destaques
conteúdo
publicidade
curtas

Chapel Art Show chega à sua 46º edição e comemora 50 anos +

A Chapel Art Show chega à sua 46º edição entre 19/10/17 a 25/10/17 e celebra seus 50 anos de existência e história de exposições de arte promovidas pela Chapel School, em São Paulo. Nesse ano, a exposição traz cerca de 100 artistas convidados entre diferentes técnicas e estilos, além de homenagear o artista de renome da arte brasileira, o fotógrafo German Lorca. Além das obras em exposição, serão ministradas ações especiais e educativas, que propõe reflexão e prática sobre as artes visuais, voltadas aos alunos, à comunidade Chapel School e ao público em geral através do Programa Educativo. Curadoria de Adriana Rede.

Todos os trabalhos estão disponíveis para venda, e por seu perfil beneficente, o artista participa diretamente do processo e com isso ganha também o comprador, através do acesso a obras de arte diferenciadas, a valores justos.

Participam Adriana Conti Melo, Adriana Jobim, Alex Cerveny, Alexandre Frangioni, Almandrade, AnnemieW, Antonio Henrique Amaral, Argos Seleme, Betina Samaia, Bia Black, Caciporé Torres, Cassio Vasconcelos, Célia Macedo, Celso Orsini, Christophe Spoto, Claudio Tozzi, Cris Rocha, Cristina Canale, Cristina Sá, Dan Fialdini, Dirceu Maués, Duda Covett, Duda Rosa, Eduardo Srur, Elaine Pessoa, Ewely Branco, Fabio Cardoso, Fausto Chermont, Fernanda Frangetto, Fernando Araujo, Fernando Lemos, Galeno, Gisela Heuchert, Gregório Gruber, Henrique Lorca, Hugo Curtio, Jaime Prades, Jean Manzon, João Carlos de Souza, José Spaniol, Juan Esteves, Katia Canton, Kika Lewy, Laura Porcelli, Lúcio Tamino, Lucas Lenci, Luiz Martins, Luiz Paulo Baravelli, Maria Luisa Editore, Marcelo Solá, Marco Stellato, Marcos Vinícius, Mari Queiroz, Maria Villares, Marina Klink, Marlene Stamm. Miro, Monica Reis, Nelson Leirner, Neno Ramos, Nico Ceva, Nido Campolongo, Pablo di Giulio, Patricia Furlong, Paulo Von Poser, Penna Prearo, Peticov, Regina Carmona, Ronaldo Calixto, Rubens Matuck, Saint Clair Cemin, Sergio Fingermann, Shirley Paes Leme, Solange Sandoval, Thereza Salazar, Ulisses Bôscolo, Vitor Mizael, Yara Dewachter, Yutaka Toyota e Zed Nesti.
|
Mais informações:
Chapel School | Escola Maria Imaculada
Chácara Flora: r. Vigário João de Pontes, 537, tel. (11) 2101-7480 - São Paulo, SP.

Primeira edição da Feira Livre de Arte Contemporânea ocorre em Belo Horizonte +

A primeira edição da Feira Livre de Arte Contemporânea (FLAC) ocorre entre 27 e 29/10/17 no espaço CentoeQuatro, em Belo Horizonte. Iniciativa pioneira neste formato tem como objetivo a criação de oportunidade de exposição e venda de obras de arte, com ampliação do acesso do público aos contextos de produção e circulação das Artes Visuais.
A FLAC recebeu 185 inscrições, por uma comissão curadora formada por Ana Luiza Teixeira Neves, Jorge Cabrera Gómez e Sara Moreno Rocha, que analisou as propostas e selecionou 65 participantes. Para a seleção, foram considerados aspectos como o corpo da obra e seu estágio de desenvolvimento conceitual e técnico, a experimentação e hibridação características da arte contemporânea, avaliando a qualidade na perspectiva da construção de produções com estilo e características próprias.
A Feira Livre de Arte Contemporânea é realizada pela AKALA, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte – Fundação Municipal de Cultura, com o apoio do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais e o patrocínio do Instituto Unimed-BH e da MGS.
|
Lista de artistas participantes:
Alexandre Junior, Álvaro Tomé, Baba Jung, Binho Barreto, Bruno Duque, Carol Peso, CATAPRETA, Christine Pereira, Comum, Cyro Almeida, Daniel Bilac, Daniel de Carvalho, Daniel Jack, Daniela Paoliello, Estandelau, Fabíola Tasca, Fernanda Fernandes, Fernando Medeiros, Fernando Poletti, Fred Paulino, Gabriel Nast, Gabriela Brasileiro, Gilmara Oliveira, Giulia Puntel, Guilherme Bergamini, Humberto Mundim, Isabela Prado, Jade Marra, Juliana Gontijo, Lamounier Lucas, Leo Piló, Leonardo Costa Braga, Lucas Erro, Luana Vitra, Luísa Horta, Maira Públio, Maíse Couto, Marcel Diogo, Maria do Céu Diel, Max Henrique, Mirele Brant, Morgana Mafra, Noemi Assumpção, O SOMOS, Olívia Viana, Paulo Nazareth, Pedro Mendes, Pedro Ninja, Rafael Perpétuo, Raphael Ferreira, Rezm Orah, Ricardo Burgarelli, Rodrigo Mogiz, Rosceli Vita, Ruy Souza Filho, Samuel Wenceslau, Scheilla SSol, Sérgio Arruda, Skap, The Innernettes, Thiago Alvim, Thyana Hacla, Vanessa Cunha, Vitor Novato e ZEZIN.
|
Feira Livre de Arte Contemporânea
CentoeQuatro
Centro: pça. Rui Barbosa, 104 –Belo Horizonte, MG
www.flac.art.br

Mostra 3M de Arte Digital chega à 7ª edição no Largo da Batata (SP) +

A 7ª edição da Mostra 3M de Arte Digital ocorre entre 03/11/17 e 03/12/17 com ocupação de obras de diversos artistas numa galeria a céu aberto no alrgo da Batata, em Pinheiros (SP). A edição conta com a participação de Guto Lacaz, Giselle Beiguelman, Maurizio Zelada, Alexis Anastasiou e da dupla Gisela Motta e Leandro Lima que apresentaram trabalhos inéditos, que têm, em comum, aspectos interativos, emocionais, poéticos e de reflexão. O Largo da Batata foi escolhido porque é uma área revitalizada que integra o esforço da sociedade civil para transformar a cidade em um espaço de convívio e de ocupação do cidadão.
O catálogo da exposição, com informações completas sobre as obras, artistas, e o programa pedagógico terão recursos interativos e poderão ser vistos no celular, por meio do aplicativo mostra 3m de arte digital, ou no site www.mostra3mdeartedigital.com.br ; assim como as redes sociais.
|
Art Supermarket – todos os dias das 8h às 20h (até 03/12);
03, 04 e 05 e 08 a 12/11, das 20h às 22h - Encontros com a cidade, humanos e batatas (video mapping);
container.art – todos os dias das 8h às 20h (até 03/12);
|
Mais informações:
Largo da Batata, bairro de Pinheiros - São Paulo/SP
Horários de funcionamento: 24 horas, exceto nas instalações.

Art Weekend São Paulo chega à 2ª edição com 54 galerias brasileiras +

A 2ª edição do Art Weekend São Paulo ocorre entre 11 e 12/11/17 em diferentes locais da cidade de São Paulo, com uma programação pensada por 54 galerias brasileiras com uma ampla agenda com atividades diversas, tais como performances, lançamento de livros, visitas guiadas e conversas com artistas e curadores. Organizado pela Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT), o evento conta com a grande novidade da participação de galerias de fora da cidade, onde vários espaços paulistanos oferecem parte de suas instalações a galerias parceiras.
O Art Weekend São Paulo foi criado com objetivo de ampliar o público das galerias de arte da cidade para além dos frequentadores usuais. Entendemos que o evento é um incentivo para que as visitantes circulem e tenham contato com as obras, os artistas e toda uma programação especial e de qualidade pensada para a ocasião.

No sábado, o evento ocorre das 11h às 20h; no domingo, das 12h às 18h. Serão ao todo 41 pontos de visitação, organizados em circuitos que se dividirão de acordo com a localização e a programação das galerias.

Confira as galerias participantes
|
A Gentil Carioca (Rio de Janeiro) | Almeida e Dale Galeria de Arte | Andrea Rehder Arte Contemporânea | Arte57 |ArtEEdições Galeria | Arte Hall | Athena Contemporânea (Rio de Janeiro) | Art Lab Gallery | Baró Galeria | BFA Boatos Fine Arts* | Blau Projects | Boiler Galeria (Curitiba) | Carbono Galeria | Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea | Casa Triângulo | Celma Albuquerque (Belo Horizonte) | Central Galeria | Dan Galeria | Fortes D'Aloia & Gabriel |Galeria Berenice Arvani** | Galeria Bolsa de Arte | Galeria Caribé | Galeria Cavalo (Rio de Janeiro) | Galeria Eduardo Fernandes | Galeria Estação | Galeria Houssein Jarouche | Galeria Jaqueline Martins | Galeria Leme | Galeria Lume | Galeria de Arte Mamute (Porto Alegre) | Galeria Marcelo Guarnieri | Galeria Marília Razuk | Galeria Mario Cohen | Galeria Millan | Galeria Nara Roesler | Galeria Raquel Arnaud | Galeria Rabieh | Galeria Vila Nova | Galeria Virgílio | Janaina Torres Galeria | Lombardi Galeria | Luciana Brito Galeria | Luciana Caravello Arte Contemporânea (Rio de Janeiro) | Mendes Wood DM | Mercedes Viegas Arte Contemporânea (Rio de Janeiro) | Pinakotheke | Portas Vilaseca Galeria (Rio de Janeiro) | Sé Galeria | Soma Galeria (Curitiba) | Silvia Cintra + Box4 (Rio de Janeiro) | Vermelho | Via Thorey Galeria (Vitória) | Galeria Ybakatu (Curitiba) | Zipper Galeria
-
Ação galerias recebem galerias, parcerias confirmadas:

1. Fortes D'Aloia Gabriel recebe A Gentil Carioca (Rio de Janeiro)
2. Galeria Raquel Arnaud recebe Ybakatu (Curitiba)
3. Galeria Jaqueline Martins recebe Athena Contemporânea (Rio de Janeiro)
4. Vermelho recebe Silvia Cintra + Box4 (Rio de Janeiro)
5. Galeria Leme recebe Luciana Caravello Arte Contemporânea (Rio de Janeiro)
6. Blau Projects recebe Portas Vilaseca Galeria (Rio de Janeiro)
7. Galeria Estação recebe Mercedes Viegas Arte Contemporânea (Rio de Janeiro)
8. Galeria Bolsa de Arte recebe Celma Albuquerque (Belo Horizonte)
9. Galeria Virgílio recebe Via Thorey Galeria (Vitória)
10. Galeria Caribé recebe Galeria de Arte Mamute (Porto Alegre) e Boiler (Curitiba)
11. Andrea Rehder Arte Contemporânea recebe SOMA Galeria (Curitiba)
12. Central Galeria recebe Galeria Cavalo (Rio de Janeiro).

