destaques
conteúdo
publicidade
curtas

Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil anuncia artistas da 20ª edição +

A Associação Cultural Videobrasil e o Sesc São Paulo anunciam a lista de artistas que irão participar do 20º Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil, uma das plataformas que conduz a arte contemporânea no Hemisfério Sul, e que ocorre entre outubro de 2017 a janeiro de 2018, em São Paulo. Aproximadamente 2 mil artistas de 109 países enviaram suas propostas para o festival. Os brasileiros Ana Pato, Beatriz Lemos e Diego Matos, e o português João Laia, colaboraram com a curadora chefe Solange Farkas para selecionar os trabalhos de 50 artistas de 25 países que integram a exposição da nova edição. Confira a lista de nomes:
|
Alia Farid, Kuwait / Puerto Rico;
Alyona Larionova, Russia / United Kingdom;
Ana Elisa Egreja, Brazil;
Ana Mazzei, Brazil;
Ana Vaz, Brazil / France;
Andrés Padilla Domene, Mexico / France;
Bárbara Wagner and Benjamin de Búrca, Brazil and Germany;
Cristiano Lenhardt, Brazil;
Daniel Monroy Cuevas, Mexico;
Débora Mazloum, Brazil;
Elizabeth Vásquez Arbulú, Peru;
Elvis Almeida, Brazil;
Emo de Medeiros, France / Benin;
Engel Leonardo, Dominican Republic;
Felipe Esparza Pérez, Peru;
Filipa César, Portugal / Germany;
Graziela Kunsch, Brazil;
Haig Aivazian, Lebanon;
Hellen Ascoli, Guatemala;
Ícaro Lira, Brazil;
Jaime Lauriano, Brazil;
Jiwon Choi, South Korea / United States;
Karo Akpokiere, Nigeria;
Kavich Neang, Cambodia;
Köken Ergun, Turkey;
La Decanatura, Colombia;
Louise Botkay, Brazil;
Mabe Bethônico, Brazil;
Manuela de Laborde, Mexico;
Mariana Portela Echeverri, Portugal / United Kingdom;
Mariana Rodríguez, Argentina / Mexico;
Miguel Penha, Brazil;
Mona Vatamanu & Florin Tudor, Romania;
Monira Al Qadiri, Senegal / Kuwait;
Natasha Mendonca, India;
Pakui Hardware, Lithuania;
Pedro Barateiro, Portugal;
Quy Minh Truong, Vietnam;
Rafael Pagatini, Brazil;
Rodrigo Hernández, Mexico;
Roy Dib, Lebanon;
Sammy Baloji, Democratic Republic of the Congo / Belgium;
Sasha Litvintseva, Russia / United Kingdom;
Seydou Cissé, Mali / France;
Thando Mama, South Africa;
Tatewaki Nio, Japan / Brazil;
Thiago Martins de Melo, Brazil;
Viktorija Rybakova, Lithuania;
Von Calhau!, Portugal;
Ximena Garrido-Lecca, Peru / Mexico.
|
Mais informações:
www.site.videobrasil.org.br

Escola da Cidade promove 12º Seminário Internacional Contra-Condutas +

A Escola da Cidade, em parceria com o Sesc São Paulo, promove entre 04 a 08/04/17 a 12ª edição do seminário internacional, sob o tema “Contra – Seminário Internacional – Condutas: Políticas da arquitetura e trabalho escravo na contemporaneidade”, concebido pelo projeto Contra Condutas realizado nas unidades Belenzinho, Bom Retiro e Campo Limpo, e também na sede da Escola da Cidade, na Vila Buarque, em São Paulo. Durante cinco dias, especialistas de oito países discutem suas pesquisas em quatro painéis temáticos, através do que se origina a atuação do sistema de justiça do trabalho dentro das ações de combate e erradicação do trabalho análogo a escravo na construção do Terminal III do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em 2013. Com a aprovação do Ministério Público do Trabalho, a Associação da Escola da Cidade ficou encarregada de elaborar um projeto amplo e público que buscasse problematizar, difundir e transformar o conhecimento e a realidade do problema. Idealizado por uma equipe interdisciplinar de profissionais no âmbito do Conselho Técnico, ao mesmo tempo que incorpora e provoca indagações acadêmicas, jornalísticas e artísticas, o tema projetando-se em direção ao debate público e seus impactos na cidade, nas relações sociais, na ocupação do território, nos fluxos migratórios, nas políticas públicas e nas produções culturais.
No encerramento ocorre a abertura da mostra “Diagrama Contracondutas”, com obras de Raquel Garbelotti, Coletivo 308, Coletivo Metade, formado por Ana e Bel Tranchesi, e a baiana Vânia Medeiros, em cartaz até 13/05/17 na Escola da Cidade.
Inscrições a partir de 23/03/14. Haverá tradução simultânea e tradução em Libras. Confira o perfil dos participantes : https://tmblr.co/ZLz8Ln2JpdEK2 .
|
Confira os locais e a programação:
04/04, das 14h às 20h30 - Sesc Belenzinho
1° painel | Arquitetura e Trabalho - 14h às 17h

Com Danilo Santos Miranda (Diretor Regional do Sesc São Paulo) e Ciro Pirondi (Escola da Cidade). Os participantes do primeiro painel temático “Arquitetura e Trabalho” são: a arquiteta Beatriz Toni e a mutirante Cristina Lima, do coletivo Usina (Brasil); Ana Luiza Nobre (PUC Rio e RIO NOW, Brasil) e Peggy Deamer (Universidade de Yale, Estados Unidos). Mediação de Carol Tonettie Ligia Nobre.
-
Das 18h às 20h30 - Conferência | “Arquitetura como Tecnologia Política
Conferência “Arquitetura como Tecnologia Política”, com Felicity D. Scott (GSAAP Universidade de Columbia, Estados Unidos).
-
05/04, das 14h às 20h30 - Sesc Bom Retiro e Escola da Cidade
Sesc Bom Retiro | 2° painel | Desenho de Estratégias - 14h às 17h
Com Melanie Dodd (CSM e Muf Art Architecture, Grã-Bretanha), Manuel Ulloa (EA-HR, Chile) e Diego Barajas e Camilo García (Husos Arquitectos, Espanha e Colômbia). Mediação de Marina Grinover.

Escola da Cidade | Estúdio Vertical da Escola da Cidade, das 18h às 20h30
O projeto Contracondutas fez uma parceria com o Estúdio Vertical da Escola da Cidade e os convidados do Seminário Internacional participação nas bancas de avaliações dos alunos da Escola, desenvolvendo e costurando as questões anunciadas e discutidas durante o Seminário, aplicadas aos trabalhos dos estudantes.
-
06/04, das 14h às 20h30 – Sesc Bom Retiro e Escola da Cidade
Sesc Bom Retiro | 3° painel | “Contracartografias”, das 14h às 17h
Com o argentino Pablo Ares do coletivo Iconoclassistas, o artista brasileiro Daniel Lima,David Sperling (NEC/IAU USP) e o pesquisador André Mesquita. Mediação de Marta Lagreca.

Sesc Campo Limpo | Estúdio Vertical da Escola da Cidade | 18h às 20h30.
-
07/04, das 14h às 20h30 – Sesc Campo Limpo
4° painel | “O Comum e o Direito: Habilidade de Resposta”, das 14h às 17h
Com Rodrigo Bonciani (UNILA), Paulo Tavares e representante do site Repórter Brasil (a confirmar). Mediação de Amália dos Santos.

