destaques
conteúdo
publicidade
editorial
Salve se quem puder!

O Mapa das Artes ficou impressionado ao ler em abril, no portal UOL, da “Folha de S. Paulo”, que Pedro Novis (presidente da Odebrecht entre 2002 e 2009 e hoje delator na Operação Lava Jato) foi um tropicalista e parceiro de Caetano Veloso no baião trópico-futurista “Relance”, gravado por Gal Costa no LP “Índia” (1973). Curioso é que a canção poderia se tornar o “Melô da Lava Jato”, pois seus verbos caem bem nas delações premiadas: “Pare, repare/ Cite, recite/ Salve, ressalve/ Volte, revolte/ Trate, retrate/ Vele, revele/ Toque, retoque/ Prove, reprove/ Clame, reclame/ Negue, renegue/ Salte, ressalte/ Bata, rebata/ Fira, refira/ Quebre, requebre/ Mexa, remexa/ Bole, rebole/ Volva, revolva/ Corra, recorra/ Mate, remate/ Morra, renasça”. Depois dizem que as artes plásticas são visionárias!
Nem mesmo a 13ª SP-Arte conseguiu escapar do clima sorumbático que envolve as artes plásticas no país. A culpa foi, em parte, da aguardada e midiática obra-prima “A Lista de Janot”, que se tornou “A Lista de Fachin”... Com uma lista dessas, quem vai se ater às mundanas listas da Bienal de Veneza, da Documenta de Kassel, da ArtBasel...
Áté mesmo os mortos preferiram ficar no conforto de seus túmulos em vez de prestigiar a primeira edição do Salão dos Artistas Mortos, promovido pelo Mapa das Artes... O evento teve apenas três inscrições e meia dúzia de e-mails interessados... Nem adiantou apelar para santos e orixás, pois quem dominou mesmo foi o astro regente deste fatidicus Anno Domini 2017: o soturno e taciturno Saturno!!!
Mas o Mapa das Artes não se dá por vencido e se apega nas palavras do ator e humorista americano Jerry Seinfeld, que disse: “Mantenha sua cabeça erguida no fracasso, e sua cabeça baixa no sucesso”!
Ou seria melhor apegar-se nas palavras de Michael Jackson, que escreveu em “Thriller”: “You try to scream/ But terror takes the sound before you make it/ You start to freeze/ As horror looks you right between the eyes/ You’re paralyzed” (Você tenta gritar/ Mas o terror lhe tira a voz antes/ Você começa a congelar/ Enquanto o horror te olha bem nos olhos/ Você está paralisado)?
O Mapa das Artes agradece o artista Geraldo Souza Dias e o Memorial da Resistência de São Paulo, situado na Estação Pinacoteca, pela cessão da imagem da pintura “Russian”, reproduzida parcialmente na capa desta edição do Mapa das Artes e presente na mostra “A Desobediência Civil”, em cartaz no Memorial.

Celso Fioravante
Editor | mapadasartes@uol.com.br