destaques
conteúdo
publicidade
curtas

Feira arteBA chega à 27ª edição com sete galerias brasileiras +

A 27ª edição da tradicional feira de arte portenha arteBA ocorre entre 23/05 e 27/05, em Buenos Aires, com um grupo de 400 artistas expositores de cerca de oitenta galerias de 14 países. Dessas, sete são brasileiras: Galeria Athena Contemporânea, Baró Galeria, Casa Triângulo, Galeria Luisa Strina, Galeria Nara Roesler, Sé Galeria e Galeria Vermelho.
Organizada em torno das seções Principal, com 26 galerias; Stage IRSA, com 9 galerias; Cabinet GNV Group, com 17 galerias; U-Turn Project Rooms, com 14 galerias; Solo Show Zurich, com 9 galerias; e Barrio Joven, com 15 jovens galerias, a arteBA se consolida no mercado de arte latino-americano como uma das feiras de maior participação de galerias estrangeiras. Neste ano, a seção Principal teve como membros do Comitê de Seleção a argentina Ana María Battistozzi, a galerista argentina Orly Benzacar, a alemã Sabine Schmidt e o galerista brasileiro Eduardo Brandão.

As galerias brasileiras participantes da feira:

Galeria Athena Contemporânea. Ocupa o estande A2 e Stage IRSA. Participa da feira com obras dos artistas Joana Cesar, Lais Myrrha, Rodrigo Bivar e Vanderlei Lopes | www.athenacontemporanea.com

Baró Galeria. Estande E13. Participa com os artistas: Almandrade, Amanda Mei, Cristian Segura, Falves Silva, José Quinteros, Lourival Cuquinha, Maria Nepomuceno, Pablo Reinoso, Pablo Siquier, Paulo Nenflídio, Roberto Jacoby e Túlio Pinto | www.barogaleria.com

Casa Triângulo. Estande B3. Leva os artistas Dario Escobar, Eduardo Berliner, Lucas Simões, Max Gómez-Canle e Sandra Cinto | www.casatriangulo.com

Galeria Luisa Strina. Estande SH7 na seção Solo Show Zurich, exibindo seleção de obras da artista Magdalena Jitrik | www.galerialuisatrina.com.br

Galeria Nara Roesler. Estande SH6 na seção Solo Show Zurich, exibindo obras de Eduardo Navarro | www.nararoesler.art

Sé Galeria. Estande BJ13 na seção Barrio Joven. Leva à feira obras dos artistas Rafael RG e Traplev | www.segaleria.com.br

Galeria Vermelho – Estande B6 e seção U-Turn Project Room, no estande PR10. Artistas representados na feira são: André Komatsu, Carla Zaccagnini, Cinthia Marcelle, Iván Argote, Marcelo Moscheta, Nicolás Bacal, Nicolás Robbio e Tania Candiani. O artista Marcelo Cidade, representado pela galeria, participa de coletiva no MACBA – Museu de Arte Contemporânea de Buenos Aires no período da feira | www.galeriavermelho.com.br

Todas as participantes tem apoio do Projeto Latitude, parceria entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea - ABACT e a Apex-Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, voltado à internacionalização do mercado brasileiro de arte contemporânea.
|
Mais informações:
arteBA - Feria de Arte Contemporáneo de Buenos Aires
La Rural - Avenida Sarmiento 2704
Pabellones Azul y Verde
Abertura oficial: 23, às 18h, de 24 a 27/05, das 14h às 21h.

Campanha faz petição para reabertura dos museus fechados em Mato Grosso +

Artistas mato-grossenses organizaram a campanha “SOS Museus MT | SOS Arte MT”, que tem por objetivo manifestar a reabertura dos museus fechados em todo o Estado. Lançada em 1º de maio, a campanha cobra a retomada das ações e idealização de uma programação para os equipamentos culturais atualmente fechados ou inativos a mais de um ano. Atualmente estão fechados o Museu de Arte de Mato Grosso, Galeria Lava Pés, Museu de Arte Sacra, Museu Histórico de Mato Grosso, Museu de Pré-história Casa Dom Aquino localizados, estes localizados na capital Cuiabá, e o Memorial Rondon, situado no município de Mimoso - MT.

Além de manter uma página no Facebook (www.facebook.com/SOS-museus-MT-395675707568320), tem convocado a sociedade para assinar petição online que será encaminhada ao governador Pedro Taques e ao coordenador de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público de Mato Grosso, o promotor Mauro Zaque. Segundo as lideranças do movimento, o documento final será encaminhado ao Instituto Brasileiro de Museus – Ibram.

Após a repercussão, a Secretaria de Estado de Cultura divulgou no último 18/05 uma nota afirmando que os termos de colaboração serão assinados até início de junho, antes do período eleitoral que restringe o poder público de assinar contratos e encaminhar repasse de verbas.

Embora os organizadores da campanha tenham recebido com satisfação a posição divulgada pelo Governo de Mato Grosso, a campanha seguirá até que os contratos estejam assinados e os repasses dos valores acordados estejam encaminhados.

Nacasa Coletivo Artístico recebe inscrições para convocatória de Arte Postal +

Nacasa Coletivo Artístico em Florianópolis, um espaço independente de artes que promove exposições mensais de artistas locais, regionais e de outros estados, recebe até 17/06/18 inscrições para convocatória de Arte Postal, sob o tema “Pesadelo”. Pesadelo ou sonho ruim, experiência aterrorizante, pessoa, fato ou situação intragável que é causa de graves e contínuas preocupações ou que provoca temor.

Os trabalhos selecionados são aceitos em qualquer tamanho, usando qualquer técnica, e sua documentação enviada via email artepostalprojetopesadelo@gmail.com

A exposição tem abertura em 06/07/18, no Coletivo NaCasa, Florianópolis, SC.

Orientações: Trabalhos em tamanho livre, usando qualquer técnica. O material enviado não será devolvido e fará parte de uma exposição temporária em Florianópolis, SC, em julho de 2018. Favor informar seu e-mail para confirmar sua inscrição para artepostalprojetopesadelo@gmail.com

|
Mais informações:
www.nacasa.art.br

David Gryn e Max Reinhardt são os curadores do MIRA na ArtRio 2018 +

O americano David Gryn é o novo curador do programa Mira, na ArtRio 2018. O programa, que no ano passado foi totalmente voltado à videoarte, nesta edição conta com o setor música, cuja seleção fica a cargo do DJ britânico Max Reinhardt. Ambos já participaram de outros trabalhos juntos, durante a Art Basel Miami Beach e Moscou Museum Nights.