Obras do chinês Ai Wiewei decepcionam em Londres +

As obras do artista chinês Ai Weiwei foram a grande decepção do leilão de arte contemporânea da Philip’s na última sexta-feira, 6/10, simultaneamente à feira de arte Frieze. Apesar de uma substancial arrecadação de cerca US$ 31,6 milhões e 94% dos lotes vendidos, “Mapa da China” (2008) e “Coca-Cola” (2012), ambas de Ai Weiwei, foram vendidas por preços abaixo da estimativa. Comprada na Christie’s em maio de 2016 por US$ 2,5 milhões e vendida agora por cerca de US$ 790 mil... Em maio de 2015, “Coca-Cola” apareceu na mesma Philip’s avaliada em US$ 400 mil, mas foi vendida agora por US$ 297 mil.

9ª Feira Parte divulga lista de expositores +

A 9ª edição da paulistana feira Parte, dirigida por Carmen Schivartche, Lina Wurzmann e Tamara Perlman, divulgou no site do evento a lista de expositores em 2017. São Galerias e grupos de artistas provenientes de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Vitória, Florianópolis, Fortaleza, Curitiba, Barueri e Buenos Aires. A feira acontece entre 8 e 12/11 no Salão Marc Chagall do Clube A Hebraica. A feira traz duas novidades este ano: abriu as portas para ateliês e grupos de artistas independentes e também criou um pequeno segmento para galerias selecionadas pelo curador Douglas de Freitas, que selecionou as paulistanas Baró Galeria, Casa Triângulo, Millan e Vermelho. Veja abaixo a lista de expositores da 9ª feira Parte
#
55SP (São Paulo)
Adelina Galeria (São Paulo)
Almacén Thebaldi Galeria (Rio de Janeiro)
Andrea Rehder Arte Contemporânea (São Paulo)
AR Escritório de Arte (Barueri, SP)
Arte Hall (São Paulo)
Ateliê Ale (São Paulo)
Aura Arte Contemporânea (São Paulo)
Baró Galeria (São Paulo)
BG 27 (São Paulo)
Buenos Aires Fine Arts (Buenos Aires)
Casa Jacarepaguá (São Paulo)
Casa Triângulo (São Paulo)
Coletivo Rifa (São Paulo)
Emma Thomas (São Paulo)
Fólio (São Paulo)
Gachi Prieto (Buenos Aires)
Galeria Base (São Paulo)
Galeria Contempo (São Paulo)
Galeria de Arte Beatriz Abi-Acl (Belo Horizonte)
Galeria Millan (São Paulo)
Galeria Murilo Castro (Belo Horizonte)
Galeria Nicoli (São Paulo)
Galeria Vermelho (São Paulo)
Galerie Brésil (São Paulo)
Grupo Aluga-se (São Paulo)
Grupo Pigmento (São Paulo)
Hilda Araújo Escritório de Arte (São Paulo)
J. B. Goldenberg Escritório de Arte (São Paulo)
Jackie Shor Arte (São Paulo)
Janaína Torres Galeria (São Paulo)
Myrine Vlavianos Arte Contemporânea (Florianópolis)
Pabellon 4 Arte Contemporaneo (Buenos Aires)
Papel Assinado (São Paulo)
RV Cultura e Arte (Salvador)
Sem Título Arte (Fortaleza)
Sérgio Gonçalves Galeria (Rio de Janeiro)
Trapézio Galeria (São Paulo)
Via Thorey Galeria (Vitória)
Zilda Fratelli Galeria de Arte (Curitiba)

Unibes Cultural promove curso sobre a Fotografia Moderna e German Lorca +

A Unibes Cultural promove o a partir de 10/10/17 o Curso Fotografia Moderna Brasileira: German Lorca, ministrado pela Profa. Dra. Daniela Maura Ribeiro. O curso debate a obra do fotógrafo paulistano German Lorca nas diversas etapas de sua carreira, observando-se sua importância para a fotografia moderna brasileira. Entre os assunto estão a adolescência e seus retratos familiares com a primeira câmara fotográfica que teve (Kodak Bullet 127); o aprendizado e atuação no Foto Cine Clube Bandeirante (1948-1952), despontando como um dos pioneiros da fotografia moderna brasileira; as reportagens (como aquelas sobre o IV Centenário e sobre Nelson Rockefeller, além de álbuns de casamento) e a dedicação à fotografia publicitária, com foco na produção dos anos de 1960/70. E a fotografia autoral de Lorca, a partir dos anos 1990.
|
Datas: 10, 17, 24 e 31/10, das 15 às 17h – terças-feiras.
Investimento: R$ 217,00 em até 3 vezes.
|
Mais infromações:
Unibes Cultural
Sumaré: r. Oscar Freire, 2.500, estação Sumaré do Metrô, tel. (11) 3065-4333.
www.unibescultural.org.br

SP-Arte/2018 anuncia datas e inscrições para sua 14ª edição +

A SP-Arte/2018 já tem data marcada e acontece entre 12 e 15/04/2018, com preview para convidados no dia 11/04. As galerias interessadas em participar da 14ª edição já podem acessar o application e se inscrever até o dia 31/10/17.

Além de agenda de eventos e exposições pela cidade, a SP-Arte preenche mais uma vez o Pavilhão da Bienal com cinco espaços. Abarcados na categoria Arte do application, há os setores Geral, Solo e Repertório e um outro ambiente, dedicado ao Design. O application está aberto para todos os espaços, exceto o setor Performance – exclusivamente sob os cuidados da curadora Paula Garcia.

Todos os pedidos serão analisados pelos organizadores da SP-Arte e por um Comitê de Seleção, que inclui também os curadores Jacopo Crivelli Visconti e Luiza Teixeira - dos setores Repertório e Solo, respectivamente – e farão parte da seleção dos que aplicarem para seus espaços.

A lista de expositores de 2018 será divulgada em dezembro de 2017, no site da SP-Arte. Em caso de dúvidas, entre em contato através do e-mail: application@sp-arte.com.
|
Mais Informações:
SP-Arte/2018
Parque do Ibirapuera: av. Pedro Álvares Cabral, s/n°, portão 3. São Paulo -SP.
www.sp-arte.com

20º Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil anuncia premiados +

O 20º Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil concedeu três prêmios de aquisição para obras em vídeo, um prêmio especial em dinheiro, além de cinco prêmios de residência artística, durante cerimônia em 08/08/17 no Teatro do Sesc Pompeia em São Paulo.

Os prêmios, que têm como objetivo contemplar e estimular o desenvolvimento de artistas com uma produção instigante, independentemente de linguagens e meios utilizados, foram atribuídos pelo júri formado por curadores convidados e representantes dos programas de residência. Participaram do júri: Ika Sienkiewicz-Nowacka (Grécia/Polônia), Jennifer Lange(EUA), Katharina von Ruckteschell-Katte (Alemanha), Lisette Lagnado (Congo/Brasil),Mami Katsuya (Japão), Maria Catarina Duncan (Brasil), Marina Fokidis (Grécia), Pablo León de la Barra (México) e Salah M. Hassan (Sudão/EUA).

Para esta edição, a artista brasileira Flavia Ribeiro assinou a escultura-troféu, feita como um pássaro de bronze que cabe na palma da mão, remetendo simultaneamente a ideias de delicadeza e liberdade. As dimensões reduzidas, o ouro e o veludo produzem a sensação de um gesto pequeno e sutilmente precioso, que a artista relaciona à generosidade na criação artística e no olhar que acolhe, distingue e premia.

O 20º Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil fica em cartaz até 14/01/2018, no Sesc Pompeia, com exposição de obras, programa de vídeos, aulas abertas, encontros e conversas com artistas e curadores.Veja abaixo a relação dos prêmios e dos artistas premiados:
|
Prêmios de Aquisição Acervo Sesc de Arte. Os seguintes artistas receberão R$ 25 mil cada um, e seus trabalhos passarão a integrar o acervo de arte contemporânea da instituição:

Bárbara Wagner & Benjamin de Burca (Brasil/ Alemanha), obra Faz que vai (2015, vídeo);
Filipa César (Portugal/ Alemanha), obra Transmission from the Liberated Zones (2015, vídeo);
Quy Minh Truong (Vietnã), obra Vuon Bau Xanh Tuoi (2016, vídeo).
-

Prêmio O.F.F. Prêmio de R$ 25 mil concedido pela fundação Ostrovsky Family Fund (EUA, Israel, Brasil) a Jaime Lauriano (Brasil), obras Morte Súbita (2014, vídeo) e O Brasil (2014, vídeo).
-

Prêmios de residência artística. Cinco artistas foram contemplados e realizarão intercâmbios de dois meses, entre 2018 e 2019, com passagem aérea, acomodação e per diem incluídos:

Graziela Kunsch (Brasil), obras Ensaio Ilú Obá de Min (2015, video) e Escolas (2016, video):Ujazdowski Castle Centre for Contemporary Art (Polônia);

Engel Leonardo (República Dominicana), obra Pisos (2017, instalação): Kyoto Art Center(Japão);

La Decanatura (Colômbia), obra Centro Espacial Satelital de Colombia (2015, vídeo): Pro Helvetia(Suíça);

Emo de Medeiros (França/ Benim), obras Kaleta/Kaleta (2013-2017, videoinstalação em três canais) e Vodunaut #009, Vodunaut #010, Vodunaut #011(da série Vodunaut, 2016-2017, instalação):Residência Vila Sul do Goethe-Institut (Brasil);

Natasha Mendonca (Índia), obras Ajeeb Aashiq (2016, filme) e Trance (2016, video): Wexner Center for the Arts (EUA).
-
Menção honrosa para Andrés Padilla Domene (México/França), obra Ciudad Maya (2016, vídeo).
|
Mais informações:
Sesc Pompeia
Pompeia: r. Clélia, 93. Tel. (11) 3871-7700.
www.festivalsescvideobrasil.org.br