Sesc Campo Limpo | Estúdio Vertical da Escola da Cidade | 18h às 20h30
-
08/04, das 15h às 18h - Escola da Cidade
Lançamento da Revista Cadernos de Pesquisa da Escola da Cidade # 3 – Especial Contracondutas | Abertura da exposição coletiva “Diagrama Contracondutas” e Festa de encerramento
Com a presença de alguns de seus colaboradores. Editada pelo Conselho Técnico da Escola da Cidade, desde 2013, a revista recebe artigos e pesquisa científicos de graduandos.
|
Exposição coletiva “Diagrama Contracondutas” reúne três dos trabalhos da coletiva são encomendados (NEC/IAU-USP, Raquel Garbelotti e Coletivo 308) e dois selecionados por chamada pública (Coletivo Metade e Vânia Medeiros).
|
Mais informações:
Sesc Belenzinho
Belenzinho: r. Padre Adelino, 1000 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 2076 9700.
-
Sesc Bom Retiro
Bom Retiro: al. Nothmann, 185 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3332 3600.
-
Sesc Campo Limpo
Campo Limpo: r. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 5510 2700.
-
Escola da Cidade
Vila Buarque: r. General Jardim, 65 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3258 8108.

Caixa Cultural promove oficina Introdução à Eletrônica para Artistas +

A Caixa Cultural promove entre 26 a 30/04/17, das 14h30 às 17h30, a oficina gratuita Introdução à Eletrônica para Artistas, que busca apresenta na prática conceitos de eletrônica preparada especificamente para artistas com nenhum conhecimento anterior, além de recursos práticos de luz, ritmo, som, magnetismo e movimento em suas obras de arte, através da construção de circuitos eletrônicos simples. Serão usados apenas componentes individuais de baixo custo facilmente encontrados em lojas de eletrônica: LEDs diversos, resistores, capacitores, transistores, sensores, motores, circuitos integrados. Ao final da oficina, o artista terá realizado uma série de experimentos com esses componentes e terá condições de usá-los em suas obras, além de estabelecer contato e troca entre áreas distintas.
|
Mais informações:
Caixa Cultural
Centro: praça da Sé, 111, tel. (11) 3321-4400.
www.caixacultural.com.br | www.eletronicaparaartistas.com.br

Instituto Tomie Ohtake promove conversas com artistas nacionais e internacionais +

O Instituto Tomie Ohtake promove em 03/04/17, das 14h às 20h, o evento gratuito “Turbulência – Conversas com Artistas”. A atividade, realizada em parceria com a SP-Arte – Feira Internacional de Arte de São Paulo, oferece ao público a oportunidade de entrar em contato com artistas internacionais e brasileiros e saber mais sobre suas produções, seus interesses e pesquisas. O evento é encerrado com o lançamento do catálogo da mostra “Os Muitos e o Um – Arte contemporânea brasileira na coleção de Andrea e José Olympio Pereira”, realizada na instituição em 2016. Participam os brasileiros Carmela Gross, Sandra Cinto, Waltercio Caldas, João Castilho, Jorge Soledar e Lia Chaia; o mexicano Bosco Sodi, a portuguesa Dalila Gonçalves, o chileno Ignacio Gatica, o iraniano Navid Nuur e o peruano Pier Stockholm. Número de participantes limitados e selecionados por ordem de chegada.
|
Mais informações:
Pinheiros: av. Faria Lima, 201 (entrada pela r. Coropés, 88), tel. (11) 2245-1900. www.institutotomieohtake.org.br

Primeira edição do ano do projeto Art Lab ocorre na Vila Madalena +

A primeira edição do ano do projeto Art Lab ocorre em 01/04/17, a partir das 11h, com tour guiado pelo Beco do Batman, oficinas e um show na Vila Madalena. O evento tem parceria entre a galeria Luis Maluf Art Lab, agência Fishfire, cerveja Três Fidalgas e a marca Converse. A programação dessa edição tem início às 11h com um tour guiado pelo Beco do Batman, na Vila Madalena. Em seguida, o bacharel em artes visuais Francisco Rosa – que trabalha há mais de 15 anos com reutilização de materiais - ministra a oficina “Escultura em Arame”, na galeria Luis Maluf Art Lab. O saxofonista Salazar encerra a experiência. Os interessados em participar, devem se inscrever pelo e-mail: ideas@fishfire.com.br e pagar uma taxa de R$ 200 (conforme disponibilidade).
|
Mais informações:
Galeria Luis Maluf Art Lab
Vila Madalena: r. Medeiros de Albuquerque, 9B, tel. (11) 2367-3437.

Giselle Beiguelman lança livro-objeto no Galpão VB +

A artista Giselle Beiguelman lança em 06/04/17, a partir das 19h, o livro-objeto "Perturbadoramente familiar”, homônima à obra exposta na mostra "Quanto Pesa uma Nuvem?" no Galpão VB em 2016. A publicação dá sequência ao desdobramento da artista à viagem feita à Polônia, terra natal de seus antepassados. Giselle comenta a obra em vídeo no site do VideoBrasil (bit.ly/CanalVBGiselle).
|
Mais informações:
Galpão VB
Vila Leopoldina: av. Imperatriz Leopoldina, 1.150, tel. (11) 3645-0516.
www.videobrasil.org.br

Seminário sobre Migrações, Refúgios e Deslocamentos recebe inscrições +

A BibliASPA, o Ministério das Relações Exteriores e o NAP (Núcleo de Apoio à Pesquisa) Brasil-África da USP realizam entre 30/03 e 01/04/17 o “Seminário Internacional sobre Migrações, Refúgios e Deslocamentos”, em São Paulo. O evento debate os desdobramentos para este que é um dos principais temas da atualidade no contexto internacional e no Brasil. Na ocasião, ocorre exposição de obras de Cassiano Araújo, de Jamal Jaber Mohammed e de fotografias tiradas por refugiados que estudam na BibliASPA, além de exposição sobre o Programa para Refugiados da BibliASPA. Interessados podem se inscrever pelo link: https://goo.gl/7mjWks. Confira o cronograma:
|
Mesas e palestrantes
30/03, das 14h às 16h
Mesa 1 – Imigrantes/Refugiados e democratização do acesso a serviços públicos (Immigrants/Refugees and democratization of access to public services), com Profª. Dra. Cynthia Carneiro – Professora de Direito da Faculdade de Direito da USP Ribeirão Preto.

Dr. Davi Quintanilha Failde de Azevedo – Defensor Público Estadual e Coordenador do Núcleo Especializado em Cidadania e Direitos Humanos da Defensoria
Dr. Diógenes Perez de Souza – Delegado da Polícia Federal, Chefe do Núcleo de Estrangeiros da Delegacia de Imigração em São Paulo;
Dra. Eloisa de Sousa Arruda – Procuradora de Justiça e Professora de Direito da PUC;
Dr. Ricardo Felicio Scaff – Juiz de Direito, atuante no Fórum de Guarulhos;
Elissa Fortunato – Advogada, Pós-graduanda na FFLCH-USP e pesquisadora da BibliASPA;
|
30/03, das 16h às 18h.
Mesa 2 – Imigrantes/Refugiados, educação, aprendizagem de línguas e aspectos culturais (Immigrants/Refugees, education, language learning and cultural aspects);
Desembargador Dr. José Renato Nalini – Secretário da Educação do Estado de São Paulo;
Profa. Dra. Nanami Sato – Professora da Cásper Líbero e coordenadora pedagógica da BibliASPA;
Profa. Dra. Enid Yatsuda Frederico – Professora da Unicamp e professora do Programa de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira da BibliASPA;
Claudine Melo – Historiadora, Educadora, fundadora da EtnicoEduc e pesquisadora da BibliASPA;
Prof. Dr. Nyamegem Peter Eleboryi – Professor de Língua Inglesa e Cultura Africana na BibliASPA;
-
30/03, das 18h às 20h30
Coral Somos Iguais, formado por crianças e adolescentes de famílias refugiadas árabes e africanas: Hino Nacional Brasileiro e música em prol da paz (The Lord be Magnified);
-
Mesa I de abertura
Recitação de poesia africana, árabe, sul-americana, magrebina e haitiana por estudantes e professores refugiados da BibliASPA
-
Mesa II de abertura
Música árabe com a Banda BibliASPA, grupo formado por refugiados;
Obs. As Mesas serão compostas por representante da Unesco, representante do Acnur, Secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, representante da Liga dos Estados Árabes, decano dos embaixadores árabes, Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Secretária de Direitos Humanos da Cidade de São Paulo, Coordenador da Política de Imigrantes e Refugiados de São Paulo, Coordenador da área de migrações e refúgio da Defensoria Pública da União em São Paulo e do atendimento de imigrantes e refugiados no Centro de Referência e Acolhida, Representantes do Ministério Público Federal e do Ministério Público Estadual, Reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, refugiados e organizador responsável pelo Seminário.
-