David Gryn é diretor da Daata Editions (www.daata-editions.com) , plataforma online líder para o comissionamento, venda e exibição de artistas. É também diretor da Artprojx, consultoria especializada no desenvolvimento de projetos e captação de recursos entre outras atividades sempre com foco no segmento de Arte.

O inglês Max Reinhardt é DJ, músico, locutor e apresentador do Late Junction na BBC Radio 3. Reinhardt é parceiro de longa data de David Gryn, já tendo realizado projetos de arte em parceria durante a Art Basel Miami Beach e Moscou Museum Nights, além de ter participado de diversos programas ao vivo realizados em Londres.

O MIRA, que teve sua primeira edição em 2017 com uma agenda focada em vídeo arte, cresce este ano e incorpora também a música, sendo complementado pelo som ao vivo de Max Reinhardt. As exibições serão em espaço ao ar livre na Esplanada da Marina da Glória.

As inscrições para o programa MIRA estão abertas. As galerias podem enviar suas propostas através do site da ArtRio (www.artrio.art.br/mira-application). Todas as propostas e obras apresentadas serão avaliadas pelo curador do programa.

A ArtRio 2018 acontece entre 26 e 30/09/18 na Marina da Glória.
|
Mais informações:
www.artrio.art.br

Casa da Xiclet Galeria recebe inscrições para a I Bienal da Quebrada +

A Casa da Xiclet Galeria recebe inscrições para a I Bienal da Quebrada, projeto de exposição aberto a qualquer mídia, entre obras plásticas, visuais, performances, músicas e vídeos.
Os interessados em participar devem ler na íntegra o regulamento da Bienal (que pode ser conferido na guia Salões deste site), encaminhar um e-mail para casadaxiclet@gmail.com com as informações e os documentos como comprovante de taxa de inscrição; documentação fotográfica; ficha técnica e indicar o mês de exibição. Não serão aceitas inscrições realizadas por fax ou pessoalmente.

O espaço expositivo arca com pré-produção: organização e divulgação; Produção montagem, vernissage, exposição e atendimento; Pós-produção: desmontagem, entrega das obras; E vendas de 80% para o artista e 20% para a galeria.

Cronograma de datas:

Primeira Bienal: de 01 a 30/09
Segunda Bienal: de 06 a 28/10
Terceira Bienal: de 03 a 25/11
Quarta Bienal : de 01 a 23/12.

Sem-seleção, sem curadoria, sem-jabá, sem-juros, sem-entrada e sem-saída.

Confira o regulamento completo em Salões.
|
Mais informações:
Casa da Xiclet Galeria
Vila Madalena: r. Fradique Coutinho, 1.855, tel. 94611-2519. São Paulo -SP.
www.casadaxiclet.com

Piccola Arena abre edital de ocupação para artistas de todo Rio de Janeiro +

A Piccola Arena, centro cultural localizado no Rocio, Petrópolis, recebe inscrições até 15/06/18 para edital de ocupação para as duas galerias do complexo, válido para um ano até julho de 2019. Podem participar artistas de todo o Estado do Rio de Janeiro, com trabalhos em artes visuais , entre pintura, escultura, fotografia, digital e audiovisual, tanto para a ocupação de uma galeria ou ambas.

Mostras coletivas terão pelo menos um dos períodos, onde o espaço fornece toda a estrutura necessária, além do vernissage, e coloca à disposição seu teatro de arena para a realização de espetáculos paralelos que possam complementar o conjunto dos trabalhos.
Para se candidatar, conheça o espaço e leia o edital na página do Facebook (www.facebook.com/events/235460937034422). A seleção será divulgada em 1º de julho de 2018.
|
Mais informações
E-mail: jeanne.duarte@gmail.com
Tels.: (21)98607-5662 / (24) 2225-8227.

27º Encontro Nacional da ANPAP ocorre na Unesp São Paulo +

A Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas realiza entre 24 e 28/09/18 o 27º Encontro Nacional da ANPAP no Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) - Campus de São Paulo.

Sob o título “Práticas e confrontAÇÕES”, busca discutir as pesquisas realizadas no campo das Artes Visuais, que resultam em modos de pensar, de operar e de instaurar as produções. Pretende também enfatizar as reflexões sobre as práticas e experiências poéticas enquanto “táticas de resistência”, que rompem com os sistemas disciplinares e verticais, para negociar outras conformações potenciais, (mais) horizontais e múltiplas.

O encontro tem série de simpósios, onde interessados podem participar enviando artigos resultantes de pesquisas sistemáticas não diretamente vinculadas ao tema. Serão selecionadas e priorizadas as submissões de artigos que promovam a articulação entre pesquisas que apresentem relações teóricas, conceituais e/ou práticas com o tema proposto para o 27º Encontro da ANPAP (vide edital no site www.anpap.org.br).

|

Destaque para o simpósio “Curadorias Artísticas. Mediação e o Acesso à Cultura: Práticas E Confrontações Educativas”, com Fabiane Pianowski (FURG), Marcos Rizolli (Mackenzie) e Sylvia Helena Furegatti (Unicamp).

Existe a necessidade de geração de políticas públicas que bem possam demandar ações de acesso e de formação de público para as diversas atividades culturais no país. As ações curatoriais e educativas em exposições de arte têm demonstrado contribuir na formação cultural e vem se intensificando ao longo dos anos, tanto nas visitas guiadas quanto na produção de material paradidático.
Neste sentido, seria importante conhecer os diferentes modos curatoriais – das gêneses propositivas às consequentes expografias – para identificar seus vínculos com os fazeres da ação educativa nas exposições de arte; a fim de, não apenas mapear estas práticas, mas principalmente entender como se dão os processos de concepção, elaboração e execução dessas ações, em especial no que diz respeito à construção em conjunto e o agenciamento colaborativo entre artista, curador e educador.
|
Mais informações:
Instituto de Artes da Unesp
Barra Funda: r. Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271, estação Barra Funda do Metrô, tel. (11) 5627-7012.
www.ia.unesp.br

Ministério da Cultura lança a 6ª edição do Prêmio Culturas Populares +

O Ministério da Cultura lança a 6ª edição do Prêmio Culturas Populares, a maior premiação da cultura popular realizada pelo MinC. Nesta edição, serão investidos R$ 10 milhões – valor recorde – em 500 iniciativas que fortaleçam e contribuam para dar visibilidade a atividades culturais de todo o Brasil, como cordel, quadrilha, maracatu, jongo, cortejo de afoxé, bumba-meu-boi e boi de mamão, entre outras.