Bruno Miguel, Leonilson e outros brasileiros no exterior +

O fotógrafo paulistano Caio Reisewitz participa da mostra “Library of Love” no Cincinatti Contemporary Arts Center, em Ohio (EUA) até 5/8/2018. Reisewitz participa ainda da mostra “What's Up - The Americas”, no LVH Arts, em Londres, até 4/11.
|
O carioca Jarnas Lopes (Galeria Luisa Strina) participa da mostra coletiva “Boa-Sorte”, uma curadoria de Elfi Turpin e Filipa Oliveira para o Forum (Fundação Eugenio de Almeida), em Evora (Portugal) até 15/10.
|
Cinthia Marcelle e Tiago Mata Machado participam da 5ª Biennale de Lubumbashi (“Rencontres Picha”), no Musée National de Lubumbashi, no Congo, entre 7/10 e 15/4/2018.
|
A artista paulistana Lucia Koch (Galeria Vermelho) participa da mostra “No More Things” na Christopher Grimes Gallery, em Santa Monica, na Califórnia (EUA), entre 9/9 e 28/10. Koch participa ainda da mostra “Learning From Latin America: Art Architecture and Visions of Modernism”, na Los Angeles Municipal Art Gallery, entre 10/9 e 27/1/2018.
|
Felippe Moraes está na mostra coletiva “Flat Image”, em cartaz na Exhibit Gallery, em Londres, entre 28/9 e 28/10, em que apresenta um desenho da série “Geometris Aritmética”. Participam ainda os artistas Olivia Bax, Nicky Coutts, Theodore Ereira-Guyer, Sam Llewellyn-Jones e Jorge Santos. O artista inaugurou recentemente ainda a obra "Monumento a Euclides", uma obra site-specific em meio à floresta da cidade de Slanic Moldova, nas montanhas da Romênia, resultado da residência In Context - Slanic Moldova 2017.
O carioca Bruno Miguel realiza a mostra individual “Seduction and Reason” na Sapar Contemporary, em Nova York, entre 29/9 e 5/11, com texto crítico de Aliza Edelman.
|
“José Leonilson: Empty Man”, em cartaz na Americas Society, em Nova York, até 3/2/2018, é a primeira mostra retrospectiva do artista cearense, ícone da produção brasileira de arte contemporânea a partir dos anos 80 e que morreu em 1993, vitimado pela Aids. A mostra exibe cerca de 50 pinturas, desenhos e bordados. A mostra tem curadoria de Cecilia Brunson, Gabriela Rangel e Susanna V. Temkin. O catálogo desenhado por Garrick Gott traz textos dos curadores e também de Jenni Sorkin (University of California at Santa Barbara), Luis Enrique Pérez Oramas (curador independente) e Yuji Kawasima (Universidad Complutense de Madrid).
|
Vivian Caccuri (Galeria Leme) participa da mostra “Sonic Rebellion”, uma curadoria de Jens Hoffmann, Susanne Feld Hilberry e Robin K. Williams em cartaz no MOCAD Detroit, nos EUA, até 7/1/2018. Caccuri estará ainda na mostra “Buried in The Mix”, curadoria de Bhavisha Panchia em cartaz no MEWO Kuntshalle, em Memmingen, na Alemanha, entre 23/9 e 23/10. www.mewo-kunsthalle.de. Entre 5/10 e 5/11, Caccuri participa da coletiva “Charivaria”, entre 16/10 e 28/01/2018, no CentroCentro (Centro Cibeles de Cultura y Ciudadania), em Madri, na Espanha, com curadoria de José Luis Espejo e Andrea Zarza. A artista participa ainda em outubro, ao lado de Cabelo, Jarbas Lopes, Laura Lima e Rodrigo Torres, da mostra “Art of the Treasure Hunt: The Grand Tour”, uma curadoria de Kasia Redzisz, na Toscana (Itália). www.arthunt.com.
|
A artista mineira Mabe Bethônico participa da 9ª Bienal de Arte Contemporânea de Ottignies-Louvain-la-Neuve, na França, até 10/12/2017.
|
A dupla Detanico Lain participa da mostra “Flatland / Abstractions Narratives #2”, no Mudan, em Luxemburgo, entre 7/10 e 15/4/2018.
|
Daniel Moreira, Debora Mazloum, Hugo Rodrigues Cunha, Isaura Pena, Júnia Penna, Nena Balthar, Rita Castro Neves, Susana Anágua e Vanda Madureira participam da mostra “Jardim Atlântico”, uma curadoria de Malu Fatorelli e António Alaio em cartaz entre 29/9 e 29/10 no Colégio das Artes de Coimbra, em Portugal (www.uc.pt/colegioartes). O Projeto Jardim Atlântico reúne os artistas dos programas de Pós- Graduação do Colégio das Artes de Coimbra e do Instituto de Artes da Universidade de Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e apresenta-se no formato de uma residência artística virtual – laboratório com coordenação e curadoria de Malu Fatorelli e António Olaio. A pesquisa artística encontra paralelos históricos e geográficos no Projeto Jardim Atlântico formulado a partir de aproximações entre a Exposição Link no Museu Botânico da Universidade de Coimbra e o Projeto PlantaBaixa no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
|
Paulo Bruscky, Mario Ramiro, Hudinilson Jr., Gabriel Borba, Mário Ishikawa e Letícia Parente participam da mostra “Xerografia: Copyart in Brazil, 1970–1990”, que acontece na Robert and Karen Hoehn Family Galleries, na Universidade de San Diego, na Califórnia, entre 15/9 e 16/12/17. Curadoria de Erin Aldana. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
O artista plástico goiano Siron Fraco realiza a mostra individual “Caution Fragile” na galeria de arte da Embaixada do Brasil em Londres a partir de 3/10. Curadoria de Rogério Ghesti.
|
O mineiro Cao Guimarães (Galeria Nara Roesler) participa da coletiva “Jaguar and Electric Eels”, na Julia Sroschek Collection, em Berlim, na Alemanha, entre 4/2 e 26/11; da mostra “Eye”, em Amsterdã, na Holanda, entre 16/9 e 3/12.
Artur Lescher (Galeria Nara Roesler) participa da coletiva “Porticus” no Palais d'Iéna, em Paris, entre 16 e 25/10.
|
Tamar Guimarães, Carla Zaccagnini e Runo Lagomarsino apresentam obras na mostra coletiva “A Universal History of Infamy”, no Los Angeles County Museum of Art (LACMA), e no 18th Street Arts Center, ambos em Los Angeles (EUA), entre 20/8 e 18/2/2018. Zaccagnini A artista paulistana terá ainda obras expostas no MAK Center for Art and Architecture, entre 9/9 e 14/1/2018, e na mostra “How to Read El Pato Pascual: Disney’s Latin America and Latin America’s Disney”, na Schindler House, em West Hollywood, entre 9/9 e 14/1/2018. As mostras fazem parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
Rafael Assef, Dora Longo Bahia, Rodrigo Braga, Lia Chaia, Carmela Gross, Cinthia Marcelle, Odires Mlászlo, Marcelo Moscheta, Rosangela Rennó e Ana Maria Tavares (Galeria Vermelho), Caio Reisewitz, Regina Silveira, Rochelle Costi (Luciana Brito Galeria), Laura Lima, Marcius Galan, Marepe, Cildo Meireles, Pedro Motta (Luisa Strina), Albano Afonso, Nazareth Pacheco e Sandra Cinto (Casa Triângulo) e Keila Alaver participam da mostra “Past/Future/Present: Contemporary Brazilian Art from the Museum of Modern Art”, no Phoenix Museum, em Arizona (EUA), entre 1/9 e 31/12/17. Curadoria de Vanessa Davidson e Cauê Alves A exposição será a primeira grande apresentação de obras da coleção do Museu de Arte Moderna, São Paulo (MAM-SP), nos EUA.
|
Eduardo Abaroa, Jonathas de Andrade, Leonor Antunes, Alexander Apóstol, Alexandre Arrechea, Ramiro Chaves, Felipe Dulzaides, Carlos Garaicoa, Terence Gower, Tamar Guimarães, Lucia Koch, Runo Lagomarsino, Renata Lucas, Lais Myrrha, Manuel Piña, Mauro Restiffe, Beto Shwafaty, Melanie Smith, Tercerunquinto, Clarissa Tossin e Héctor Zamora participam da mostra “Condemned To Be Modern” no LAMAG (Los Angeles Municipal Art Gallery). A mostra tem curadoria de Clara Kim (que é uma das senior curators da Tate) e acontece entre 10/9 e 28/1/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana. http://www.lamag.org/
|
“Mira Schendel. Sarrafos and Black and White Works” apresenta na sede de Nova York da Hauser & Wirth Gallery, entre 7/9 e 21/10, obras das séries “Sarrafos” (1987) e “Brancos e Pretos” (1985-1987). A mostra foi organizada por Olivier Renaud-Clément com a colaboração da galeria paulistana Bergamin & Gomide.
|
Alice Miceli (Galeria Nara Roesler) participa da mostra coletiva “The Materiality of the Invisible”, na Jan van Eyck Academie, em Maastricht, na Holanda, entre 30/8 e 26/11.
|
Mauro Restiffe (Fortes D’Aloia & Gabriel) participa da coletiva “Doubles, Dobros, Pliegues, Pares, Twins, Mitades”, que acontece na The Warehouse, em Dallas, nos EUA, entre 10/7 e 29/12/17.
|
Tamar Guimarães participa no LACMA (Los Angeles County Museum of Art) da mostra “A Universal History of Infamy”, em que apresenta um novo vídeo. A mostra segue até fevereiro de 2018. http://www.lacma.org/art/exhibition/universal-history-infamy
|
Clara Ianni e Debora Maria da Silva participam da mostra “Talking to Action:
Art Pedagogy, and Activism in the AmericasVirtues of Disparity”, que acontece na Ben Maltz Gallery at Otis College of Art and Design, em Los Angeles, entre 17/9 e 10/12. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
Gisela Motta & Leandro Lima, Claudia Andujar, Cinthia Marcelle, Cao Guimarães e Berna Reale participam da mostra “Video Art in Latin America”, no LA><ART, em Los Angeles, entre 16/9 e 16/12/17. Curadoria de Glenn Phillips e Elena Shtromberg. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
A filial de Nova York da paulistana Galeria Nara Roesler realiza entre 19/9 e 19/10 a mostra “Printed Matter”, individual do artista carioca Daniel Senise. É a primeira individual do artista na cidade desde 2004. A curadoria é da Dra. Isobel Whitelegg, historiadora da arte, palestrante e professora na Universidade de Leicester.
|
Lygia Pape, Hélio Oiticica, Antonio Dias, Cildo Meireles, Regina Silveira e Thomas Farkas participam da mostra coletiva “Memories of Underdevelopment”, que acontece no Museum of Contemporary Art, em San Diego, entre 17/9 e 21/1/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
Abraham Palatnik (Galeria Nara Roesler) tem obras na mostra “Kinesthesia: Latin American Kinetic Art, 1954–1969”, no Palm Springs Art Museum, na California, entre 26/8 e 15/1/2018. Curadoria de Dan Cameron. Palatnik terá obras ainda na mostra coletiva “On the Affective Nature of Form”, no museu Reina Sofia, em Madri, até 16/10; e na mostra “Delirious: Art at the Limits of Reason, 1950-1980”, no Met Breuer, em Nova York, entre 13/9 e 14/1/2018.
|
Antonio Dias (Galeria Nara Roesler) tem obras ainda na mostra coletiva “On the Affective Nature of Form”, no museu Reina Sofia, em Madri, até 16/10.
|
As curadoras Luiza Teixeira de Freitas e Claudia Segura são as responsáveis pelo evento “ProyectosLA”, evento que reúne em Los Angeles 62 artistas de 19 galerias de toda a América Latina entre 16/9 e 28/10. Do Brasil participam Nara Roesler (com obras de Brígida Baltar, Paulo Bruscky, Antonio Dias, Julio Le Parc e Tomie Ohtake) e Vermelho (com obras de Iván Argote, Tania Candiani, Carmela Gross, Dora Longo Bahia e Nicolas Robbio).
|
Rommulo Vieira da Conceição (Casa Triângulo) participa da mostra “Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis”. A curadoria é de Patrick A. Polk e a mostra acontece no Fowler Museum da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, entre 24/9 e 15/4/2018.
Sandra Cinto (Casa Triângulo) participa da mostra coletiva “Drawing: The Beginning of Everything”, curadoria de Godin-Spaulding e Holly E. Hughes em cartaz no Albright-Knox Art Gallery, em Buffalo, entre 8/7 e 14/10.
|
Rodrigo Matheus (Fortes D’Aloia & Gabriel) realiza a mostra individual “Soft Spectacle” na Ibid Gallery, em Los Angeles, entre 9/9 e 4/11/17.
|