31/03, das 10h30 às 12h30
Mesa 3 – Imigrantes/Refugiados, generalizações e discriminação (Immigrants/Refugees, generalizations and discrimination);
Alexandre Ifatola Dosunmu – Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Nigeria;
Dra. Damaris Dias Moura Kuo – Advogada, presidente da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP;
Prof. Dr. José Vicente – Reitor da Universidade Zumbi dos Palmares;
Jean Esteves Major – Professor de Língua Francesa e Cultura Haitiana na BibliASPA;
Salim Khrezati – Refugiado da Síria;
Prof. Dr. Silvio Almeida – Faculdade Mackenzie e Instituto Luiz Gama;

Exibição do filme “Brasil cordial: corações e refúgios” (direção de Elissa Fortunato, Paulo Daniel Farah e Salim Mhanna), 15 min;
-

31/03, das 14h às 16h
Mesa 4 – Imigrantes/Refugiados e política externa: compartilhando experiências diferentes na América do Sul, Oriente Médio e África (Immigrants/Refugees and foreign policy: sharing different experiences in South America, Middle East and Africa);

Ministro Kenneth Felix Haczynski da Nobrega – Diretor do Departamento de Mecanismos Regionais do Ministério de Relações Exteriores do Brasil;
Dr. Chafik Ketala – especialista argelino com doutorado em estudos migratórios;
Prof. Dr. Fabiano L. de Menezes – Coordenador do curso de Relações Internacionais da UniSantos e membro da Cátedra Sérgio Vieira de Melo (UNISANTOS e ACNUR).;
Prof. Dr. Reginaldo Nasser – Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo;
Stylianos Kostas – cientista político e pesquisador sobre migração e refúgio no contexto europeu e na região do Oriente Médio e da África do Norte;
-
31/03, das 16h às 18h
Mesa 5 – Imigrantes/Refugiados e aspectos legais: como a Justiça está se mobilizando para garantir os direitos deles (Immigrants/Refugees and legal aspects: how Justice is mobilizing to ensure their rights);
Dr. André Ramos – Professor de Direito Internacional e Direitos Humanos da Faculdade de Direito da USP, Procurador Regional da República, membro da Comissão de Especialistas que redigiu o anteprojeto de lei de migrações (2015);
Dr. João Chaves – Coordenador da área de migrações e refúgio da Defensoria Pública da União em São Paulo e do atendimento de imigrantes e refugiados no Centro de Referência e Acolhida;
Dra. Laila Shukair – Promotora de Justiça e Presidente do Movimento do Ministério Público Democrático;
Dr. Munir Cury – Procurador de Justiça aposentado do Ministério Público do Estado de São Paulo, membro da comissão de redação do Estatuto da Criança e do Adolescente;
Dra. Priscila Schreiner – Procuradora da República e Coordenadora do Grupo Nacional de Enfrentamento aos Crimes Cibernéticos;
-
31/03, das 18h15 às 19h30
Resumo das mesas, desdobramentos e ações a ser tomadas: Atividades culturais / Summary Session and Cultural Activities;
-
01/04, das 10h30 às 12h30
Mesa 6 – Imigrantes/Refugiados e aspectos psicológicos: do deslocamento à integração e inserção (Immigrants/Refugees and psychological aspects: from displacement to integration and insertion);
Prof. Dra. Sylvia Dantas – Professora de Psicologia Social da Universidade Federal de São Paulo, Coordenadora do Diálogos Interculturais IEA-USP e Psicanalista;
Ines Almeida – Assistente social e voluntária no Programa para Refugiados da BibliASPA;
Laura Ueno – psicóloga intercultural, especialista em relações étnico-raciais na imigração e saúde mental;
Maria Augusta Nogueira Machado Dib – Professora de Filosofia e Psicologia e pesquisadora da BibliASPA;
Odonel Serrano – psicólogo e Coordenador de Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) da Coordenadoria Regional de Saúde Centro de São Paulo;
Sylvie Debs – Especialista francesa em migração e refúgio;
-
01/04, das 14h às 16h -
Mesa 7 – Imigrantes/Refugiados e sociedade civil (Immigrants/Refugees and civil society);
Patrícia Bezerra – Secretária Municipal de Direitos Humanos de São Paulo;
Ebenezer Marcelo Marques de Oliveira – Coordenador de Políticas para Migrantes e Refugiados de São Paulo;
Dra. Larissa Leite – Coordenadora do Programa de Proteção do Centro de Referência para Refugiados – Caritas Arquidiocesana de São Paulo;
Padre Paolo Parise – Diretor da Missão Paz;
Prof. Dr. Paulo Daniel Farah – Professor na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Diretor do NAP (Núcleo de Apoio à Pesquisa) Brasil-África da USP
e Diretor da BibliASPA;
Vinicius Feitosa – Assistente de Proteção do Escritório do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) de São Paulo;
-
01/04, das 16h às 18h
Mesa 8 – Imigrantes/Refugiados, aspectos culturais e produção artística (Immigrants/Refugees, cultural aspects and artistic production);
Aysar Makarem – músico e maestro da Síria e refugiado no Brasil;
Ahmad Serieh – Arqueólogo, museólogo e professor da Síria;
Haifa Alaghbar – Refugiada síria-palestina;
Mariela Pizarro Sippa– Professora de Língua Espanhola e Cultura Sul-Americana na BibliASPA e música;
Muhammad Ali – Refugiado palestino;
Mamed Murad – Pós-graduando na FFLCH-USP, pesquisador da BibliASPA;
-
01/04, das 18h15 às 19h30
Resumo das mesas, desdobramentos e ações a ser tomadas
Atividades culturais e Encerramento / Summary Session and Cultural Activities
|
Mais informações:
Auditório Principal da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (antigo Colégio Caetano de Campos
República: pça. da República, 53 - República, São Paulo – SP.

Acervo de MASP pode ser visitado através da realidade viartual do Google Art +

A partir de hoje é possível visitar o acervo do MASP da sua casa ou do seu celular. O museu com o mais expressivo acervo de arte ocidental da América Latina anunciou nesta semana o lançamento de sua coleção na plataforma Google Arts & Culture, do Instituto Cultural do Google.
O app permite que as pessoas naveguem pelos mais de mil itens cadastrados por uma linha do tempo, por cores ou por popularidade. Seis exposições, em sua totalidade, também foram destacadas e há, ainda, a possibilidade de navegar por 12 obras selecionadas pelos curadores do MASP em realidade virtual. 20 de obras foram digitalizadas com a tecnologia Art Camera, capaz de tornar visíveis detalhes que dificilmente poderiam ser vistos a olho nu, ao captar imagens com mais de um bilhão de pixels. Acesse: https://goo.gl/TjvmZc

Pace Gallery abre seu segundo endereço em Hong Kong +

A Pace Gallery vai abrir um segundo espaço em Hog Kong, e já tem exposições de grandes nomes da arte agendadas. O presidente da Pace, Marc Glimcher, disse em declaração que desde 2008 quando abriu uma sede em Seul, sintiu a necessidade de ter um espaço em Hong Kong, que hoje é um dos epicentros do mercado de arte mundial. Em 2014 a Pace abriu uma pequena galeria distrito comercial de Hong Kong, onde apresentou emocionantes exposições para o público local. O novo espaço será dedicado a grandes mostras, com espaço para receber obras de grande escala, sendo um passo a frente nos planos de expansão da Pace. A nova sede de HK já tem mostras marcadas de artistas como de Julian Schnabel, Chuck Close, Alexander Calder e Lee Ufan.