Neste ano, cada um dos premiados receberá R$ 20 mil, dos 200 prêmios para iniciativas de mestres e mestras (pessoa física); 180 para iniciativas de grupos sem CNPJ; 70 para pessoas jurídicas sem fins lucrativos; 30 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural; e 20 para herdeiros de mestres e mestras já falecidos (in memoriam). As inscrições podem ser feitas entre 30/04/18 e 13/06/18, pela internet ou via postal.

A seleção dos premiados será conduzida por uma comissão composta por 30 membros: 15 servidores públicos e 15 membros da sociedade civil. Os critérios de seleção incluem o grau de intercâmbio de saberes e fazeres da cultura popular que tenham proporcionado aprendizado entre diferentes gerações, a relevância e a contribuição sociocultural das práticas nas comunidades em que são desenvolvidas, a capacidade de perpetuação e preservação dessas atividades tradicionais, gerando emprego e renda, entre outros.

Em cinco edições, o Prêmio Culturas Populares contou com 9 mil inscrições e distribuiu R$ 18,7 milhões em prêmios a 1545 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos. A premiação estava suspensa desde 2012 e foi retomada no ano passado, quando obteve número recorde de inscritos (2.862), com 500 premiados.


Selma do Coco

A cada ano, o prêmio homenageia um grande nome da cultura popular. Nesta edição, a homenageada é a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco, falecida em 2015. Nascida na cidade de Vitória de Santo Antão (Pernambuco), deixou como principal legado a sua contribuição para a consolidação do coco, ritmo típico do Nordeste brasileiro, como referência nacional, tendo gravado cinco discos, ganhado oito prêmios – entre eles um Prêmio Sharp – e participado de festivais internacionais nos Estados Unidos e na Europa.

|
Mais informações:
www.culturaspopulares.cultura.gov.br

Brancusi bate recorde em leilão da Christie’s +

A escultura única em bronze “La Jeune Fille Sophistiquée (Portrait de Nancy Cunard)", de 1932, bateu o recorde mundial para uma obra do escultor moderno romeno Constantin Brancusi (1876-1957) no leilão de obras modernas e impressionistas na Christie’s, em Nova York, na noite de terça-feira, 15/5/18, ao ser vendida por US$ 71 milhões.

Red Bull Station recebe segunda edição do Foto Invasão +

O Red Bull Station recebe entre 18 e 26/05/18 a segunda edição do projeto Foto_Invasão, que celebra a fotografia e seus desdobramentos com workshop, palestra, exposições e instalações espalhadas por todo o prédio.

Entre os destaques está o coletivo Lost Art, dos fotógrafos Ignacio Aronovich e Louise Chin; trabalhos de artistas por convocatória aberta, selecionados pelo júri Cris Veit, Clelia Bailly e Fernando Velázquez; além do workshop "Reunião de Família - Narrativas em fotolivro", ministrado pelas curadoras Cris Veit e Clelia Bailly, e com a palestra "Transição da foto para o vídeo e os seus desdobramentos", com o jornalista, fotógrafo, cineasta e diretor João Wainer. Também faz parte da agenda do evento a performance “Concha Para Cavalos”, da artista visual Fabia Karklin.
|
Confira a programação:
Feira
19/05, das 11h às 22h
20/05, das 11h às 20h
Feira de Fotografias - Mais de 30 fotógrafos levam trabalhos selecionados para exposição e venda no local.

Workshop
18/05, das 10h às 18h
Reunião de Família: Narrativas Em Fotolivro, com Cris Veit e Clelia Bailly - Neste workshop, o objetivo dos participantes é criar uma narrativa e, posteriormente, um fotolivro físico a partir de fotos extraídas de álbuns de família. Cada participante deve trazer no mínimo 20 e no máximo 50 fotos (impressas ou digitalizadas).12 vagas | Local: Auditório.

Exposição
19 a 26/05
LAR - Juntando os trabalhos de quatro artistas ("Entre", de Ana Rodrigues, "Gaveta", de Leo Drummond e Natalia Martino (Projeto Voz) e "Valéria", de Jair Bortoleto) que pretende revelar o próprio significado desta palavra: entornos físicos e psicológicos que abrigam nossos pertences e expõem nossa memória. Local: Galeria Transitória

Instalações
19 a 26/05
Instalações Fotográficas nos Ateliês - Cinco artistas selecionados via edital expõem seus trabalhos nos ateliês durante a Foto_Invasão 2018. São eles: Alessandro Celante, com "Máscaras Impermanentes"; Flavio Samelo, com "par sepfinrbs"; Mauricio Virgulino, com "Me Fere"; Patricia Montrase, com "Fuga"; e Tommaso Protti, com "Tá Cheio".

Performance
19 a 20/05, das 16h às 16h30
Concha Para Cavalos, de Fabia Karklin
A performance audiovisual "Concha para Cavalos" constitui-se pela projeção e produção ao vivo de imagens ampliadas de sementes coletadas durante caminhadas pela cidade. Local: Auditório.

Projeções
19 a 20/05
Projeções de Fotos - No sábado e domingo, haverá a projeção das fotos selecionadas através da convocatória aberta da Foto_Invasão. Nos dois dias, a projeção acontece no Auditório, nos intervalos da programação e, no sábado (19), também acontece na Laje, das 19h às 22h. Local: Auditório e Laje.

Palestra
23/05, às 20h
Transição da Foto Para o Vídeo e Seus Desdobramentos
Nesta palestra, o jornalista, fotógrafo e cineasta João Wainer - diretor, entre outros, do filme "Pixo" e de videoclipes para artistas como Emicida -, traça um histórico a respeito da transição da fotografia still para o vídeo e aborda técnicas criativas para se contar uma boa história. 100 vagas | Local: Auditório
|
Mais informações:
Red Bull Station
Centro: Praça da Bandeira, 137, tel. (11) 3107-5065.
www.redbullstation.com.br

Nova York ganha museu dedicado ao pôster em 2019 +

O primeiro museu dedicado à arte gráfica do pôster (Poster House) vai chegar em Nova York (Chelsea) em 2019. Um evento pop-up do museu já apresentou folhetos da Max's Kansas City e do CBGB, bem como campanhas clássicas da Madison Avenue.

Liliana Beltran abre nova galeria em Miami +

A PAIR, Galleries é a nova empreitada da galerista brasileira Liliana Beltran em Miami. Ao lado dos sócios Michel e Luciana Farah (empresários e colecionaores) e Eduardo Rezende (fotógrafo), Beltran, que já foi dona da Bossa Gallery, pretende agora organizar exposições de artistas representados por galerias brasileiras que não possuam espaço nos EUA. A parceria começará com a individual “Under Pressure”, do artista gaúcho Tulio Pinto (representado no Brasil pela Baró Galeria) entre 18/5 e 25/7/18. A PAIR, Galleries fica no 1.201, 20th Street, Miami, www.pairgalleries.com.