Eduardo Srur apresenta a mostra individual “Pets” dentro da programação da BienalSur, a partir de 10/9, em dois locais de Buenos Aires: Vuelta de Rocha, em La Boca, e e no dique Puente de la Mujer, em Puerto Madero.
|
Clarissa Tossin (Galeria Luisa Strina) realiza a mostra individual “The Mayan” no Commonwealth and Council de Los Angeles entre 9/9 e 21/10. Tossim participa da mostra coletiva “Lives Between”, uma curadoria de Sergio Edelsztein e Joseph del Pesco no Center for Contemporary Art, em Tel Aviv, entre 31/8 e 28/10. Participa ainda da coletiva “Baggage Claims”, coletiva com curadoria de Ginger Duggan e Judy Fox em cartaz no Orlando Museum of Art (Orlando, EUA), entre 15/9 e 31/12/17. Tossin tem obtras ainda na mostra “Mundos Alternos Art and Science Fiction in the Americas”, coletiva com curadoria de Tyler Stallings, Joanna Szupinska-Myers e Robb Hernández no California Museum of Photography (Riverside, EUA), entre 16/9 e 4/2/18. Nesta última participam ainda ADÁL , AZTLAN Dance Company , Guillermo Bert , Erica Bohm , Tania Candiani , Beatriz Cortez , Claudio Dicochea, Faivovich & Goldberg, Sofía Gallisá Muriente , Guillermo Gómez-Peña / La Pocha Nostra , La Gravedad de los Asuntos, Hector Hernandez, Gyula Kosice, LA VATOCOSMICO c-s, Robert “Cyclona” Legorreta, Chico MacMurtrie / Amorphic Robot Works, Marion Martinez, MASA—MeChicano Alliance of Space Artists, Jillian Mayer, Mundo Meza, Irvin Morazán, Glexis Novoa, Rubén Ortiz Torres, Rigo 23, Alex Rivera, Carmelita Tropicana, Luis Valderas, Ricardo Valverde, José Luis Vargas e Simón Vega.
|
A dupla Dias & Riedweg (Galeria Vermelho) participa da 1ª BienalSur na mostra “Ventanas”, que acontece a partir de 11/9 em dopis espaços de Buenos Aires, na Argentina: a Usina del Arte e o MUNTREF (Centro de Arte em Ecoparque). Ainda na BienalSur, a dulpa participa com a outra dupla da Galeria Vermelho, Gisela Motta & Leandro Lima, de mostra na sede Hotel dos Immigrantes da MUNTREF.
|
O artista f.marquespenteado (Mendes Wood DM) participa da mostra coletiva “Guess Who’s Coming to Dinner?”, na Freedman Fitzpatrick Gallery, em Los Angeles, entre 7/9 e 14/10.
|
Solange Pessoa (Mendes Wood DM) participa dea mostra coletiva na galeria Blum & Poe, em Los Angeles, entre 9/9 e 14/10/17.
|
A artista amazonense Rodrigo Braga (Galeria Vermelho) participa da coletiva “Visions of Nature” no museu Kunst Haus Wuien, em Viena (Áustria), entre 13/9 e 18/2/2018.
|
“Carmela Gross: The Photographer” é mostra individual no Kunsthalle Bratislava, na Eslováquia, entre 14/09 e 26/11.
|
O artista carioca Cildo Meireles (Galeria Luisa Strina) participa da mostra “Jeux, Rituels et Récréations”, exposição coletiva com curadoria de Bernard Blistène e Marcella Lista no espaço Lille3000, em Lille, na França, entre 7/9 e 5/11.
|
Jaime Lauriano (Galeria Leme) participa da mostra coletiva “How To Remain Silent” na A4 Arts Foundation, na Cidade do Cabo (África do Sul), entre 23/10 e 23/11.
|
Luiz Roque (Mendes Wood DM) participa da coletiva “Heaven”, no espaço Tramway, em Glasgow, na Escócia, entre 1/9 e 15/10. O artista terá ainda mostra individual “Modern Years” na sede da Mendes Wood DM em Bruxelas, na Bélgica, a partir de 7/9.
|
Mostra “Trazas Simultáneas” apresenta criações de Claudia Andujar, Gisela Motta e Leandro Lima, Fabio Morais e Rosângela Rennó no Espacio Cultural de la Embajada del Brasil, em Buenos Aires, entre 6/9 e 15/12.
|
“Cinthia Marcelle e Tiago Mata Machado: Divine Violence” fica em cartaz no Logan Center, em Chicago (EUA), entre 8/9 e 29/10.
|
Marcelo Cidade (Galeria Vermelho) participa da mostra “Sonic Rebellion: Music as Resistance” no Museum of Contemporary Art Detroit (MOCAD), em Detroit, no EUA, entre 8/9 e 7/1/2018.
|
O Museum of Contemporary Art de Los Angeles (moca.org) realiza entre 16/9 e 31/12 a maior retrospectiva da artista plástica ítalo-brasileira Anna Maria Maiolino já realizada fora do Brasil. Serão apresentadas pinturas, desenhos, esculturas, vídeos, performances e instalações realizadas desde os anos 60, que trabalham com questões intimistas, mas também artísticas e políticas. A curadoria é de Bryan Barcena e Helen Molesworth.
|
Ernesto Neto, Rivane Neuenschwander e Daniel Steegmann Mangrané participam da 14ª Biennale de Lyon, na França, entre 20/9 e 7/1/2018. Mangrané participa ainda da mostra “Uma Uma Folha Translúcida no Lugar da Boca”, entre 30/9 e 7/1/2018, no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, na cidade do Porto, em Portugal.
|
A Hauser & Wirth Gallery de Los Angeles organiza uma grande coletiva com artistas brasileiros. “Building Material: Process and Form in Brazilian Art” inclui obras de Nuno Ramos, Erika Verzutti, Ivens Machado e Rodrigo Cass (artistas da Fortes D’Aloia & Gabriel), Lucas Simões (Luciana Caravello Galeria) Geraldo de Barros (Luciana Brito), Celso Renato, Paulo Monteiro e outros, e acontece entre 14/9 e 18/10. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana. https://www.hauserwirth.com/exhibitions/3313/building-material-process-and-form-in-brazilian-art/view/
|
Bettina Vaz Guimarães (Galeria Sancovski) realiza duas mostras individuais em Portugal neste mês de setembro. “De que Cor é o Universo? Acontece no Alecrim 50 - Contemporary Art entre 7 e 23/9, em Lisboa (www.alecrim50.pt”. “Laboratorio de Cores” tem lugar no Museu Nacional de História Natural e Ciência de Lisboa entre 14/9 e 22/10 (www.museus.ulisboa.pt).
|
A artista carioca Anna Bella Geiger (Mendes Wood DM) inaugura em 27/9 sua exposição individual retrospectiva “Geografia Física y Humana” na Casa Encendida, em Madri, na Espanha, com curadoria de Estrella de Diego.
|
O artista mineiro Rodrigo Mogiz realiza em Paris a mostra “Le Crime Farpait”. A exposição é o resultado da residência de Mogiz na Galeria Alma Espace d’Art no mês de agosto. A residência é uma parceria entre a galeria francesa e a Galeria Karla Osório (ex-Gabinete de Arte K2o) de Brasília, que representa Mogiz. A exposição também traz trabalhos da artista espanhola Letícia Martinez Perez e tem curadoria de Jean-Cristhophe Arcos. Inspirada num filme francês de mesmo nome, a exposição tem no humor e na violência o seu fio condutor. O filme trata de um vendedor de uma loja de departamentos que mata seu chefe acidentalmente numa briga. Presenciado por uma das suas colegas de trabalho pouco atraente, esta passa a chantageá-lo em troca de favores sexuais. O curador pensa em um crime perfeito a junção dos dois artistas. A mostra vai de 9/9 a 7/10.
|
Os artistas brasileiros Marcio Almeida, Alexandre Vogler, Gustavo Von Ha, Pedro Victor Brandão, Willyams Martins, Cildo Meireles, Hélio Oiticica, Raphael Escobar e Lourival Cuquinha, os coletivos Filé de Peixe e 3NÓS3 e o carnavalesco Joãozinho Trinta terão obras na mostra “Dura Lex Sed Lex”, que acontece no Centro Cultural Parque España (CCPE), em Rosario, na Argentina, e faz parte da Bienal Sur - Bienal Internacional de Arte Contemporáneo de América del Sur. Curadoria dos brasileiros Juliana Gontijo e Raphael Fonseca. A mostra acontece entre 2/9 e 21/10/17.
|
O artista Ivan Grilo (Casa Triângulo e Luciana Caravello Galeria) participa na primeira Bienal de Arte Contemporânea na América do Sul - Bienalsur, na cidade de Buenos Aires, entre setembro e dezembro de 2017. A mostra tem lugar em 32 cidades, em 16 países, reunindo artistas que atuam em diferentes formatos, desde imagens pictóricas tradicionais até instalações, através de documentários, com a particularidade de interconectar os 84 espaços dedicados a exposições em todo o mundo. No dia 10/9, Ivan Grilo inaugura a exposição “La Mirada del Abrazo”, no CCMHC – Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti.
|
O artista plástico mineiro Célio Braga (Galeria Pilar) participa da mostra coletiva “Zomertentoonstelling 2017”, na Galerie Phoebus Rotterdam, na Holanda, a partir de 10/9/17. https://www.phoebus.nl
|
A artista plástica carioca Paula Klein irá expor simultaneamente, de 14 a 17/9 na Europa: na Saatchi Gallery, em Londres, e na Positions Berlin Art Fair, na Alemanha.
|
Anna Maria Maiolino, Cildo Meireles e Lygia Pape participam da 14ª Bienal de Lyon, na França, cujo tema é “Mondes Flotantes” (Mundos Flutuantes. A mostra tem curadoria de Thierry Raspail e Emma Lavigne e acontece no L’Institut d’Art Contemporain entre 20/9 e 7/1/2018.
|
A obra "Poema" (1979), da artista paulistana Lenora de Barros (Galeria Millan), ilustra a capa do catálogo da mostra "Radical Women: Latin American Art, 1960-1985" e também a fachada principal do Hammer Museum, em Los Angeles. A mostra apresenta cerca de 260 obras (fotografias, vídeos, técnicas mistas e experimentações) produzidas por mais de cem artistas de 15 países. Entre as selecionadas estão ainda Iole de Freitas, Vera Chaves Barcellos, Neide Sá, Claudia Andujar, Carmela Gross, Martha Araújo, Regina Vater, Ana Vitória Mussi, Lygia Clark, Anna Bella Geiger, Leticia Parente, Regina Silveira, Anna Maria Maiolino, Lygia Pape, Ana Mendieta, Liliana Porter, Marta Minujín, Zilia Sánchez e Feliza Bursztyn, A mostra acontece no Hammer Museum, em Los Angeles, entre 15/9 e 31/12, e depois segue para o Brooklyn Museum, em Nova York, entre 13/4 e 29/7/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
Berna Reale (Nara Roesler), Cao Guimarães (Nara Roesler), Rivane Neuenschwander (Fortes D’Aloia & Gabriel), Maria Laet (A Gentil Carioca) e Regina Silveira (Luciana Brito) participam da mostra “Video Art in Latin America”, no Laxart, em Los Angeles (EUA), entre 16/9 a 16/12/17. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana. A mostra tem curadoria de Glenn Phillips e Elena Shtromberge e busca examinar as realizações inovadoras e as tendências existentes na videoarte latino-americana desde a década de 1960 até hoje
|
Lia Chaia (Galeria Vermelho) participa da mostra “Prólogo Contemporáneo para uma Colección Moderna - Bienalsur”, no Museo Nacional de Artes Visuales de Montevideo, no Uruguai, entre 23/8 e 5/11.
|
A Gagosian Gallery apresenta em seu endereço em Beverly Hills (Los Angeles), entre de 14/9 e 25/10, mostra individual de Adriana Varejão (Fortes D’Aloia & Gabriel), a primeira individual da artista na Costa Oeste dos EUA. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
https://www.gagosian.com/exhibitions/adriana-varejao--september-14-2017
|
O artista carioca Ricardo Basbaum (A Gentil Carioca e Galeria Jaqueline Martins) figura na mostra coletiva “We Are Here - I Am You”, curadoria de José Esparza Chong Cuy, em cartaz no MCA - Museum of Contemporary Art Chicago, nos EUA, entre 19/8 e 1/4/2018.
|
O grupo performático e multimídia carioca Opavivará foi selecionado para o evento KM3 Public Art Walk, que acontece em Montreal, no Canadá, entre 30/8 e 15/10. Curadoria de Stefanie Kreuzer. Participa ainda da mostra coletiva Continua Sphéres Ensemble, direção artística de José Manuel Gonçalves no 104 Cent Quatre Paris, na capital francesa, entre 16/9 e 19/11. A turnê mundial do grupo carioca prossegue ainda pela Alemanha, na mostra “Duet With Artists”, curadoria de Stefanie Kreuzer no Belvedere Museum (Viena, Áustria, de 27/9 a 4/2/2018; belvedere.at/).



