no mercado de arte e de artesanato, a Pintar notabilizou-se por sua completa linha de materiais artísticos nacionais e importados. Possui ainda uma livraria especializada, um cybercafé, molduraria Namoldura Art Frame e salas para cursos de gravura em metal e fotogravura. Possui ainda duas lojas instaladas na Escola Panamericana de Artes (r. Groenlândia, 77, térreo, Jardins, tel. 3885-5143; e av. Angélica, 1.900, 4º andar, Higienópolis, tel. 3661-9685). Na unidade da Pompéia, a sensação agora é o Restaurante Petí, do jovem e talentoso chef Victor Dimitrow.
  • Pompéia: r. Cotoxó, 110, tel. (11) 3873-0099. Seg. a sex., 9h/18h; sáb., 10h/15h. www.pintar.com.br

STRUTTURA ARTE MOLDURAS

  • Joelma Reis e equipe desenvolvem e produzem molduras clássicas e contemporâneas não apenas em madeira, mas também em alumínio, ferro e outros materiais. Utilizam cartão pH neutro, plástico poliondas, foam-board e outros materiais de padrão museológico. Trabalham ainda com caixas de acrílico, adesivação de fotografia e outros serviços.