Fortes D’Aloia e Gabriel inaugura escritório em Lisboa +

A galeria paulistana Fortes D’Aloia & Gabriel inaugura nesta terça-feira, 15/5/18, seu escritório em Lisboa com a exposição “Mundo Vasto Mundo”, que reúne obras de uma seleção de seus artistas representados. O escritório está localizado em um charmoso prédio pombalino no coração do bairro de Chiado, no mesmo endereço onde funcionou o Consulado Geral do Brasil em Portugal. A mostra apresenta obras de Adriana Varejão, Armando Andrade Tudela, Damián Ortega, Erika Verzutti, Ernesto Neto, Iran do Espírito Santo, Jac Leirner, João Maria Gusmão & Pedro Paiva, Julião Sarmento, Leda Catunda, Los Carpinteros, Marina Rheingantz, Marine Hugonnier, Mauro Restiffe, Robert Mapplethorpe, Rodrigo Cass, Rodrigo Matheus, Sara Ramo, Simon Evans, Tamar Guimarães & Kasper Akhoj e Valeska Soares e fica em cartaz até 10/6/18, de segunda a sábado, apenas com horário marcado.

Tchelo, Ascênio MMM e outros brasileiros no exterior +

O artista paulistano Tchelo realiza a mostra individual “Breves Encadeamentos Solúveis” na galeria Trema Arte Contemporânea, em Lisboa, entre 26/5 e 2/6/18.
Rodrigo Torres participa da mostra coletiva “A Luta Continua”, um recorte da The Sylvio Perlstein Collection, em cartaz na galeria Hauser & Wirth, em Nova York, até 27/07/18.
|
Ascânio MMM (Casa Triângulo) participa da coletiva “Latinoamerica: Volver al Futuro”, uma curadoria de Federico Baeza em cartaz no Museo de Arte Contemporaneo de Buenos Aires até 3/3/2019.
|
“Pele de Dentro” é mostra individual de Antonio Obá em cartaz na Mendes Wood DM New York até 22/6/18.
|
Artur Barrio realiza a mostra individual “Experiencias y Situaciones” no Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, em Madri, entre 23/5 e 27/8/18.
|
A mostra individual “Cybèle Varela: Tropicalismo Remixed” fica em cartaz na Brasilea Foundation Basel, na Suíça, até 14/6/18.
|
Regina Silveira participa da mostra “Mixed Realities: Virtuelle und reale Welten in der Kunst” no Stuttgart Kunst Museum, na Alemanha, entre 5/5 e 26/8/18.
|
Thomas Farkas tem obras na coletiva “The Shape of Light: 100 Years of Photography and Abstract Art”, na Tate Modern, em Londres, até 14/10/18.
|
Maria Nepomuceno participa da coletiva “Pulling at Threads”, uma curadoria de Owen Martin na Norval Foundation, na Cidade do Cabo (Africa do Sul), até 20/8/2018.
|
Rodrigo Garcia Dutra (Galeria Superfície) Dutra participa da exposição coletiva “Geometría Primitiva”, na Galería Mercado Negro, na Cidade do México, entre 20/4 e 20/5.
|
Anna Bella Geiger e Letícia Ramos apresentam suas produções a partir de 18/4 na filial belga da galeria paulistana Mendes Wood DM, em Bruxelas.
|
Hélio Oiticica tem mostra individual no ICA Miami até 11/11/2018.
|
Cadu (Galeria Vermelho) participa da mostra “Movilizando Afectos: Coparticipación e Inserción Local, Tres Proyectos Artísticos”, no Museu Amparo, em Puebla, no México, entre 21/4 e 30/7/18.
|
Pierre Verger (Galeria Marcelo Guarnieri) tem fotografias na exposição “Con los Pies en la Tierra”, no Centro Cultural Santo Domingo, em Oaxaca, no México, entre 4/3 e 25/5/18.
|
“Poetry for Animals, Machines and Aliens: The Art of Eduardo Kac”, é a primeira individual do artista carioca Eduardo Kac (Luciana Caravello Galeria de Arte, na Inglaterra e acontece na Furtherfield Gallery, em Londres, entre 6/4 e 28/5/18. Curada por Bronac Ferran e Andrew Prescott, a mostra inclui holopoemas, poemas digitais e poemas espaciais.
|
Juliana Cerqueira Leite (Casa Triângulo) participa da mostra coletiva “Te Female Gaze - On Body, Love and Sex I”, com curadoria de Isabelle Meiffert, na Kunsthaus de Erfurt, na Alemanha, entre 7/4 e 1/6/18.
|
A galeria londrina White Cube realiza em sua sede em Bermondsey Street a mostra individual “Rio Azul”, da artista carioca Beatriz Milhazes entre 17/4 e 1/7/18. A mostra vai contar com apresentações especiais da coreografia “Guarde-me”, de autoria da irmã da artista, a coreógrafa Márcia Milhazes.
|
Igor Vidor (Luciana Caravello Galeria de Arte) e Jaime Lauriano (Galeria Leme) participam da mostra coletiva “The Wold's Game: Fútbol and Contemporary Art”, uma curadoria de Franklin Sirmans e Jennifer Inacio em cartaz no Pérez Art Museum Miami, nos EUA, entre 13/4 e 2/9/18.
|
A artista mineira Cinthia Marcelle (Galeria Vermelho|) realiza a sua primeira mostra individual no Reino Unido, no Modern Art Oxford. Composta pelo site-specific “The Family in Disorder” e do vídeo “Truth or Dare”, ambos de 2018, o trabalho desencadeia um diálogo sobre os direitos dos cidadãos e o acesso ao espaço público, criando paralelos entre as várias estruturas sociais e educativas em Oxford e no Brasil. Em cartaz até 27/5.
|
A artista paulistana Carla Zaccagnini (Galeria Vermelho) participa da mostra “Elementos de Belleza: Un Juego de Té Nunca es Sólo un Juego de Té”, no Ladera Oeste, em Guadalajara, no México, entre 17/3 e 9/6/18.
|
Felippe Moraes realiza a mostra individual “Proporção no Espacio de Arte Contemporáneo” em Montevidéu, no Uruguai, entre 9/3 e 27/5.
|
Daniel Steegmann Mangrané e Luiz Zerbini participam da coletiva “Dreaming Awake”, que acontece na Marres - House for Contemporary Culture, em Maastricht, na Holanda, entre 10/3 e 3/6/18.
|
Com curadoria de Bárbara Coutinho e Adélia Borges, o Palácio dos Condes da Calheta, em Lisboa, recebe a mostra “Tanto Mar – Fluxos Transatlânticos do Design”. A mostra investiga os fluxos de peças de design entre Brasil e Portugal e busca problematizar os cruzamentos de identidade entre cada país, que muitas vezes perpassam países africanos. A mostra fica em cartaz entre 10/3 e 15/7/18. www.mude.pt
|
Laura Lima, Jonathas de Andrade e Cinthia Marcelle participam da mostra coletiva “Welcome to the Jungle, no Kunsthalle Dusseldorf, na Alemanha, entre 2/3 e 24/6/18. Curadoria de Freo Majer. Laura Lima participa ainda da coletiva “Forecast Berlim”, no Projeto HKW, também uma curadoria de Freo Majer, no Haus der Kulturen der Welt, em Berlim, até 29/7/18. Em junho, Lima estará na coletiva “Cavalo Ciome Rei” na Fundazione Prada, em Milão, entre 6/6 e 17/9/18. Curadoria de Elvira Dyangani Ose.