Artistas e Críticos pedem remoção de pintura da Whitney Biennial +

Desde a abertura da Whitney Biennial, no dia 17/03/17, no Whitney Museum of American Art, a pintura “Open Casket”, da artista Dana Schutz está causando revolta em artistas, críticos, escritores e público.

Mais de duas dúzias de artistas e escritores pedem em carta aberta para que a pintura seja retirada da mostra e destruída. A controversa obra se baseia em uma fotografia histórica que retrata o funeral do adolescente afro-americano Emmett Til, depois que ele foi brutalmente morto no Mississippi, em 1955, por, supostamente, ter assobiado para uma mulher branca. A mãe de Till insistiu em ter um funeral de caixão aberto para seu filho. "Deixe as pessoas verem o que eu vi", disse ela. A imagem do corpo desfigurado foi publicada na revista Jet e tornou-se um catalisador para o movimento dos direitos civis.

A artista berlinense Hannah Black, junto com outros artistas, lançou uma campanha exigindo que os curadores da Bienal, Christopher Y. Lew e Mia Locks retirem o quadro e Dana Schutz da mostra. “Não é aceitável para uma pessoa branca transmutar o sofrimento de um negro em lucro e diversão", argumenta Black.

Em resposta à controvérsia sobre a pintura, Schutz emitiu a seguinte declaração: "Eu não sei o que é ser negro na América, mas eu sei o que é ser uma mãe. Emmett era o único filho de Mamie Till. O pensamento de qualquer coisa acontecendo ao seu filho está além da compreensão. Sua dor é a sua dor. Meu compromisso com esta imagem foi através da empatia com sua mãe.

Aretha Sadick faz contação de histórias em exposição no Sesc Belenzinho +

A multiartista Aretha Sadick, em parceria com a Cia do Sal , realiza contação de histórias neste sábado e domingo, 24 e 25/03/17, às 16h, no Sesc Belenzinho. As atividades integram a programação da mostra de artes negras “Motumbá - Memórias e Existências Negras”, em cartaz na unidade. A artista contas as seguintes histórias: “A criação do mundo – História de Yemanja”; “A lenda do milho” (História Indígena; e “A incrível história de Itty” (Inspirada em Ananse e o Baú de histórias). Aretha Sadick usa o teatro, a moda e a performance como plataformas para falar de suas experiências e questionamentos como corpo/pessoa negra na sociedade. Seu trabalho de pesquisa sobre gênero, trazendo os recortes de sexualidade e raça, a permitiram realizar debates, residências artísticas dentro e fora do país, desfiles e editoriais e dirigir um programa sobre moda e música na plataforma 'Drag-se' no youtube. Masculinidade e Feminilidade e tudo o que está 'Entre' são elementos para o trabalho de Aretha Sadick. Atividades gratuitas.

|
Mais informações:
Sesc Belenzinho
Belenzinho: r. Padre Adelino, 1.000, próximo à estação Belém do Metrô, tel. (11) 2076-9700. Ter. a sáb., 10h/21h; dom., 10h/19h. www.sescsp.org.br

Museu Marítimo do Brasil é inaugurado na da orla portuária do Rio de Janeiro +

O projeto do Museu Marítimo do Brasil será lançado em 05/04/17, às 11h, com a presença do almirante José Carlos Mathias, diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, os arquitetos Bernardo e Paulo Jacobsen, e a museóloga Margareth de Moraes. Eles fazem uma apresentação do novo museu passando a ocupar o atual Espaço Cultural da Marinha, que será revitalizado para se adequar aos novos usos e integrar o circuito cultural da orla portuária do Rio de Janeiro. Em seu entorno estão a Ilha Fiscal, a Igreja da Candelária, a Casa França Brasil, o CCBB, o Museu Naval, o Museu Histórico Nacional, o Museu de Arte do Rio e o Museu do Amanhã.
|
Mais informações:
Museu Marítimo do Brasil
Orla Conde: pça. XV - Rio de Janeiro – RJ

Associação Brasileira de Críticos de Arte anuncia os indicados ao Prêmio ABCA +

A Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) anuncia os indicados ao prêmio destinado aos artistas visuais, curadores, críticos, autores e instituições culturais, que mais se destacaram e contribuíram para a cultura nacional em 2016. Os vencedores do Prêmio ABCA serão anunciados em 24/04/17 e a cerimônia e entrega do troféu, criado pela artista Maria Bonomi, será em 23/05/17, às 20h, no Sesc Vila Mariana. A votação é feita por cédula rubricada com as indicações aprovadas e a apuração dos resultados é realizada por uma comissão de associados, com a participação da diretoria. Confira a lista de indicados:
|
Prêmio Gonzaga Duque (crítico associado pela atuação durante o ano)
Felipe Chaimovich
Luiz Camillo Osorio
Raul Córdula
-
Prêmio Sérgio Milliet (crítico por pesquisa publicada)
José Armando Pereira da Silva: Artistas na Metrópole Galeria Domus 1947 -1951 Histórias, Críticas, Documentos e Obras. São Paulo: Via Impressa Edições de Arte, 2016.
Mirian de Carvalho: A brasilidade na pintura de César Romero. Salvador: Expoart, 2016.
Paula Ramos: A modernidade Impressa. Editora UFRGS.
-
Prêmio Mario Pedrosa (artista contemporâneo)
Eder Santos
José Rufino
José Spaniol
-
Prêmio Ciccillo Matarazzo (personalidade atuante no meio artístico)
Justo Werlang
Ladi Biezus
Patricia Rousseaux
-
Prêmio Mário de Andrade (crítico de arte pela trajetória – filiado ou não)
Denise Mattar
Icleia Borsa Cattani
Tadeu Chiarelli
-
Prêmio Clarival do Prado Valladares (artista pela trajetória)
Abraham Palatnik
Ana Maria Tavares
José Roberto Aguilar
-
Prêmio Maria Eugênia Franco (curadoria pela exposição)
Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes pela curadoria da mostra “Em Polvorosa – um panorama das coleções MAM Rio”, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Marta Mestre pela curadoria da mostra “Por aqui tudo é novo”, no Instituto Inhotim
Veronica Stigger pela curadoria da mostra “Útero do mundo” apresentada no Museu de Arte Moderna de São Paulo;
-
Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade (instituição pela programação e atividade no campo da arte)
Caixa Cultural Brasil
Fundação Vera Chaves Barcellos
Serviço Social do Comércio (SESC) – Brasil
-
Prêmio Paulo Mendes de Almeida (melhor exposição)
Alex Flemming: RetroPerspectiva, apresentada pelo MAC - Museu de Arte Contemporânea de São Paulo;
Francisco Brennand – Senhor da várzea, da argila e do fogo, realizada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre;
Portugal Portugueses – Arte Contemporânea, apresentada pelo Museu Afro Brasil.
-
Prêmio Antônio Bento (difusão das artes visuais na mídia)
Catraca Livre
Caderno Ilustrada / Folha de S.Paulo
Revista Select
|
Mais informações:
Sesc Vila Mariana
Vila Mariana: r. Pelotas, 141, tels. (11) 5080-3000 e 0800-11-8220.
www.abca.art.br

Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas divulga os 20 finalistas +