|
A artista carioca Maria Laet (A Gentil Carioca) participa da mostra coletiva “Un Monde In-Tranquille”, curadoria de Caroline Bissière & Jean-Paul Blanchet com Eglantine Bélêtre em cartaz no Centre d’Art Contemporain Meymac, na cidade francesa de Meymac, até 15/10. cacmeymac.com/
|
Laura Lima (Galeria Luisa Strina e A Gentil Carioca) está na mostra coletiva “Past/Future/Present: Contemporary Brazilian Art from the Museum of Modern Art, São Paulo”, uma curadoria de Vanessa K. Davidson e Cauê Alves no Phoenix Art Museum, nos EUA, entre 1/9 e 31/12. phxart.org. Também figura na coletiva “Illusion and Revelation”, curadora de Ernst Caramelle no Bonnefanten Museum, em Maastricht, na Holanda, até 27/11. www.bonnefanten.nl. Laura Lima comparece também, com a colaboração de Zé Carlos Garcia, com a obra “Pássaro”, na mostra “A Room and a Half”, até 1/10/17, no Ujazdowski Castle Centre for Contemporary Art, em Varsóvia (Polônia). Curadoria de Agnieszka Sosnowska. u-jazdowski.pl.


|
Os artistas Cabelo, Jarbas Lopes, Laura Lima, Rodrigo Torres e Vivian Caccuri participam da mostra “Art of the Treasure Hunt: the Grand Tour”, curadoria de Kasia Redzisz em cartaz na Toscana (Itália) até outubro de 2017. www.arthunt.com
|
Rodrigo Matheus (Fortes D’Aloia & Gabriel) ganha individual na Ibid Projects entre 9/9 e 4/11: A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana. http://ibidgallery.com/2016/01/16/forthcoming-alex-ruthner-gallery-one-nuclear-family-gallery-two-timo-fahler-gallery-three/
|