|
O grupo carioca Opavivará (A Gentil Carioca) participa da mostra “Utupya”, na Tate Liverpool, na Inglaterra, entre 27/4 e 24/6.


|
Regina Silveira e Thomaz Farkas participam da mostra “Memorias del Subdesarrollo:
El Arte y el Giro Descolonial en America, 1960-1985”, no Museo Jumex, na Cidade do México, entre 22/3 e 9/9/18.
|
Henrique Oliveira participa da mostra coletiva “Stage of Being”, no Voorlinden Museum & Gardens, em Wassenaar, na Holanda, até 17/6.
|
Clara Ianni participa da mostra coletiva “Line of Sight. Lethal Design”, no Museum of Contemporary Design and Applied Arts of Lausanne, na Suíça, entre 14/3 e 26/8/18.
|
O Santander Cultural de Madri realiza entre 20/2 e 10/6 a mostra “Visones de la Tierra. El Mundo Planeado”, com obras da coleção de Luís Paulo Montenegro. A mostra contará com uma seleção de 218 obras de artistas brasileiros e estrangeiros, que evidenciam o gosto do colecionador pelo modernismo brasileiro, o concretismo nacional e internacional e a arte contemporânea. Dela fazem parte nomes como Nelson Leirner, Alfredo Volpi, Afonso Tostes, José Damasceno, Tunga, Hélio Oiticica, Cildo Meireles, Cinthia Marcelle, Ernesto Neto, Lygia Clark, Lygia Pape e Miguel Rio Branco, além de estrangeiros, como Wifredo Lam, Alexander Calder, Andy Warhol, Jean Meeran e Willem de Kooning. Curadoria de Rodrigo Moura.

|
O pintor italo-brasileiro Alfredo Volpi (1896-1988) vai ganhar sua primeira mostra individual no exterior. “Alfredo Volpi - La Poétique de la Couleur” acontecerá entrre 9/2 e 20/5 no Nouveau Musée National de Mônaco, com curadoria de Cristiano Raimondi, e apoio do Instituto Alfredo Volpi de Arte Moderna e da Galeria Almeida e Dale. Apresentará um conjunto cerca de 70 obras do pintor. O curador Cristiano Raimondi é o Chefe de Desenvolvimento e Projetos Internacionais no Nouveau Musée National de Mônaco.
|
Marcius Galan, Fernanda Gomes, Jorge Macchi, Anna Maria Maiolino e Cildo Meireles, todos artistas da Galeria Luisa Strina, participam da mostra coletiva “Visiones de la Tierra - El Mundo Planeado - Coleção Luís Paulo Montenegro”, em cartaz na Sala de Arte Santander, em Madrid, entre 19/2 e 10/6/18.
|
Beto Shwafaty (Galeria Luisa Strina) participa do EVA International - 38ª Bienal da Irlanda, com curadoria de Inti Guerrero, na Limerick City Gallery of Art, na cidade de Limerick, entre 14/4 e 8/7/18.
|
A dupla Detanico Lain (Galeria Vermelho) realiza mostra no Musée de L’Abbaye Sainte-Croix, em Les Sables-d’Olonne, na França, entre 27/1 e 20/5/18.
|
Clarissa Tossin (Galeria Luisa Strina) realiza no Blanton Museum of Art, da Universidade do Texas, em Austin, a mostra individual “Encontro das Águas”, com curadoria de Beverly Adams. Fica em cartaz entre 13/2 e 1/7/18. A mostra trata do desenvolvimento da Amazônia e do impacto da industrialização na cultura dos diversos grupos indígenas da Amazônia. Tossin participa ainda da coletiva “The House Imaginary” no San Jose Museum of Art, em San Jose, nos EUA, entre 20/4 e 19/8/18.
|
A dupla Detanico Lain (Galeria Vermelho) realiza mostra no Musée de l'Abbaye Sainte-Croix, em Les Sables-d'Olonne, na França, entre 28/1 e 20/5/18.
|
Organizada em parceria pelo MoMA e pelo Instituto de Artes de Chicago, a mostra individual retrospectiva Tarsila do Amaral é a primeira inteiramente dedicada à artista modernista paulista nos EUA. São apresentadas 120 peças, incluindo pinturas, desenhos e documentos históricos, que traçam um rico panorama de uma das mais importantes pintoras brasileiras da história. Em cartaz no MoMA de Nova York entre 11/2 e 3/6/18.
|
Alexandre da Cunha (Galeria Luisa Strina) participa da mostra coletiva “Everyday Poetics” no Seattle Art Museum, no EUA, entre 18/11 e 17/6/2018.
|
A mineira Marilá Dardot (Galeria Vermelho) participa da mostra “Tensão & Conflito. Arte em Vídeo Após 2008”, em cartaz no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, entre 13/9 e 13/3/2018. Dardot participa ainda da coletiva “Everyday Poetics” no Seattle Art Museum, em Seattle (EUA), entre 18/11 e 17/6/2018.
|
A artista mineira Solange Pessoa ((Mendes Wood DM) participa do projeto “KölnSkulptur #9”, na cidade alemão de Köln, até 10/7/2019.
|
“Radical Women: Latin American Art, 1960-1985”, no Brooklin Museum, em Nova York, apresenta cerca de 260 obras (fotografias, vídeos, técnicas mistas e experimentações) produzidas por mais de cem artistas de 15 países. Entre as selecionadas estão Lenora de Barros, Iole de Freitas, Vera Chaves Barcellos, Neide Sá, Claudia Andujar, Carmela Gross, Martha Araújo, Regina Vater, Ana Vitória Mussi, Lygia Clark, Anna Bella Geiger, Leticia Parente, Regina Silveira, Anna Maria Maiolino, Lygia Pape, Ana Mendieta, Liliana Porter, Marta Minujín, Zilia Sánchez e Feliza Bursztyn, A mostra acontece entre 13/4 e 22/6/2018.