Uma das premiações mais importantes do país, O Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas, anunciou os 20 selecionados para a categoria artista na sexta edição do evento. Entre os 633 inscritos, concorrem ao prêmio de R$ 50 mil os seguintes artistas: Alice Miceli (RJ), Bruno Vilela (PE), Camila Soato (DF), Dalton Paula (GO), Daniel Lannes (RJ), Éder Oliveira (PA), Edith Derdyk (SP), Fernando Lindote (SC), Jaime Lauriano (SP), João Angelini (DF), João Loureiro (SP), Marcelo Moscheta (SP), Mariana Manhães (RJ), Pablo Lobato (MG), Pedro Motta (MG), Rochelle Costi (SP), Rodrigo Sassi (SP), Suzana Queiroga (RJ), Thiago Martins de Mello (MA) e Tony Camargo (PR).
Já os finalistas na categoria curador, cuja bolsa prêmio é de R$ 25 mil, serão divulgados no mês de abril.
O júri de seleção foi composto por Marcus Lontra, Cauê Alves (São Paulo, SP), Jailton Moreira (Porto Alegre, RS), Marcelo Campos (Rio de Janeiro, RJ), Moacir dos Anjos (Recife, PE), além dos vencedores de edições anteriores: o curador vencedor do 5º Prêmio Marcantonio Vilaça, Divino Sobral (Goiânia, GO) e a artista vencedora do 2º Prêmio Marcantonio Vilaça, Lucia Laguna.
Em agosto, os artistas e curadores selecionados participam de uma exposição coletiva no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo. No evento de abertura, serão conhecidos os vencedores do Prêmio. Além da premiação em dinheiro, haverá o acompanhamento dos artistas vencedores por um curador, a realização do projeto curatorial premiado e a apresentação dessas obras em uma mostra itinerante que vai percorrer quatro cidades do Brasil, a partir de dezembro de 2017.

Mostra Coletivo Paralelo reúne obras de artistas fora do circuito +

A Mostra Coletivo Paralelo ocorre entre 04/04/17, das 17h às 23h, e 09/04/17, das 10h às 20h, na semana que ocorre a SP-Arte, com exposição de cerca de 150 obras contemporâneas de artistas fora do circuito, com suportes que vão da aquarela à colagem digital, na Euro Arte, em São Paulo. O evento tem curadoria do escritório Arte/Formatto e traz 50 artistas que se destacam pelos suportes da pintura, escultura, fotografia e design de mobiliário. Além do evento semestral, durante todo o ano funciona um portal com o portfólio permanente desses artistas, como as paulistas Alice Ricci e Ana Kalaydjian, Renato Leal, Eneida Sanches e Renata Barros.
|
Mais informações:
EuroArt
Jardim Paulista: r. Colombia, 157.

8º Salão dos Artistas sem Galeria leva produção dos 10 selecionados para BH +

Depois de uma temporada de sucesso nas Galerias Zipper e Sancovsky, em São Paulo, a 8ª edição do Salão dos Artistas Sem Galeria, promovido pelo impresso e portal Mapa das Artes (www.mapadasartes.com.br), chega a Belo Horizonte com a produção dos 10 artistas selecionados. A mostra, que fica em cartaz entre 18/03 ee 22/04/17, na Orlando Lemos Galeria de Arte, reúne pinturas, esculturas, instalações e objetos dos artistas Lula Ricardi (SP), Maura Grimaldi (SP), Jefferson Lourenço (MG), Marcelo Barros (SP), Gunga Guerra (Moçambique/RJ), Marcelo Pacheco (SP), Luciana Kater (SP), Cesare Pergola (Itália/SP), Juliano Moraes (GO) e Cristiani Papini (MG). Os dez artistas foram escolhidos entre 194 inscritos pelo júri formado por Adriana Duarte (galerista capixaba da paulistana Casa da Xiclet), Paula Alzugaray (jornalista e editora da revista “Select”) e Rodrigo Editore (galerista e sócio da galeria Casa Triângulo).
|
Mais informações:
Orlando Lemos Galeria de Arte
Nova Lima: r. Melita, 95, Jardim Canadá, tel. (31) 3224-5634 e 3581-2025. Seg. a sex., 10h/19h, sáb., 11h/17h, dom., 12h/16h. www.orlandolemosgaleria.com.br

Prêmio de Fotografia Leica Oskar Barnack Award recebe inscrições +

O prêmio Leica Oskar Barnack Award recebe inscrições até 10/04/17 de fotógrafos que retratam a relação entre o homem e o ambiente, em uma sequência de 10 a 12 fotos, feitas entre 2016 e 2017. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site do prêmio. Podem participar fotógrafos profissionais ou fotógrafos em início de carreira profissional com até 25 anos de idade (categoria Newcomer). Neste ano, o vencedor receberá € 25 mil (euros) em dinheiro e € 10 mil de equipamentos do sistema Leica M, composto por um corpo de câmera e lentes. Além do prêmio principal, haverá o prêmio Newcomer (fotógrafos até 25 anos) composto de € 10 mil em dinheiro e € 10 mil de equipamentos do sistema Leica M, com câmera e lentes. Por fim, 10 fotógrafos finalistas receberão um prêmio de € 2.500 cada.
|
Mais informações:
www.leica-oskar-barnack-award.com

Dineo Seshee Bopape é a vencedora do 4o Future Generation Art Prize +

Participante da 32a Bienal de São Paulo, a artista sul africana Dineo Seshee Bopape é a vencedora dos US$ 100 mil cedidos na 4ª edição do Future Generation Art Prize. Voltado para artistas de até 35 anos de idade, este é um grande concorrido concurso internacional, criado pelo pela Victor Pinchuk Foundation, em Kiev, na Ucrânia, em 2009. As artistas brasileiras Carla Chaim e Vivian Caccuri, que estavam na disputa, ainda concorrem a prêmios especiais e residências artísticas, e exibem seus trabalhos em uma exposição em Veneza, que ocorre paralelamente à Bienal. Na Bienal de São Paulo ela apresentou a instalação site-specific “:indeed it may very well be the ___________ itself (:de fato isso pode bem ser __________ em si)”, composta por estruturas de terra comprimida sobre as quais objetos com forte carga emocional são dispostos. Eles têm formas que lembram os jogos de tabuleiro chamados Morabaraba (Mancala) e Diketo, que são variações do que se conhece no Brasil como Trilha. O trabalho contempla ideias e desenhos que falam de contenção e deslocamento, de ocupação e hospedagem, além da questão política e histórico-social implícita na exclusão da terra. O trabalho de Bopape é um protesto íntimo que nos leva a captar memórias fugazes. A terra comprimida é gesto de lembrança que faz o espectador se aproximar daquilo que tem sido considerado imaterial e/ou erodido ao longo da história.

65 artistas concorrem ao Prêmio Pipa em três categorias +

Um comitê formado por 25 membros indicou a lista de 65 artistas para a 8a edição do Prêmio Pipa, uma das maiores premiações do país. Eles concorrem em três categorias. No “Pipa online”, com prêmios de R$10.000, e R$5.000 para o primeiro e segundo lugar, quem escolhe os vencedores é o público por meio de votação no site da premiação. Os vencedores serão anunciados no dia 7/8.

No “PIPA Voto Popular Exposição”, uma exposição no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeira apresenta os quatro artistas selecionados pelo Comitê de Indicação. A mostra entra em cartaz em 23/09, dando ao público a oportunidade de votar no seu artista favorito. O artista que tiver mais votos é contemplado com R$ 24.000.

O Prêmio final, de R$130.00, é destinado a um dos quatro artistas que participam da exposição do MAM-RJ, que será selecionado por um júri composto de 5 a 7 membros. Parte da premiação é para financiar uma residência artística da Residency Unlimited, em Nova York. 