A carioca Maria Nepomuceno (A Gentil Carioca) participa da mostra coletiva “Hello, City!”, uma curadoria de Minki Kim em cartaz no Daejeon Art Museum, em Daejeon, na Coreia do Sul, até 9/10. dmma.daejeon.go.kr
|
Albano Afonso (Casa Triângulo) apresenta suas obras na mostra “Sobreexposición”, uma curadoria de Juan José Santos em cartaz no Espacio de Arte Contemporáneo, em Montevidéu, no Uruguai, entre 8/6 e 27/8. O artista apresenta suas obras ainda na coletiva “Money Laundering”, no Sixtyeight Art Institute, em Copenhague, na Dinamarca, entre 17/6 e 8/7, com curadoria de Rodolfo Andaur. No 21c Museum Hotel, em Louisville (EUA), Albano Afonso se apresenta na coletiva “Truth or Dare: A Reality Show”. A mostra tem curadoria de Alice Ray Stites e fica em cartaz até 24/2/2018. Albano Afonso realiza ainda a mostra individual “In a State of Suspension” no Aomori Contemporary Art Centre, no Japão, até 10/9/17.
|
A Fundação Bienal inaugura mostra itinerante da 32ª Bienal de São Paulo (“Incerteza Viva”), na Fundação Serralves, na cidade do Porto, em Portugal. A mostra reúne projetos de 14 artistas e coletivos. Outros recortes da 32ª Bienal serão apresentados no Museo de Arte Moderno de Bogotá (Mambo), na Colômbia, e em 11 cidades brasileiras ao longo de 2017. A 32ª Bienal de São Paulo foi concebida por Jochen Volz, juntamente com os co-curadores Gabi Ngcobo, Júlia Rebouças, Lars Bang Larsen e Sofía Olascoaga. Em Serralves, a exposição resulta de um diálogo entre Jochen Volz, e o diretor adjunto do Museu de Serralves, João Ribas e foi reconfigurada de acordo com o contexto único do Parque e Museu. Serão apresentadas obras de Gabriel Abrantes, Jonathas de Andrade, Sonia Andrade, Cecilia Bengolea /Jeremy Deller, Alicia Barney, Lourdes Castro, Öyvind Fahlström, Priscila Fernandes, Carla Filipe, Leon Hirszman, Grada Kilomba, Lais Myrrha, Vídeo nas Aldeias, Bárbara Wagner e Benjamin de Burca. As obras apresentadas – pinturas e esculturas, vídeos e instalações – condensam os principais conceitos da exposição que se realizou no Brasil, nomeadamente uma reflexão sobre as atuais condições de vida e as estratégias presentes na arte contemporânea para acolher ou habitar a incerteza. Para a apresentação no Parque de Serralves foram encomendados cinco pavilhões a ateliês de jovens arquitetos do Porto (depA, Diogo Aguiar Studio, Fahr, fala atelier e Ottotto). Estas estruturas, distribuídas por vários locais do Parque, vão apresentar obras de Gabriel Abrantes, Jeremy Deller / Cecilia Bengolea, Priscila Fernandes, Barbara Wagner / Benjamim de Burca e Jonathas de Andrade. Ainda no Parque, Carla Filipe irá apresentar uma obra construída a partir da recolha de plantas comestíveis não-convencionais (PANCS), Alicia Barney mostrará o Vale de Alicia e estará também patente uma obra sonora de Öyvind Fahlström. No Museu, serão mostradas obras de Lais Myrrha, Lourdes Castro, Vídeo nas Aldeias, Leon Hirszman, Grada Kilomba e uma instalação de Sonia Andrade na Galeria Contemporânea.
|
O artista plástico paulista Felipe Seixas participa da 19ª Bienal Internacional de Cerveira, em Portugal, entre 16/7 e 16/9.
|
Mariana Maurício (Galeria Leme) participa da mostra coletiva “O Fundo do Poço”, na galeria Die Raum, em Berlim (Alemanha), entre 24/6 e 20/8/17. http://www.dieraum.net/
|
José Carlos Martinat e Paulo Climachauska (ambos da Galeria Leme) participam da mostra “Force, Strenght, Power”, na Galeria Baginski, em Lisboa, entre 4/7 e 9/9/17.
|
O paulistano Mauro Piva (Galeria Leme) realiza a mostra “Forma Sobre Fundo”, nos Proyetos Monclova, na Cidade do México, entre 22/6 e 2/9/17.
|
A Bossa Gallery, de Liliana Beltran, em Miami, realiza a mostra “Fluctuations”, com obras de Fláva Junqueira e George Goodridge. A presença ambígua de conceitos opostos é frequente na obra dos dois artistas, como ordem e desordem, natureza e criação, restrição e excesso, mecânico e orgânico. A mostra fica em cartaz entre 10/7 e 8/9. www.bossagallery.com
|
A exposição de Gaspar Gasparian em Erevan, na Armênia, acontece na 1ª edição da Standart Triennial of Contemporary Art e será o primeiro encontro do público com o trabalho deste artista de origem armênia. “Distant Fragments (Fragmentos Distantes)” apresenta uma retrospectiva do trabalho de Gaspar Gasparian, com fotografias realizadas entre as décadas de 40 e 60. Curadoria Ruben Arevshatyan. Fica em cartaz entre 20/7 e 30/9/17.
|
A artista carioca Rosana Palazyan participa da primerira edição da mostra Standart - Triennial of Contemporary Art, na Armenia. A mostra “The Mount Analogue” tem conceito e curadoria de Adelina Cüberyan von Fürstenberg e assistência do curador Ruben Arevshatyan e acontece entre 20/7 e 31/12/17 nas cidades de Yerevan, Gyumri, Sevan e Kapan. O nome da Trienal é inspirado pela revista armênia de vanguarda Standard, publicada em 1924, a revista destaca o rico contexto cultural e histórico da Armênia e, por meio de seu caráter itinerante, envolve comunidades diversas e cria oportunidades de diálogo e relações entre artistas, escritores, curadores, cientistas, comunidades locais e visitantes. A curadora Adelina Cüberyan von Fürstenberg foi premiada com o Leão de Ouro para o Pavilhão Nacional da Armênia na 56ª Bienal de Veneza, em 2015. Inspirada no romance inacabado “The Mount Analogue”, do escritor surrealista francês René Daumal (1908-1944), “Standart” será realizada em espaços históricos e culturais, em toda a região do Monte Ararat. www.standart-armeniatriennale.net
|
A artista mineira Valeska Soares (Fortes D’Aloia & Gabriel) ganha retrospectiva no Santa Barbara Museum of Art. A mostra apresenta cerca de 50 trabalhos (instalações, esculturas, fotografias e vídeos) que datam do início da década de 1990 até o presente. A exposição abre em 17/9 e prossegue até 31/12/17. “Any Moment Now" é a maior exposição da carreira da artista e, depois de Santa Bárbara, vai itinerar para o Phoenix Art Museum em 2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.Valeska Soares (Fortes D’Aloia & Gabriel) participa da mostra “The Half-Life of Love”, no MASS MoCA, em North Adams, também nos EUA, até 1/1/2018.
|
Cristiano Lenhardt (Fortes D’Aloia & Gabriel) participa da mostra coletiva “Unanimous Night”, no Contemporary Art Centre, em Vilna, na Ltuânia, até 13/08/17. Com o carioca Ernesto Neto, Valeska participa da coletiva “Infinite Garden. From Giverny to Amazonia”, no Centre Pompidou-Metz, em Metz, na França, até 28/8/17.
|
Barbara Wagner (Fortes D’Aloia & Gabriel) realiza a mostra individual “Aspirations”, no MOCAD de Detroit, nos EUA, até 20/8/17. A artista participa ainda das mostras coletivas “Frucht & Faulheit”, no Lothringer13 Halle, em Munique (Alemanha) até 20/8, e do mega evento Skulptur Projekte 2017, que acontece a cada 10 anos em Münster, também na Alemanha, até 1/10/17.
|
Beatriz Milhazes (Fortes D’Aloia & Gabriel) está entre os selecionados para a mostra “Roberto Burle Marx: Brazilian Modernist”, que acontece no Deutsche Bank KunstHalle, em Berlim, entre 7/7 e 3/10/17.
|
Janaína Tschape (Fortes D’Aloia & Gabriel) participa da mostra coletiva “Celibataire Divas”, no De Mijlpaal Contemporary Art in Herkenrode Refuge, na cidade de Hasselt, na Bélgica, até 3/9/17. A artista tem suas obras ainda na coletiva “Tidalectics”, no espaço TBA21–Augarten, em Viena (Áustriua), até 19/11/17.
|
A artista mineira Rivane Neuenchwander (Fortes D’Aloia & Gabriel) participa da mostra coletiva “Now” na The National Galleries of Scotland, em Edimburgo, na Escócia, até 24/9/17. Terá obras ainda na coletiva “Art and Alphabet”, no Hamburger Kunsthalle, em Hamburgo (Alemanha), de 21/7 a 29/10/17.
|
O Museu de Arte Contemporânea de Serralves apresenta no Terminal de Passageiros do Porto de Leixões, em Matosinhos, Portugal, a exposição coletiva “Passagens: A Coleção de Serralves noTterminal de Cruzeiros do Porto de Leixões”. A mostra fica em cartaz até 17/9 e apresenta mais de 30 obras de artistas portugueses e internacionais que fazem parte da Coleção de Serralves, entre eles Marcius Galan.
|
Geraldo de Barros (Luciana Brito Galeria de Artes) protagoniza a mostra “Fotoformas e Sobras” na Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, em Lisboa, entre 15/7 e 17/9/17. A mostra integra a programação do evento Passado e Presente – Lisboa, Capital Ibero-Americana de Cultura 2017.
|
O Centre d'Art Contemporain de Meymac, na França, recebe a coletiva “Un Monde In-tranquille, em cartaz até 15/10 e que conta com fotografias do mineiro Pedro Motta.
|
A Galeria Nara Roesler em Nova York apresenta mostra coletiva multimídia “GNR Presents”, com obras de Abraham Palatnik, Alexandre Arrechea, Artur Lescher, Bruno Dunley, Cristina Canale, Daniel Buren, Eduardo Navarro, Hélio Oiticica, Lygia Clark, Marco Maggi, Milton Machado, Sérgio Camargo, Tunga, Vik Muniz e Xavier Veilhan. Em cartaz até 10/9/17, a mostra será acompanhada por uma série de conversas e workshops.
|
O Instituto Inhotim realiza pela primeira vez uma exposição internacional, na sede do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington (EUA), entre 18/7 e 13/10. A mostra “Inhotim: at the Crossroads of Glocal Change” reúne obras da coleção de arte contemporânea do museu e experiências audiovisuais inspiradas nos jardins do Parque. Com trabalhos dos artistas Iran do Espirito Santo, Luiz Zerbini, Olafur Eliasson e Vik Muniz, a exposição propõe uma reflexão sobre os impactos das mudanças climáticas e as ações que podem ser adotadas para reduzir os seus efeitos. De Chris Burden será exibido o vídeo sobre a instalação da obra “Beam Drop Inhotim” ( 2008).
www.inhotim.org.br
|
A mineira Marilá Dardot (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Unanimous Night”, no Contemporary Art Centre (CAC), em Vilna, na Lituânia, entre 16/6 e 30/8. Dardot participa ainda da mostra “Tensão & Conflito. Arte em Vídeo Após 2008”, em cartaz no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, entre 13/9 e 13/3/2018.
|
O artista plástico Eduardo Kac, representado pela galeria carioca Luciana Caravello, se prepara para uma série de exposições em 2017. Sua mais recente produção, a série “Inner Telescope”, participa em Seoul, na Coréia do Sul, no evento Da Vinci Creative 2017, no Seoul Art Space Geumcheon (de 1/9 a 30/12). A obra “Inner Telescope” já ganhou uma página inteira no jornal “New York Times” e destaque em veículos como “ArtPress”, “Beaux Arts”, “Le Figaro”, “Huffington Post”, “La Nación” e “Connaissance des Arts”. O filme-documentário “Inner Telescope, A trajetória das obras de Kac no exterior prossegue com a exibição de obras da série “Minitel” na mostra “Electronic Superhigheway”, no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa (entre 1 e 30/9), na mostra online “Net Art Anthology - Rhizome”, organizada pelo New Museum de Nova York, e na mostra “Shadow & Space”, em cartaz neste verão norte-americano na Thoma Foundation, em Chicago. Para completar, os trabalhos de Kac realizados em xerox e fax, no início da década de 80, terão espaço no Pacific Standard Time Festival da Getty Foundation e serão exibidos na mostra “Copyart: Experimental Printmaking 1970-1990”, na Hoehn Family Galleries (Universidade de San Diego, entre 1/9 e 30/12).
|
Entre 1/6 e 22/10, a Milwaukee Avenue, em Milwaukee, cidade mais populosa do Estado do Wiscosin, nos EUA, receberá a escultura “Vortex”, do artista gaúcho Saint Clair Cemin (Galeria Bolsa de Arte de Porto Alegre). Trabalho de 2012, essa obra monumental é uma espécie de torre de aço de 12 metros por três metros de largura, que espelha as nuvens ao mesmo tempo que aparenta mover-se em direção a elas.
|
A dupla Dias & Riedweg (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Nuestro Deseo es Una Revolución. Imágenes de la Diversidad Sexual en el Estado Español (1977-2017)”, em cartaz no CentroCentro, em Madri, entre 22/6 e 1/10/17.
|
O artista Daniel Lie (Casa Triângulo) apresenta suas obras nas mostras coletivas “Welt Kompakt? (World Compact) - Out of Brazil”, com curadoria de Ursula Maria Probst, no Museumsquartier, em Viena (Áustria), entre 23/6 e 3/9. Ainda em Viena, Lie mostra suas obras na mostra “Du Oder Ich? Collective Soul. Ethik des Miteinanders (You or I? Collective Soul. Ethics of Togetherness)”, também curada por Ursula Maria Probst, no Wachauarena Melk, em Melk, entre 16/6 e 20/8.
|
|
A artista Regina Silveira (Galeria Luciana Brito) participa da mostra “Bienal Sur”, no Parque de la Memoria, em Buenos Aires (Argentina), Regina Silveira apresenta para a primeira edição da Bienal Sur, além de projeções do vídeo “Limiar”, versões exclusivas da obra “Touch” em três cidades argentinas. A artista participa ainda da mostra “Future Shock, Site Santa Fé”, nos EUA, entre 7/10 e 1/5/2018.
|
O artista alagoano-pernambucano Jonathas de Andrade (Galeria Vermelho) está na mostra coletiva “Atopia” no MAC de Lima, no Peru, entre 15/8 e 26/11. Também participa de uma série de mostras mundo afora, a saber: mostra “I Am You”, no Museum of Contemporary Art Chicago, nos EUA, entre 19/8 e 1/4/2018; Contemporary Art Festival Survival Kit 9, no Latvian Centre for Contemporary Art, na cidade de Riga, na Letônia, entre 7/9 e 1/10; “Visões do Nordeste”, no Museo Jumex, na Cidade do México, entre 3/10 e 12/11/17; mostra “La Vie Simple - Simplement La Vie”, na Fondation Vincent van Gogh Arles, na França, entre 7/10 e 2/4/2018; e da mostra “Prometeus Unbound”, na Neue Galerie Graz, na Áustria, entre 23/9 e 3/12/17.
|
Obras de Hélio Oiticica (Galeria Nara Roesler), Geraldo de Barros e Waldemar Cordeiro (Luciana Brito Galeria) foram selecionadas para a mostra “Making Art Concrete: Works from Argentina and Brazil”, no, Getty Center, em Los Angeles, entre 16/9 e 11/2/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.
|
A fotógrafa Claudia Andujar e a dupla de artistas multimídia Gisela Motta
e Leandro Lima, ambos da Galeria Vermelho, participam da mostra “Amazonie - Le Chamane et la Pensée de la Forêt”, que acontece no Muséum of Pointe-à-Callière, em Montreal, no Canadá, entre 20/4 e 22/10/17.
|
O artista paulistano Vik Muniz realiza a mostra individual “Afterglow (Pictures of Ruin)”, no Palazzo Cini, em Veneza, até 15/11. Também em Veneza, no Palazzo Franchetti, Vik Muniz apresenta a mostra “Glasstress”. Já nos EUA, em San Francisco, a Rena Bransten Gallery apresenta a individual “Handmade: Vik Muniz” a partir de 9/9. Mostra homônima acontece simultaneamente na galeria espanhola Elba Benitez, em Madri, a partir de 14/9.
|
Helio Oiticica (Galeria Nara Roesler) participa ainda da coletiva “On the Affective Nature of Form”, no Museo Reina Sofia, em Madri, até 16/10.

Galeria Sancovsky lança sua a 1ª feira Direct Message de artistas independentes +

A Galeria Sancovsky realiza entre 27, às 15h, e 29/10/17, das 10 às 19h, a primeira edição da feira de arte Direct Message, onde artistas independentes ou sem representação em galerias podem exibir suas produções, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O evento apresenta-se como alternativa ao tradicional modelo de feiras do circuito artístico paulistano ao possibilitar que o próprio artista apresente e negocie seus trabalhos com o público. A seleção dos expositores será realizada mediante análise dos portfólios enviados durante convocatória, até 12/10, já aberta, no site www.dmfeiradearte.com. Podem participar artistas de todo o país, com trabalhos em diferentes suportes e linguagens como pintura, escultura, instalação, vídeo e performance.

A remuneração da galeria se dará em vista da disponibilidade do espaço físico e os suportes técnico e logístico aos participantes; já a responsabilidade de negociação e o valor sob a venda das obras será integralmente revertido aos artistas.
O ineditismo da Direct Message se desdobrará, ainda em 2017, em edições voltadas à fotografia e também a produção em design e mobiliário nacional.
|
Direct Message | Galeria Sancovsky
Pinheiros: Praça Benedito Calixto, 103, São Paulo – SP.