|
A obra “Poema” (1979), da artista paulistana Lenora de Barros (Galeria Millan), ilustra a capa do catálogo da mostra "Radical Women: Latin American Art, 1960-1985" e também a fachada principal do Hammer Museum, em Los Angeles. A mostra apresenta cerca de 260 obras (fotografias, vídeos, técnicas mistas e experimentações) produzidas por mais de cem artistas de 15 países. Entre as selecionadas estão ainda Iole de Freitas, Vera Chaves Barcellos, Neide Sá, Claudia Andujar, Carmela Gross, Martha Araújo, Regina Vater, Ana Vitória Mussi, Lygia Clark, Anna Bella Geiger, Leticia Parente, Regina Silveira, Anna Maria Maiolino, Lygia Pape, Ana Mendieta, Liliana Porter, Marta Minujín, Zilia Sánchez e Feliza Bursztyn, A mostra acontece no Brooklyn Museum, em Nova York, entre 13/4 e 29/7/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.

Residência Adelina abre convocatória para residência artística +

O Instituto Adelina recebe até 10/06/18 para análise portfólios de artistas que nasceram e/ou residem na América Latina e estejam interessados em participar de A Residência Adelina para América Latina. Serão selecionados quatro artistas neste segundo semestre, sendo dois deles brasileiros, para residência artística na cidade de São Paulo.

A seleção dos artistas será realizada por um júri composto por Josué Mattos, diretor artístico do Instituto Adelina – que também assume a curadoria da residência – e por seis curadores e artistas com experiência e atuação no circuito latino-americano, como Camila Bechelany, Galciani Neves, Julia Lima, Vitor Cesar e Renata Cruz.

Os artistas selecionados terão hospedagem, ajuda de custo e verba de produção para a realização do projeto de pesquisa inscritos. Os artistas também poderão fazer uso do ateliê (localizado no prédio do Instituto Adelina, em Perdizes) e contarão com programas públicos realizado pelo Instituto Adelina, assim como momentos de ateliê aberto, para exibição de seus processos e obras.

A convocatória e a ficha de inscrição podem ser acessadas no site www.institutoadelina.org.br. As propostas com o portfólio e o projeto de pesquisa deverão ser enviadas para o e-mail: residencia@institutoadelina.org.br.

|
Instituto Adelina
Perdizes: r. Cardoso de Almeida, 1372, Tel.:(11) 3868-0050.
www.institutoadelinagaleria.org.br

Carla Caffé e Guto Lacaz participam de mostra na av. Paulista +

A exposição “Maio na Paulista - A Quarta Revolução Industrial“, promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT), reúne um conjunto de trabalhos de Carla Caffé e Guto Lacaz na avenida Paulista, em São Paulo. Da rua Augusta estendendo-se até a alameda Campinas, a mostra traz ilustrações inéditas sobre reflexões dos processos históricos transformadores gerados nas três Revoluções Industriais e no momento atual, através de 30 painéis de grandes dimensões. A ilustração é a grande novidade na curadoria de Monica Maia e Fernando Costa Netto, da Doc Galeria, após três edições apresentando fotografias.

Em sua quarta edição, a mostra aborda a Quarta Revolução como uma nova fase da revolução tecnológica, que já vem transformando a forma como trabalhamos. Em sua escala, alcance e complexidade, é um movimento diferente de qualquer outro que o ser humano tenha experimentado anteriormente, onde a sociedade e os trabalhadores têm que priorizar essa nova relação entre pessoas e robôs, nos dilemas éticos e sociais.

A abertura da exposição ocorre em 09/05/18, partir das 11h no Teatro Eva Herz - Livraria Cultura do Conjunto Nacional, e fica em cartaz até 09/06/18.

Prêmio EDP nas Artes recebe inscrições para sua 6ª edição +

O Instituto Tomie Ohtake, com o apoio do Instituto EDP,lançam o edital do 6° Prêmio EDP nas Artes. Idealizada para estimular a produção artística contemporânea, a premiação é voltada para jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no país há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 29 anos. A iniciativa, além da premiação, contempla uma série de atividades ao longo do ano, como cursos, palestras e workshops em regiões brasileiras onde o acesso à arte contemporânea é mais restrito.

Os interessados podem se inscrever até 08/06/18 através do envio de portfólio por meio do site www.premioedpnasartes.institutotomieohtake.org.br. A página disponibiliza ainda uma publicação em formato PDF, com sugestões sobre organização e apresentação de trabalhos de arte. Este material pretende servir como uma das fontes possíveis de consulta acerca do processo de montagem de portfólios.

Os dez finalistas recebem o acompanhamento da equipe de jurados para orientar a produção dos trabalhos, oportunidade única a artistas jovens. Além de apoiar o percurso artístico destes selecionados no processo de realização das obras, este acompanhamento implementa os critérios para a escolha dos três vencedores.

A premiação se encerra com a exposição dos trabalhos dos 10 finalistas no Instituto Tomie Ohtake, quando, na inauguração em 29/11/18, serão anunciados os três premiados, que receberão bolsas para realizar residência artística no Brasil ou no exterior. Na edição anterior, em 2016, os três premiados foram António Tarsis de Jesus (Salvador, BA); Luisa Puterman (São Paulo, SP); e Van Holanda (Fortaleza, CE). Eles tiveram a oportunidade de ir à Colômbia, Canadá e Portugal para expandirem suas formações.
|
Mais informações
Pinheiros: av. Faria Lima 201 (Entrada pela Rua Coropés 88). Próximo à Estação Faria Lima/Linha 4 – amarela do Metrô. São Paulo - SP.
www.premioedpnasartes.institutotomieohtake.org.br

Galeria de Arte Ibeu recebe inscrições para o Salão de Artes Visuais Novíssimos +

A Galeria de Arte Ibeu recebe inscrições até 06/05/18 de artistas para o 47ª edição do Salão de Artes Visuais Novíssimos. O edital é destinado a pessoas de todo o Brasil e tem como proposta reconhecer e estimular a produção de novos artistas, apresentando um recorte do que vem sendo produzido na arte contemporânea brasileira em suas variadas vertentes. Os interessados podem conferir o edital e a ficha de inscrições pelo link: www.ibeugaleria.blogspot.com.
|
Mais informações:
Galeria de Arte Ibeu
Jardim Botânico: r. Maria Angélica, 168. Tel:. (21) 3239-2863. Rio de Janeiro – RJ.
www.ibeu.org.br