Confira a lista de indicados:
Adriano Amaral 
Aleta Valente
Alexandre Canonico
Ana Luisa Santos
Ana Mazzei 
Ana Prata
Ana Vaz
André Ricardo
Anton Steenbock
Antonio Obá
Arjan Martins 
Arthur Chaves
Bárbara Wagner 
Bruno Cançado
Carla Guagliardi 
Celina Portella 
Christus Nobrega
Cinthia Marcelle 
Dalton Paula
Daniel Jablonski
Daniel Steegmann Mangrané 
Warley Desali
Éder Oliveira 
Eleonora Fabião
Erika Verzutti 
Fabricio Lopez 
Felipe Meres 
Francisco Magalhães
Gustavo von Ha 
Guy Veloso
Ivan Grilo 
Jonathas de Andrade 
Jorge Luiz Fonseca
Jorge Menna Barreto 
Karina Zen
Lucia Laguna 
Luísa Nobrega 
Lyz Parayzo
Mara de Carli
Marco Veloso
Maria Laet 
Marina Camargo 
Mario Bands
Michelle Mattiuzzi
Orlando da Rosa Farya
Paloma Bosquê 
Pedro França 
Raïssa de Góes 
Regina Parra 
Renato Pera 
Ricardo Càstro
Rodrigo Garcia Dutra 
Romy Pocztaruk 
Rosana Paulino
Rubiane Maia
Sofia Borges 
Tiago Carneiro Da Cunha
Tony Camargo 
Túlio Pinto
Ulysses Bôscolo de Paula
Vicente de Mello
Vijai Patchineelam 
Virginia Pinho

Camila Sposati, Sandra Cinto, Pedro Motta e outros brasileiros no exterior +

Os artistas paulistas Albano Afonso e Sandra Cinto (ambos da Casa Triângulo) participam da mostra coletiva “Specchio Paulo Reis”, mostra com curadoria de David Barro e em cartaz no Didac de Santiago de Compostela (Espanha) a partir de 3/3/17.
|
O artista mineiro Pedro Motta (Galeria Luisa Strina) foi selecionado para a mostra “Soulèvements”, com curadoria de Georges Didi-Huberman, no Museu Nacional d’Art de Catalunha, em Barcelona, na Espanha, entre 23/3 e 25/6/17.
|
Tonico Lemos Auad (Galeria Luisa Strina) participa da mostra “Tamawuj - Bienal de Sharjah 13”, na Sharjah Art Foundation, nos Emirados Árabes Unidos, entre 10/3 e 12/6. Curadoria de Christine Tohme. O artista paraense, radicado em Londres, participa ainda da mostra coletiva Drawing Biennial 2017, no Drawing Room, em Londres, até 26/4/17.
|
Clarissa Tossin (Galeria Luisa Strina) realiza a mostra individual “Stereoscopic Vision”, com curadoria de Gregg Duggan e Judith Hoos Fox
Ezra na Cecile Zilkha Gallery, localizada na Wesleyan University, em Middletown, Estado de Connecticut, nos EUA, entre 31/1 e 5/3. A artista participa ainda das coletivas “Between Words and Silence: The Work of Translation”, que tem curadoria de Irene Tsatsos e Daniela Lieja, e acontece no Armory Center for the Arts, em Pasadena, na California (EUA), entre 29/1 e 4/4, e da coletiva “Lives Between, curadoria de Joseph del Pesco e Sergio Edelzstein, no espaço Kadist, em São Francisco (EUA), entre 8/3 e 6/5/17.
|
Clara Ianni (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Utopia/Dustopia”, no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnoligia (MAAT), em Lisboa, entre 21/3 e 14/8/17.
|
Marcelo Cidade (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Monumentos, Anti-Monumentos y Nueva Escultura Pública”, no Museo de Arte de Zapopan (MAZ), em Zapopan, no México, entre 30/3 e 30/7/17.
|
Camila Sposati participa com a obra “Lundu (Rugendas)”, ciada em parceria com a artista holandesa Falke Piswano, da mostra “To Seminar”, que acontece entre 10/3 e 21/4 no espaço BAK Utrecht, na Holanda.
|
Lucas Arruda & On Kawara realizam entre 3/3 e 29/4 a mostra “Days and Horizons” no espaço Hic Svnt Dracones, em Nova York.
|
A mostra “Hélio Oiticica: To Organize Delirium”, em cartaz no Art Institute of Chicago, nos EUA, é a mais importante retorspectiva do artista carioca já realizada no país. Exibida inicialmente em Pittsburgh, a mostra seguirá para o Whitney Museum of American Art, em Nova York.
|
A dupla de artistas Dias & Riedweg (Galeria Vermelho) participam da mostra “Von Früh bis Spät - Bildes des Alltags aus der Sammlung”, em Luzerna, na Suíça, entre 4/3 e 31/5. Participam ainda da mostra “El Borde de una Herida - Migración, Exilio y Colonialidad en el Estrecho”, que acontece no CentroCentro, em Madri (Espanha), entre 15/2 e 4/6.
|
Jonathas de Andrade (Galeria Vermelho) foi selecionado para a Sharjah Biennial 13, nos Emirados Árabes, entre 10/3 e 12/6.
|
A mostra “Claudia Andujar. Tomorrow Must Not Be Yesterday” fica em cartaz no
Museum für Moderne Kunst, em Frankfurt, na Alemanha, entre 18/2 e 25/6. Participa ainda da mostra “10 Years Old”, na Fondazione Fotografia Modena, na Itália, entre 11/3 e 30/4.
|
O carioca Marcos Chaves inaugura a nova sede da Galeria Nara Roesler em Nova York. A mostra fica em cartaz entre 2/3 e 8/4.
|
As artistas Janaina Tschäpe e Adriana Varejão (ambas da Fortes D’Aloia & Gabriel) participam da mostra coletiva Collection Terrains of the Body: Photography from the National Museum of Women in the Arts. A mostra acontece entre 18/1 e 16/4 no National Museum of Women in the Arts (Washington, EUA). Também participam Marina Abramović, Rineke Dijkstra, Anna Gaskell, Nan Goldin, Charlotte Gyllenhammar, Candida Höfer, Icelandic Love Corporation, Mwangi Hutter, Kirsten Justesen, Justine Kurland, Nikki S. Lee, Hellen van Meene, Shirin Neshat, Daniela Rossell, Eve Sussman e Rufus Corporation, .
|
A artista plástica mineira, radicada em Nova York, Valeska Soares (Fortes D’Aloia & Gabriel), criou dois novos site-specifics para a mostra “Unfold”, no espaço Matrix 176, localizado no Wadsworth Atheneum Museum of Art, em Connecticut, nos EUA. A mostra fica em cartaz entre 2/2 e 7/5/17. www.thewadsworth.org
|
Sonia Gomes (Mendes Wood DM) e Rivane Neuenschwander (Fortes D’Aloia & Gabriel) participam da mostra coletiva “Entangled: Threads & Making”, no espaço Turner Contemporary, em Margate, no Reino Unido, até 7/5. A mostra tem curadoria de Karen Wright e conta ainda com obras de Anni Albers, Caroline Achaintre, Ghada Amer, Paola Anziché, Hrafnhildur Arnardóttir / Shoplifter, Phyllida Barlow, Marion Baruch, Karla Black, Margrét H Blöndal, Regina Bogat, Louise Bourgeois, Geta Brătescu, Sonia Delaunay, Ximena Garrido-Lecca, Eva Hesse, Ann Cathrin November Høibo, Laura Ford, Mona Hatoum, Marianne Heske, Sheila Hicks, Susan Hiller, Maureen Hodge, Christiane Löhr, Kate MccGwire, Annette Messager, Lucy + Jorge Orta, Arna Óttarsdottir, Sidsel Paaske, Maria Papadimitriou, Anna Ray, Maria Roosen, Ursula von Rydingsvard,; Hannah Ryggen, Betye Saar, Judith Scott, Samara Scott, Kiki Smith, Aiko Tezuka, Rosemarie Trockel, Tatiana Trouvé, Frances Upritchard e Joana Vasconcelos.
|
Jac Leirner (Fortes D’Aloia & Gabriel) realiza a mostra individual “Institutional Ghost” no Irish Museum of Modern Art, em Dublin (Irlanda) até 5/6.
|
Tamar Guimarães (Fortes D’Aloia & Gabriel) divide com o dinamarquês Kasper Akhoj a obraa “A Minor History of Trembling Matter”, em cartaz entre 18/2 e 18/6, na Albright-Knox Art gallery, em Buffalo (EUA). A obra trata de uma pesquisa realizada pelos artistas na cidade de Palmelo, no interior de Goiás, considerada a Capital do Espiritismo no Brasil, vistoq ue metade de seus habitantes são adeptos da religião. Ainda este ano a obra será apresentada no Los Angeles County Museum como parte da mostra Pacific Standard Time: LA/LA. Os dois artistas participam ainda da mostra “Black Box”, em cartaz no The Baltimore Museum of Art entre 8/2 e 11/6. A curadoria é de Kristen Hileman.
|
Rivane Neuenschwander, Hélio Oiticica, Detanico Lain e Cinthia Marcelle participam da mostra coletiva “Punto de Partida. Colección Isabel y Agustín Coppel”, em cartaz até 11/6 na Fundación Banco Santander, em Madri. A curadoria é de Magnolia de la Garza e Patrick Charpenel, que partem da idéia de mestiçagem para realizar uma leitura da arte contemporânea mundial. A mostra traz 120 obras de 57 artistas, como Jimmie Durham, Superflex, Abraham Cruzvillegas, Alighiero Boetti, Ulises Carrión, Gabriel Orozco, Mario García Torres, Leonor Antunes, Gary Hill, Pierre Huyghe, Wolfgang Tillmans, Marcel Broodthaers, Bruce Nauman e Cindy Sherman.
|
Jonathas de Andrade, Eduardo Srur e Marcelo Moschetta estão na mostra coletiva “Aqua - Les Artistes Contemporains et l’Enjeu de l’Eau”, uma curadoria de Adelina Von Fürstenberg para o projeto Art for the World. A mostra acontece entre 22/3 e 2/7 no Château de Penthes, na Île Rousseau, em Pregny-Chambésy, em Genebra, na Suíça.
|
Carla Guagliardi e Otavio Schipper participam da mostra “Mirror Images - Reflections in Art and Medicine”, no Kunstmuseum Thun, na Suíça. A coletiva, com curadoria de Alessandra Pace, combina obras de arte com experiências científicas e objetos que lidam com a maneira que percebemos nosso próprio corpo no espaço. A mostra fica em cartaz entre 11/2 e 30/4.
|
A artista paulistana Jac Leirner (Fortes D’Aloia & Gabriel) se apresenta na mostra individual “Institutional Ghost”, entre 14/2 e 5/6, na Courtyard Galleries, em Londres.
|
O artista plástico Jonatas de Andrade (Galeria Vermelho) participa em março de uma mostra coletiva no MoMA de Nova York com seu filme “Levante”, recentemente adquirido pela instituição. O artista fará uma palestra sobre a obra no museu em 10 de abril. A mostra coletiva “Unfinished Conversations: New Work from the Collection” acontece entre 10/3 e 30/7 e apresenta ainda obras de John Akomfrah, Anna Boghiguian, Samuel Fosso, Iman Issa, Cameron Rowland, Wolfgang Tillmans, Kara Walker, Lynette Yiadom-Boakye e outros. Ainda nos EUA, Jonatas de Andrade apresenta o filme “O Peixe” (visto na última Bienal de São Paulo), no New Museum (www.newmuseum.org).
|
O artista plástico carioca Ricardo Basbaum participa da mostra “Camaleónica”, com curadoria de Liguel Leal e que acontece no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, em Portugal, entre 4/3 e 1/4. www.capc.com.pt
|
A artista carioca Maria Nepomuceno participa da mostra “Afetosintesys”, no Stavanger Art Museum, em Stavanger, na Noruega, entre 17/3 e 28/5. www. museumstavanger.no
|
A artista mineira radicada no Rio de Janeiro Laura Lima participa da mostra “Illusion and Revelation”, curadoria de Ernst Caramelle, em cartaz no Bonnefanten Museum, em Maastricht, na Holanda, até 27/11/17. www.bonnefantren.nl