Inst. Tomie Ohtake cria transporte gratuito circular Expresso Acesso +

O Instituto Tomie Ohtake cria o Expresso Acesso, uma linha de transporte gratuita que vai circula aos domingos entre o bairro do Canindé - que possui equipamentos de assistência social da prefeitura, como Centros de Acolhida e Casas de Convivência para pessoas em situação de rua; escolas públicas, serviços de saúde, além de abrigar comunidades expressivas de nordestinos, imigrantes da América Latina e África, refugiados sírios - o bairro de Pinheiros, passando por museus e alguns dos mais importantes equipamentos culturais da cidade. O itinerário inclui a Praça da Kantuta; Biblioteca São Paulo (Parque da Juventude); Pinacoteca (Parque da Luz); Centro Cultural São Paulo (Liberdade); e MAC-USP (Parque do Ibirapuera).

Estes usuários terão embarque prioritário e também entrada livre nos locais previstos no itinerário. Desde que haja lugares vagos, a linha poderá ainda ser utilizada gratuitamente por turistas, funcionários dos aparelhos culturais e pela população da cidade.

A proposta faz parte do Programa de Acessibilidade 2017 desenvolvido pelo Instituto Tomie Ohtake para repensar questões como acesso à cultura e diversidade, com foco no atendimento de públicos. Entre as ações que são promovidas estão atividades como formação de educadores, cursos de marcenaria, curso de formação em arte e moda, oficinas diversas, visitas guiadas às exposições do Instituto Tomie Ohtake com recursos como audiodescrição e intérprete de Libras, e apresentações de teatro, música e dança.
|
Aos domingos:
Saídas do Canindé (Rua Comendador Nestor Pereira, 75): 11h | 12h55 | 14h35 | 16h30.
Saídas do Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés, 88): 11h | 12h40 | 14h35 | 16h15.

Itinerário: Canindé; Praça da Kantuta; Biblioteca São Paulo + Parque da Juventude; Pinacoteca + Parque da Luz; Centro Cultural São Paulo; MAC-USP + Parque do Ibirapuera; e Instituto Tomie Ohtake.
|
Mais informações:
Instituto Tomie Ohtake
Pinheiros: av. Faria Lima 201, Tel.: (11) 2245 1900.
Complexo Aché Cultural (Entrada pela Rua Coropés, 88) – Pinheiros - SP. Próximo ao Metrô Faria Lima/Linha 4 – amarela.

Festival de Arte Sesc-Videobrasil chega à sua 20ª edição +

O Festival de Arte Sesc-Videobrasil chega à sua 20ª edição entre 03/10/17 e 14/01/18 com exposição, de modo panorâmico e poético, sobre as inúmeras crises que têm desafiado a sociedade contemporânea, em seis eixos expositivos de vídeos, pinturas, instalações, esculturas, fotografias, gravuras, performances e plantas artificiais de 50 artistas de 25 países. Com curadoria-geral de Solange Farkas, ao lado de quatro curadores convidados: os brasileiros Ana Pato, Beatriz Lemos e Diego Matos, e o português João Laia, as propostas de artistas provenientes de diferentes nações do Sul geopolítico se situa numa encruzilhada na qual o específico e o geral se encontram.
Entre os participantes estão Participam Ana Elisa Egreja, Ana Mazzei, Bárbara Wagner e Benjamin de Burca, Cristiano Lenhardt , Elvis Almeida , Felipe Esparza Pérez, Filipa César, Ícaro Lira , Hellen Ascoli , Jaime Lauriano , Karo Akpokiere, La Decanatura , Mabe Bethônico, Miguel Penha , Mariana Rodríguez, Pedro Barateiro, Rafael Pagatini, Rodrigo Hernández , Seydou Cissé, Sasha Litvintseva, Tatewaki Nio, Thiago Martins de Melo, Ximena Garrido-Lecca e outros. O Festival ainda oferece três Prêmios de Aquisição, no valor de R$ 25 mil cada, para as obras em vídeo que passarão a integrar o Acervo Sesc de Arte, além de residências artísticas. Além da exposição, o Festival também será marcado por performances e programas públicos que, juntos, ocuparão diversos espaços do Sesc Pompeia.
|
Confira a programação:
|
03/10, às 20h - Abertura da exposição “Panoramas do Sul”

Rua Interna - Performance Here and There – São Paulo Edition, Roy Dib (Líbano).
Às 21h30 – Choperia Performance Strange Love, Natasha Mendonca e Suman Shridar (Índia)

04/10, às 11h no Galpão Videobrasil - Visita guiada à exposição “Agora Somos Todxs Negrxs?”, Solange Farkas e Daniel Lima;
13h, 15h, 17h, 19h, 21h, no auditório - Programa de vídeo I.
18h – Oficinas “Ativação do Museu do Estrangeiro”, Ícaro Lira (Brasil).
Das 16h às 19h, na Rua Interna - Performance Here And There – São Paulo Edition, Roy Dib (Líbano).
Às 20h30, na Choperia, Performance Luta Ca Caba Inda, Filipa César e Sana N'hada (Portugal e Guiné-Bissau)
-
05/10, 13h, 15h, 17h, 19h, 21h - Programa de vídeo II.
Das 16h às 19h – Rua Interna - Performance Here and There – São Paulo Edition, Roy Dib (Líbano);
20h30 - Performance Tau Tau, Von Calhau! (Portugal)

06/10, 13h, 15h, 17h, 19h, 21h - Programa de vídeo III;
Às 20h30 - Espaço Expositivo – Convivência “Narrativa performada Histórias minerais extraordinárias”, Mabe Bethônico.
-
07/10, 11h, 12h30, 14h, 15h30, 17h - Programa de vídeo IV
18h30 - Programa de vídeo V
Às 15h Performance Kaleta/Kaleta, Emo de Medeiros (Benin/França)
Às 20h30, Performance The Sad Savages, Pedro Barateiro (Portugal)

08/10, 10h, 12h, 14h, 16h, 18h - Programa de vídeo I, II, III, IV, V
Às 15h - Performance Kaleta/Kaleta, Emo de Medeiros (Benin/França)

20h - Entrega de prêmios
14/10, às 15h - Aula aberta com visita guiada com curador:
Reinvenção e resistência | Ana Pato
Convidado | Marcio Seligma Silva
-
04/11, às 15h - Narrativa performada Histórias minerais extraordinárias, Mabe Bethônico
-
11/11, às 15h Aula aberta com visita guiada com curador:
Da arte de hoje ao espaço construído: outras formas e práticas para além do moderno | Diego Matos e Guilherme Wisnik;
-
18/11, às 15h, no Galpão VB, Encontro com o artista Jaime Lauriano

09/12, às 15h - Aula aberta com visita guiada com curador
Histórias invisíveis | João Laia
Convidada | a confirmar

Às 18h, Lançamento do livro Leituras

13/01/18, às 15h - Aula aberta com visita guiada com curador:
Cosmovisões | Beatriz Lemos
Convidado | Wilbert Lopez
Às 18h, no Deck, Apresentação da banda Satellite Musique (Haiti), integrante do Museu do Estrangeiro, obra de Ícaro Lira;
|
Mais informações:
Sesc Pompeia
Pompeia: r. Clélia, 93, tels. (11) 3871-7700 e 0800-118220.
festivalsescvideobrasil.org.br

Itaú Cultural lança o edital Rumos 2017-2018 +

O Itaú Cultural recebe inscrições entre 29/08/17 a 03/11/17 para a edição do programa Rumos 2017-2018. Podem participar trabalhos que apontam a diversidade da atual produção artística brasileira e, cada um à sua maneira multimídia, ecoam vozes de resistência à dita normalidade, ao esquecimento de lugares, grupos sociais ou questões distantes dos olhos excludentes da nossa sociedade. Nesta edição a acessibilidade é destaque, com site é compatível com todos os softwares para cegos e pessoas de baixa visão, o regulamento ainda vem acompanhado por vídeos com interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e os deficientes auditivos não alfabetizados em português podem enviar suas propostas e projetos em Libras.
Para divulgar o edital, o Itaú Cultural visitará todas as regiões do Brasil na Caminhada Rumos, entre 04/09/17 a 26/10/17, passando pelas 27 capitais do país. Neste ano, em algumas cidades – aquelas em que o número de proponentes inscritos costuma ser menor – será realizada uma versão estendida do encontro, a Caminhada Rumos Escuta, que lança um olhar mais apurado para a região.
|
Mais informações e inscrições:
www.rumositaucultural.org.br

Pinacoteca oferece curso de História da Arte Moderna entorno de Di Cavalcanti +

A Pinacoteca de São Paulo realiza entre setembro e novembro deste ano o curso de história da arte “Di Cavalcanti e a Arte Moderna no Brasil”, através de seis encontros ministrados por diferentes curadores e pesquisadores. O curso ocorre em paralelo à exposição retrospectiva “No subúrbio da modernidade – Di Cavalcanti 120 anos”, e propõe uma série de encontros que situam o artista no quadro do movimento modernista. Ainda além de abordar as várias maneiras como o pintor desenvolve e procura fixar uma ideia de arte moderna e brasileira, o curso trata de temas em debate no contexto artístico no Brasil na primeira metade do século 20, como a noção de identidade nacional e as recepções críticas às primeiras manifestações do abstracionismo.
Investimento de R$ 400 (à vista) ou em até 3x no cartão de crédito. Estudantes pagam meia e Amigos da Pinacoteca têm desconto de 10%. 120 vagas. Inscriçõe spelo site www.pinacoteca.org.br.
|
Confira o cronograma de aulas, sempre das 15h às 17h.

23/09 - No subúrbio da modernidade – José Augusto Ribeiro
30/09 - A produção gráfica de Di Cavalcanti - Ana Paula Cavalcanti Simioni
7/10 - O meio artístico no Brasil nos anos 1930 e 1940 – Regina Teixeira de Barros
14/10 - Di Cavalcanti e Portinari: duas visões da arte social – Annateresa Fabris
4/11 - Figuração x abstração – Glória Ferreira
11/11 - Tradição e ruptura – Ana Maria Belluzzo

|
Mais informações:
Pinacoteca do Estado de São Paulo
Bom Retiro: Praça da Luz, 02.
www.pinacoteca.org.br

Casa Contemporânea realiza encontros na mostra Deslimites Livros de Artistas +

A Casa Contemporânea realiza uma série de encontros entre os artistas participantes da mostra "(Des)limites: Livro(s) de Artista(s)", para discutir as relações entre a produção artística usando como base de partida os elementos formais e conceituais do universo do livro. Confira a programação:
|
25/09, 17h30 Reynaldo Candia
De São Paulo, formou-se em Artes Visuais e Comunicação Visual, realizou cursos no MASP e Tomie Ohtake. Em seu trabalho usa objetos em acúmulos ou camadas, passando por fotografia, colagem, instalações e pintura. Participou de diversas coletivas, editais e salões entre eles o Abre-Alas na Gentil Carioca, programa de exposições no MARP e Novissimos no IBEU. Foi Premiado em diversos salões dentre os quais 43 Salão de Santo André – SP, 17º Salão de pequenos Formatos UNAMA – PA, 11º Bienal do Recôncavo- BA, 10º Salão Latino Americano – Santa Maria – RS. Participou da residência artística na Bienal de Cerveira em 2012, onde possui obras em seu acervo.