Prêmio Foco Bradesco ArtRio recebe inscrições para o 6ª edição +

O 6º Prêmio Foco Bradesco ArtRio recebe inscrições a partir de 16/04/18 de artistas brasileiros com até 15 anos de carreira. A premiação quer estimular e reconhecer a produção artística contemporânea do país. O portfólio e o projeto a serem apresentados podem contemplar trabalhos desenvolvidos em qualquer tipo de plataforma de artes visuais.
A premiação do Prêmio FOCO Bradesco ArtRio inclui residências em importantes instituições culturais e, também, a participação na ArtRio 2018, que acontece entre 26 e 30/09/18 , na Marina da Glória. Além disso, cada artista premiado tem uma de suas obras doadas ao acervo do Museu de Arte do Rio de Janeiro – MAR./

As residências do 6º Prêmio FOCO Bradesco ArtRio são:
- Rio de Janeiro (RJ) - Residência Despina
- Salvador (BA) – Residência SACATAR
- Havana (Cuba) – Residência Artista X Artista

Os três premiados receberão bolsas para se dedicarem exclusivamente a suas pesquisas durante o período de residência.
Um Comitê Curatorial independente é responsável pela avaliação das inscrições e seleção dos premiados. A direção do Comitê é do curador do Prêmio, Bernardo Mosqueira. Participam também do Comitê representantes de cada uma das instituições de residência - Consuelo Bassanesi (Despina), Taylor Van Horne (SACATAR) e Lillebit Fadraga (Artista X Artista) – e a curadora Clarissa Diniz, do MAR.

As inscrições para o 6º Prêmio são gratuitas e vão até 31/05/18 no portal www.artrio.art.br, onde também está disponível o edital. Dúvidas podem ser esclarecidas através do email: premiofoco@artrio.art.br . A apresentação dos três vencedores acontece no dia 27/09/18, na ArtRio 2018.

Ateliê Priscila Mainieri realiza ciclo de palestras sobre o Renascimento +

O Ateliê Galeria Priscila Mainieri realiza entre 26/04 e 14/06/18, sempre às 19h30, o ciclo de palestras “As Artes No Renascimento”, com orientação do professor Denis Bruza Molino. O século XV na Itália é conhecido tanto pelos humanistas, quanto pelas inovações nas artes. Assim, a pintura se eleva como arte liberal, no que inclui também a geometria, a retórica, a anatomia, a história, como diz Alberti em seu tratado sobre a pintura e replica Leonardo na célebre sentença: a pintura é “cosa mentale”. Aliando essa instrução, o ciclo mensal de palestras propõe uma aventura visual através da pintura de quatro mestres italianos, considerando seus aspectos técnicos, como o desenho, claro-escuro, e a composição, bem como os estilísticos, de modo a traçar um panorama da época que repercutem na cultura ocidental até mesmo nas vanguardas artísticas do século XX.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail contato@ateliepriscilamainieri.com.br ou (11) 3031-8727 / 99609-3230. Investimento por palestra: R$ 80. As quatro palestra: R$ 270.
Confira o cronograma:

22/03, às 19h30: Piero della Francesca (disponível em vídeo).
26/04, às 19h30: Botticelli
24/05, às 19h30: Leonardo da Vinci
14/06, às 19h30: Michelangelo
|
Mais informações:
Vila Madalena: r. Isabel de Castela, 274
www.ateliepriscilamainieri.com.br

ProAC divulga calendário de editais para 2018 +

O Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, abre inscrições em abril para editais para inscrição de projetos de Difusão e Preservação de Acervos Museológicos. Cada um deles contemplará oito projetos, com total de R$ 840 mil em prêmios – R$ 30 mil para cada projeto de Difusão e R$ 75 mil para cada iniciativa de Preservação de Acervos.
Além dos específicos às instituições museológicas, outros editais, cujas ações podem ser desenvolvidas em conjunto com os museus, também tiveram os lançamentos divulgados.

Em abril, serão lançados os editais em Artes Visuais – Obras e Exposições (com dez projetos e R$ 50 mil em prêmios para cada um); Gestão e Preservação em Arquivos Permanentes (dois projetos, cada qual com prêmio de R$ 50 mil) e Difusão e Acesso em Arquivos Permanentes (também dois projetos, cada um com prêmio de R$ 50 mil).

No mesmo mês, está planejado o lançamento de uma série de editais ligados a Cultura e Cidadania: Promoção da Cultura Popular e Tradicional (12 projetos, com R$ 40 mil para cada); Proteção e Promoção das Culturas Indígenas (12 projetos, com R$ 20 mil para cada); Proteção e Promoção das Culturas Negras (12 projetos, com R$ 40 mil para cada); Proteção das Manifestações Culturais com Temática LGBT (12 projetos, com R$ 40 mil para cada); Saraus Culturais (10 projetos, com R$ 40 mil para cada); Hip Hop (14 projetos, com R$ 40 mil para cada); e Economia Criativa – Estudos sobre Economia Criativa e Economia da Cultura, Moda, Gastronomia, Artesanato, Cultura Digital e Games (12 projetos, com R$ 30 mil para cada).

Por fim, em junho, abrem os editais ligados ao campo Multidisciplinar: Aprimoramento Artístico (10 projetos, com R$ 20 mil para cada); Ações de Internacionalização das Produções Artísticas (15 projetos, com R$ 38 mil para cada); Território das Artes (16 projetos, com R$ 100 mil para cada); Projetos Culturais para Artistas Residentes em Pequenos Municípios do Estado de São Paulo (16 projetos, com R$ 20 mil para cada); Artes Integradas (10 projetos, com R$ 40 mil para cada); e Publicações Culturais (4 projetos, com R$ 40 mil para cada).

Todos os editais são publicados no Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br) e também são disponibilizados no site www.proac.sp.gov.br.

Bienal do Mercosul ocorre em vários pontos de Porto Alegre e Pelotas +

A 11ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul ocorre entre 06/04/18 e 03/06/18 apresenta obras de mais de 70 artistas com trabalhos expostos em diferentes museus e espaços culturais de Porto Alegre e de Pelotas, no Sul do Estado. Sob o título "O Triângulo Atlântico", a edição que foi adiada no ano passado, por falta de recursos. Apesar do intervalo maior, a Bienal do Mercosul está de volta com um olhar sobre o triângulo que, há mais de 500 anos, interliga os destinos entre América, África e Europa, sob curadoria do alemão Alfons Hug com a curadora adjunta Paula Borghi.