|
Marcius Galan (Galeria Luisa Strina) realiza a mostra individual “Line Weight” (Peso da Linha) na Galerija Gregor Podnar, em Berlim (Alemanha), entre 21/1 e 22/4. http://gregorpodnar.com/marcius-galan-line-weight/ e http://marcius-trabalhos.blogspot.com
|
O fotógrafo paraense Guy Veloso (Escritório de Arte Rosa Barbosa) foi convidado com seu projeto “Penitentes: Dos Ritos de Sangue à Fascinação do Fim do Mundo” para a Bienal de las Américas, em Denver, no Colorado (EUA), em junho de 2017. Trata-se de um trabalho de cunho antropológico de Veloso, que retrata grupos laicos de Encomendadores das Almas (Penitentes), que durante certas épocas do ano, saem noite adentro rezando pelos “espíritos sofredores”, geralmente cobrindo rostos com panos ou capuzes, em alguns casos mais dramáticos, praticando autoflagelação. Curadoria de Maluca Salazar.
|
A Rubell Family Collection – Contemporary Art Foundation, em Miami, apresenta a mostra “New Shamans - Novos Xamãs: Brazilian Artists” até 25/8/17. A mostra apresenta obras nas mais diversas mídias dos artistas AVAF, Lucas Arruda, Thiago Martins de Melo, Sonia Gomes, Andre Komatsu, Daniel Steegmann Mangrané, Paulo Nazareth, Maria Nepomuceno, Solange Pessoa, Paulo Nimer Pjota, Marina Rheingantz, Eli Sudbrack e Erika Verzutti.
|

A artista mineira Cinthia Marcelle realiza mostra individual no PS1 MoMA de Nova York. “Education by Stone” ocupa a galeria Duplex do museu com uma instalação com um quadro negro e numerosas varas de giz nas fissuras das paredes da galeria, do chão ao teto, revelando a instabilidade e fragilidade inerentes do material. A instalação fica em cartaz até março de 2017.

Prêmio de Fotografia Syngenta 2017 anuncia os premiados +

O Prêmio de Fotografia Syngenta 2017 anunciou os artistas selecionados. Na categoria de Comissão Profissional, Yan Wang Preston recebeu um prêmio em dinheiro de US $ 15.000 e até US $ 25.000 para cumprir sua proposta. Sua comissão vai explorar como o rápido crescimento das cidades na China levou a um negócio em expansão da árvore de negociação, e o impacto que isso tem tido em ecologias. O segundo prêmio foi concedido ao fotógrafo de São Francisco Lucas Foglia (EUA). Terceiro prêmio foi concedido a Claudia Jaguaribe (Brasil).
O vencedor do Concurso Aberto deste ano é Kenneth O'Halloran, com sede em Dublin, que recebeu US $ 5.000. Sua série considera o desafio da segurança alimentar global, explorando o relacionamento do homem com a terra em vários países na África. O segundo prémio foi atribuído a Matt Hamon (EUA), eo terceiro prémio foi atribuído a Robin Friend (Reino Unido).
|
Mais informações: http://www.syngentaphoto.com

Museu Dr. Guislain recebe inscrições para o Prêmio Breaking the Chains of Stigma +

O Museu Dr. Guislain, em Ghent na Bélgica, recebe inscrições até 16/04/17 para o 6º Prêmio anual Dr. Guislain "Breaking the Chains of Stigma" (Quebrando as Correntes do Estigma). O Prêmio homenageia indivíduos, projetos ou organizações que contribuem para reduzir o estigma associado às doenças mentais. Pessoas e organizações do mundo inteiro podem se inscrever através do site: www.drguislainaward.org . O vencedor recebe uma quantia de U$50.000 que devem auxiliar na manutenção das ações feita s em prol da redução do estigma social associado às doenças mentais. Um comitê de seleção independente, formado por autoridades reconhecidas e ativistas internacionais do campo da saúde mental, seleciona o vencedor do prêmio que será homenageado em uma cerimônia no Dia Mundial da Saúde Mental, em 10/10/17, em Ghent, Bélgica.