Entre as propostas da temática também está enfatizar a arte africana e afro-brasileira, conforme destacou o presidente da Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, em entrevista ao Correio do Povo.

Na Capital, abrigam o evento quatro espaços localizados no Centro Histórico e um no bairro Menino Deus: o Margs, o Memorial do RS, o Santander Cultural (todos na Praça da Alfândega), a Igreja Nossa Senhora das Dores (R. dos Andradas, 587) e a Comunidade Quilombola do Areal (Av. Luiz Guaranha, 2). Já em Pelotas, as atividades serão realizadas na Casa 6, que fica na Praça Coronel Pedro Osorio, nº 6.
|
Mais informações:
www.fundacaobienal.art.br/11bienal

Museu de Arte Sacra promove ciclo de palestras sobre Arte Moderna +

O Museu de Arte Sacra promove uma grade de palestras sobre "Arte Moderna" com a Profª. Drª. Vanessa Beatriz Bortulucce. O ciclo de palestras pretende abordar aspectos essenciais sobre análise de imagem através de uma reflexão aprofundada de obras fundamentais da História da Arte. A cada palestra, uma obra especial, analisada em seus aspectos formais e iconográficos, de modo interdisciplinar, em um olhar histórico, social e antropológico.

Cronograma:
06/04 - O Grito, de Edvard Munch
04/05 - Composição VII, de Wassily Kandinsky
01/06 - Guernica, de Pablo Picasso

Horário: das 18h às 20h. Investimento das palestras: R$ 150,00 (total) ou R$ 70,00 por palestra. Inscrições pelo e-mail mfatima@museuartesacra.org.br ou tel. (11) 5627-5393
-
Vanessa Beatriz Bortulucce é Pós-doutora pelo Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP. Graduada em História pela Universidade Estadual de Campinas (1997), Mestra em História da Arte e da Cultura pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e Doutora em História Social pela Universidade Estadual de Campinas (2005), é docente nas seguintes instituições: Centro Universitário Assunção (UNIFAI), Universidade São Judas Tadeu e Museu de Arte Sacra de São Paulo. Tem experiência na área de História da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: Arte Sacra, Arte Moderna, Arte Contemporânea, Futurismo Italiano, Umberto Boccioni, Estética dos regimes totalitários, História em Quadrinhos, História do Design, Teoria da Comunicação, Cinema, Indústria Cultural, tradução. Pesquisadora independente, possui em seu currículo artigos e livros que abordam a análise da imagem, em seus mais variados contextos.
|
Mais informações:
Museu de Arte Sacra de São Paulo
Luz: av. Tiradentes, 676, Metrô Tiradentes.
Estacionamento gratuito (ou alternativa de acesso): Rua Jorge Miranda, 43

Carla Juaçaba é convidada a projetar capela na Bienal de Arquitetura de Veneza +

A arquiteta brasileira Carla Juaçaba é convidada a integrar uma seleção de dez profissionais do mundo que projetarão uma Capela na 16ª edição da Bienal de Arquitetura de Veneza, que acontece entre 26/05/18 e 25/11/18. Essa categoria marca a primeira participação do Vaticano na Bienal, que promove as visitas públicas às construções na Isla de San Giorgio Maggiore, ao lado da famosa basílica do arquiteto Andrea Palladio, de 1573. A intenção do Vaticano é que sejam desmontadas ao final da mostra, e reconstruídas nas comunidades italianas que sofreram com os terremotos dos últimos dois anos.
Entre os selecionados também estão os arquitetos premiados com o Pritzker Eduardo Souto de Moura (Portugal) e Norman Foster (Inglaterra), além dos sul-americanos Smiljan Radic (Chile) e Javier Corvalán (Paraguai). A seleção integra com Flores & Prats (Espanha), Francesco Celini (Italia), Sean Godsell (Australia), Andrew Berman (Estados Unidos) e Teronobu Fujimori (Japão). A curadoria ficou a cargo de Francesco Dal Co, crítico e historiador de arquitetura e editor da revista Casabella.
|
Abertura Especial para os participantes: 23/5
Vernissage oficial: 24 e 25/5
Visitação pública: entre 26/5 e 25/11
|
www.labiennale.org/it

Prêmio Hugo Boss de 2018 anuncia seis finalistas +

O Prêmio Hugo Boss de 2018 anuncia seus seis finalistas, cujas origens e práticas variam desde a África Ocidental e Central à América do Norte. A diretora artística e curadora chefe do Museu Solomon R. Guggenheim (NY), Nancy Spector, anunciou os indicados, exaltando-os por “explorar questões sociais urgentes e fornecer novo vocabulário artístico para examinar temas pessoais e universais”.

São eles: Bouchra Khalili, de Casablanca (Marrocos) e vive e trabalha em Berlim e Oslo; Simone Leighm, de Chicago e reside no Brooklyn; Teresa Margolles, de Sinaloa (México) e vive na Cidade do México; Emeka Ogboh, nascida em Enugu (Nigéria) e atualmente mora em Lagos e Berlim; Frances Stark, de Newport Beach (Califórnia) e reside em Los Angeles; e Wu Tsang, de Worcester (Massachusetts) e também vive em Los Angeles.

O prêmio bienal, administrado pela Fundação Solomon R. Guggenheim, foi lançado em 1996 para “reconhecer a excelência nas artes visuais”. A premiação é uma das maiores em espécie (US $ 100 mil) oferecido a artistas que trabalham no campo da arte contemporânea. Os vencedores do passado incluíram Tacita Dean, Emily Jacir, Hans-Peter Feldmann, Danh Vo, Paul Chan e Anicka Yi.

O vencedor, que ainda será anunciado este ano, também terá destaque com uma exposição individual no museu em 2019. O júri internacional é composto por Nancy Spector, Dan Fox, co-editor da revista Frieze; Sofía Hernández Chong Cuy, curadora da Colección Patricia Phelps de Cisneros; Bisi Silva, diretora artística do Centro de Arte Contemporânea de Lagos; Susan Thompson, curadora associada do Guggenheim; e Joan Young, diretora de assuntos curatoriais do Guggenheim.

A seleção dos artistas indicados ao Hugo Boss Prize e a escolha final do vencedor parece ser influenciada pela turbulência política do momento. Em um comunicado, os jurados disseram que estão atentos a como cada artista “persegue inquéritos profundamente existenciais nas lutas individuais, bem como aqueles com ressonâncias sociais mais amplas e demonstram um compromisso de trazer a arte para o centro dos debates oportunos na sociedade”.