O prêmio é dado a indivíduos, organizações e projetos do mundo todo que:
-Tenham feito alguma contribuição excepcional para os cuidados da saúde mental no sentido mais amplo em nível cultural e/ou social;
-Tenham feito alguma contribuição genuína para diminuir o estigma em relação às doenças mentais;
-Tenham promovido a atenção aos cuidados da saúde mental;
-e tenham feito isso com paixão, criatividade e inovação.

Este ano o Prêmio Dr. Guislain "Breaking the Chains of Stigma" homenageia o Dr. Joseph Guislain (1797-1860), um ativista defensor dos pacientes dessas doenças intelectuais e o primeiro psiquiatra belga a fornecer um tratamento com base científica para esses indivíduos. Como defensor apaixonado, o Dr. Guislain trabalhou incansavelmente na defesa dos direitos dos pacientes e na ajuda para melhorar a condição social deles. O Museu Dr. Guislain e a Janssen se juntaram para patrocinar o Prêmio.

A médica Chantharavady Choulamany foi selecionada como a vencedora em 2016 por projeto que impacta na qualidade de vida de indivíduos que vivem em um pequeno país na Ásia, a República Democrática Popular do Laos. Sendo uma de dois psiquiatras qualificados em um país que possui mais de seis milhões de pessoas, a Dra. Choulamany dedicou sua vida a aumentar o acesso aos serviços de saúde mental e a desenvolver programas educativos para tratar a desinformação e melhorar a compreensão.
|
Mais informações:
www.drguislainaward.org

Ateliê Galeria Priscila Mainieri oferece programação de cursos em artes visuais +

O Ateliê Galeria Priscila Mainieri oferece uma programação cultural permanente de cursos e palestras que abordam aspectos teóricos e práticos das artes visuais contemporâneas. As atividades estão inseridas no universo cultural que permeia as obras do acervo, como também a relação entre artista e galeria. São ministardas oficinas de grafffiti, aquarela, estampa em tecido, gravura em metal e ateliê kids. As aulas acontecem principalmente no espaço da galeria, porém foram incorporadas visitas aos ateliês dos artistas e experiências ao ar livre. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail contato@ateliepriscilamainieri.com.br ou pelo telefone (11) 3031-8727. Confira o cronograma:
|

Oficina de Graffiti, com Julio Barreto
sextas-feiras, das 14h às 17h
Investimento de R$ 350 (mensal).
Oficina semanal de graffiti com acompanhamento de Julio Barreto a presenta a técnica do graffiti a partir da confecção e utilização de máscara (stencil) como instrumento de impressão sobre diferentes suportes.

-
Vicência em aquarela, com Rubens Matuck
terças-feiras, das 19h às 22h,
Investimento de R$ 350 (mensal).
O curso engloba uma visão histórica da evolução da aquarela partir da comparação entre as escolas oriental e ocidental e seus principais representantes. Apresenta a técnica e os materiais utilizados no desenvolvimento da prática: papéis e pincéis de diferentes procedências (como China, Itália e França), além de pigmentos a base de água, como nanquim e aquarela.

-
Ateliê Kids, com Lilian Villanova
Idade entre seis e 11 anos
06/03 a 30/06/17 – segundas-férias ou sextas-feiras, das 9h30 às 11h30
Investimento de R$ 400 (mensal)
O ateliê Kids tem como proposta promover a conexão em arte e expressão artística, a partir de atividades para crianças se desenvolverem em livre criação, de maneira natural e espontânea além de experimentar materiais e os sentidos.

-
Estamparia em tecido, com Renata Basile
Quartas-feiras, das 14h às 17h
Investimento de R$ 350.
Voltado para Estamparia em Pochoir (serigrafia manual)
O Pochoir é um processo manual de estamparia por impressão a partir da confecção de matrizes vazadas (estêncil) em acetato. O curso abrange pesquisa e desenvolvimento do projeto gráfico com análise e composição das cores e aplicação prática sobre papel ou tecido.

-
Gravura em Metal, com Renata Basile
06/03 a 26/06/17 – segundas-feiras, das 14h às 17h
Investimento de R$ 350.
O curso tem como objetivo a introdução aos processos técnicos e práticos da gravura em metal e a reflexão sobre este meio no contemporâneo. O curso aborda a ponta seca, desenho direto no metal, e a água forte, processo com mordentes que correm o metal. A impressão é feita com auxílio de prensa mecânica e as aulas ocorrem no atelier da artista.
|
Ateliê Galeria Priscila Mainieri
Vila Madalena: r. Isabel de Castela, 274, tel. (11) 3031-8727.
www.ateliepriscilamainieri.com.br

MAS promove o ciclo de palestras O Barroco e o Rococó na Europa Ocidental +

O Museu de Arte Sacra de São Paulo promove entre 11/03/17 e 10/06/17 o ciclo de palestras “O Barroco e o Rococó na Europa Ocidental”, ministradas pelo Prof. Renato Brolezzi, antropólogo formado pela Unicamp. Os encontros ocorrem aos sábados, das 10h30 às 12h. Investimento de: R$ 200 (todas) ou R$ 70 (por palestra). Inscrições pelo e-mail mfatima@museuartesacra.org.br . Confira o cronograma:
|
11/03 - Guido Reni
Suicídio de Lucrécia, São Paulo, Museu de Arte de São Paulo, 1625 – 1640.

08/04 - Giovanni Antonio Pellegrini
A Rainha Tômiris, São Paulo, Museu de Arte de São Paulo, 1719 – 1720.

13/05 - Frans Hals
Retrato do Capitão Andries van Hoorn, São Paulo, Museu de Arte de São Paulo, 1638.

10/06 - Poussin
Himeneu travestido durante um sacrifício a Príapo, São Paulo, Museu de Arte de São Paulo, 1634 – 1638.
|
Museu de Arte Sacra
Luz: av. Tiradentes, 676, estação Tiradentes do Metrô, tel. (11) 3326-3336. www.museuartesacra.org.br

Alemanha lança nova Bienal de Fotografia Contemporânea +

Um time de curadores apresenta o projeto da 1ª Biennale für aktuelle Fotografie (1ª Bienal de Fotografia Contemporânea), que acontece entre 09/09/17 a 05/11/17, em três cidades alemãs, Mannheim, Ludwigshafen e Heidelberg.
A bienal nasceu do que antes era conhecido como Fotofestival Mannheim-Ludwigshafen-Heidelberg, lançado em 2005.

Para esta primeira edição, a bienal conseguiu obter apoio financeiro pela Fundação Cultural Federal Alemã, que vai contribuir consideravelmente para o novo evento.

Seis membros do time curatorial, que inclui Florian Ebner, Christin Müller, Fabian Knierim, Boaz Levin, Kerstin Meincke, and Kathrin Schönegg, apresentaram o projeto da edição de 2017, com o tema “Fotografia de Despedida”. A partir do assunto, o projeto busca "lançar luz sobre formas radicais de manipulação de imagens na era digital e apresentar um olhar alternativo na história da fotografia", de acordo com o comunicado de imprensa.

"Nossa equipe de curadores vê a atual revolução nas culturas visuais como uma oportunidade para submeter à fotografia a um exame crítico e redefini-la", disse Ebner.

"A exposição é dedicada aos usos sociais e artísticos do médium na era das ‘imagens em rede’", disse Müller. "Ao mesmo tempo, nós olhamos para trás em uma cultura de 175 anos de imagem fotográfica analógica."
Com obras e novas comissões de mais de 60 artistas participantes, a bienal será exibida em sete instituições de arte nas três cidades.
Edições futuras continuarão seguir o mesmo formato, em convidar bianualmente curadores e alternando suas participações, para se envolverem com novas questões sobre fotografia contemporânea.