02/10, 17h30 - Andrés Hernández
Atua na área de curadoria, produção e montagem de exposições. Foi coordenador de exposições na Bienal de Havana e coordenador executivo da curadoria no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), de 2005 a 2010. Também é autor de textos e publicações sobre arte contemporânea e júri de seleção em salões, projetos e editais.

10/10, 17h30 - Viga Gordilho
Graduada em Desenho e Plástica pela EBA- UFBA, é Mestre em Artes EBA/UFBA e Doutora em Artes pela ECA -USP. Professora Adjunto IV- Departamento I – História da Arte e Pintura, do Curso de Especialização em Arte Educação EBA/Ufba e do PPGAV- Programa de Pós Graduação em Artes Visuais. Tem como principal objeto de pesquisa os símbolos oriundos do entrelaçamento cultural afro-indígena brasileiro, tendo como campo de referência as águas dos oceanos e rios como guardiãs metafóricas de uma poética do silêncio na diluição de fronteiras.

25/10, 17h30 - Francisco Maringelli
De São Paulo, SP, é formado em Artes Plásticas pela ECA/USP e em Arquitetura pela FAU/USP, frequentou o Ateliê de Gravura do Museu Lasar Segall/SP. Com uma extensa e sofisticada pesquisa em gravura, Maringelli também produz pinturas, desenhos e esculturas.
|
Mais informações:
Casa Contemporânea
Vila Mariana: r. capitão macedo, 370. Tel: (11) 2337-3015.
www.casacontemporanea370.com

Biblioteca Mário de Andrade realiza conferência sobre roubo de obras de arte +

A Biblioteca Mário de Andrade realiza em 28/09/17, às 09h, a conferência “Art Law Conference - Obras de Arte e seus temas atuais: uma visão global" sobre os bastidores das transações comerciais do mercado de arte, além de lavagem de dinheiro, importação, exportação e recuperação de obras de arte roubadas ao redor do mundo. O encontro conta com a presença de especialistas como o desembargador Fausto de Sanctis, autor do livro “Lavagem de Dinheiro por meio de Obras de Arte”; a galerista Marcia Fortes e o americano Robert Muller, especialmente convidado para falar sobre a recente discussão na Corte dos Estados Unidos sobre a recuperação de obras de arte roubadas.
Hoje, o catálogo da Interpol lista 34 mil obras roubadas em todo o mundo, e para a maior parte desse acervo não há previsão de recuperação. O roubo de arte é o terceiro maior mercado ilegal em escala mundial, só perdendo para o tráfico de drogas e armas.
|
Confira o programa:
9h - Obra de arte e lavagem de dinheiro;
Fausto de Sanctis, desembargador do Tribunal Regional Federal
Debatedor: Evaristo Martins de Azevedo, presidente da Comissão de Direito as Artes da OAB – SP.
Mediação: Maria Ignez Mantovani, presidente do ICOM Brasil.

10h15 – Transações com obras de arte, incluindo importação e exportação de obras de arte: registros e declarações alfandegárias - operações permanentes e temporárias
Aline Freitas, advogada sócia do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, mestre em direito público pela PUC-SP.
Gregory Becher, advogado tributarista do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.
Marcia Fortes, diretora da galeria Fortes, D'Alloya, Gabriel
Mediação: Fernando Quintino, sócio do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.

11h30 – Art law recovery: a recente discussão na Corte Americana da recuperação de obras de arte roubadas ou pilhadas ao redor do mundo;
Robert Müller, sócio da empresa Cypress LLP.
Debaredor - Rodrigo Salinas, sócio do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.
Mediação: Fábio Cesnik, presidente do Comitê de Mídia e Entretenimento do IASP.
|
Auditório da Biblioteca Mário de Andrade
Centro: r. da Consolação, 94, tel. (11) 3775-0002. www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bma

Livro “Arte Africana”, de Frank Willett, tem lançamento em São Paulo +

Edições Sesc São Paulo e Imprensa Oficial lançam o livro “Arte Africana”, de Frank Willett, em 19/09, terça-feira, às 19h, na Livraria Martins Fontes (Av. Paulista, 509). Na ocasião haverá uma palestra de Juliana Bevilacqua, historiadora, mestre e doutora em História Social pela USP. Considerado referência mundial sobre a arte africana desde o tema desde 1971,o livro do antropólogo britânico ganha edição brasileira apoiada na última revisão do autor. Utilizando uma linguagem acessível, Willett desmistifica velhos estereótipos e estimula o leitor a se aprofundar no conhecimento da África por meio de sua produção artística, apresentando uma visão ilustrada por fartas imagens nas áreas da pintura, escultura e arquitetura. Na apresentação intitulada Um abc, uma tabuada ou um catecismo da escultura africana, o historiador e africanista Alberto da Costa e Silva lembra ao leitor brasileiro que a obra nos ajuda a ver melhor, compreender e estimar a arte africana. O livro tem 320 páginas e custa R$ 82,00.
#
Frank Willett nasceu em 1925, em Bolton, Lanshire, onde estudou na Bolton Municipal Secondary School e na University College, em Oxford, onde, após sua graduação, diplomou-se em Antropologia. De 1950 a 1958, foi inspetor dos departamentos de Etnologia e Arqueologia Geral do Manchester University Museum, conduzindo expedições arqueológicas em Velho Oió e Ifé. Em 1958, tornou-se arqueólogo do Governo Federal da Nigéria e curador do museu de Ifé. Prosseguiu nas escavações em Ifé e em outras partes até 1963. Em 1964, retornou a Ifé como pesquisador em Leverhulme, e de 1964 a 1966 foi pesquisador da Nuffield College, Oxford. De 1966 a 1976, trabalhou como professor de arte africana e arqueologia em Northwestern University, em Evanston, no Estado de Illinois, e de 1976 a 1990 foi diretor de Hunterian Museum e da Galeria de Arte da universidade de Glasgow, onde continuou a trabalhar como pesquisador sênior honorário até 2006, quando faleceu. Entre outras obras, é autor de “Ife in the History of West African Sculpture”, coautor de “Treasures of Ancient Nigeria” e autor de “Art in Ife: a catalogue and data base in CDR”.

Obra de Lenora de Barros é capa de catálogo norte-americano +

A obra "Poema" (1979), da artista paulistana Lenora de Barros (Galeria Millan), ilustra a capa do catálogo da mostra "Radical Women: Latin American Art, 1960-1985" e também a fachada principal do Hammer Museum, em Los Angeles. A mostra apresenta cerca de 260 obras (fotografias, vídeos, técnicas mistas e experimentações) produzidas por mais de cem artistas de 15 países. Entre as selecionadas estão ainda Vera Chaves Barcellos, Neide Sá, Ana Vitória Mussi, Claudia Andujar, Carmela Gross, Martha Araújo, Regina Vater, Lygia Clark, Anna Bella Geiger, Leticia Parente, Regina Silveira, Anna Maria Maiolino, Lygia Pape, Ana Mendieta, Liliana Porter, Marta Minujín, Zilia Sánchez e Feliza Bursztyn, A mostra acontece no Hammer Museum, em Los Angeles, entre 15/9 e 31/12/17, e depois segue para o Brooklyn Museum, em Nova York, entre 13/4 e 29/7/2018. A mostra faz parte do projeto “Pacific Standard Time: LA/LA”, uma iniciativa da Getty Foundation de Los Angeles, que reúne diversas instituições artísticas do sul da Califórnia sob um único tema: explorar o diálogo entre a cidade de Los Angeles (e arredores) e a arte latino-americana.

Morre o pintor peruano Fernando de Szyszlo ao lado de sua esposa +

O pintor e escultor peruano Fernando de Szyszlo, considerado um importante expoente da arte abstrata na América Latina, morreu nesta segunda-feira (09/10) aos 92 anos junto com sua esposa, após aparentemente sofrer um acidente doméstico em sua residência de Lima, informaram fontes próximas à família.

"O Peru perdeu um de seus maiores artistas e pensadores: Fernando de Szyszlo, que faleceu esta noite junto com sua esposa, Liliana Yábar. Estendemos nossas mais sinceras condolências a seus familiares e amigos", disse o Ministério da Cultura, pelo Twitter.

O artista plástico e sua mulher, de 96 anos, foram encontrados sem vida em sua residência. Os bombeiros chegaram ao local para atender a emergência. Em seu relato oficial é informado que ambos apresentavam feridas na cabeça e que foram encontrados "sem os sinais vitais", após um incidente qualificado como "emergência médica/ traumática/ferida por queda".
O pintor, com brilhante carreira nacional e internacional, foi um defensor de causas democráticas e intelectual muito respeitado pelas máximas autoridades do país. O presidente Pedro Pablo Kuczynski disse que ele foi um dos "grandes amigos de toda a vida".

De Szyszlo fundou, junto com o Nobel de Literatura Mario Vargas Llosa e outros intelectuais peruanos, o movimento "Libertad", que tentou —sem sucesso— levar o escritor à presidência em 1990, quando Alberto Fujimori saiu vitorioso.
|
Informações do jornal “Folha de São Paulo”, em 10/10/17.

Sacatar divulga nova lista de residentes +

O Instituto Sacatar, localizado na Ilha de Itaparica, na Bahia, anunciou os novos residentes que desenvolverão estudos e obras no local no ´período entre 2/10 e 27/11/17. São eles Bruce Odland - EUA - Arte Sonora (Artista Convidado); Sam Auinger - Alemanha - Arte Sonora (Artista Convidado); Sam Auinger - Alemanha - Arte Sonora (Artista Convidado); Gleb Skubachevskiy - Rússia - Artes Visuais (Parceria Winzavod); Joseph Cavalieri - EUA - Artes Visuais (Artista retornante - 2011); Mauricio Adinolfi - Brasil - Artes Visuais e Escultura (Seleção Sacatar) e Pedro Henrique Lemes da Silva - Brasil - Artes Visuais (Seleção Sacatar).

Jardim Miriam Arte Clube lança campanha de financiamento coletivo (SP) +

O Jardim Miriam Arte Clube (JAMAC), criado em 2004 pela artista Mônica Nador, é um espaço de cultura e inclusão produtiva na Cidade Ademar - zona sul de São Paulo - que oferece oficinas de formação em estêncil, serigrafia e audiovisual para jovens da região. Além de promover diversas atividades que se situam na interseção entre arte e a formação para a cidadania, o centro ainda é hoje um dos poucos centros de acolhimento da produção artística periférica e, desta maneira, promove o acesso de centenas de jovens e adultos aos sistemas e redes culturais da cidade.

Para que o projeto continue acontecendo, é lançado o projeto de financiamento coletivo arrecada verba para manutenção do centro de cultura, onde pode colaborar com valores e receber recompensas produzidas no próprio ateliê do JAMAC.

Os interessados em ajudar o projeto pode acessar mais informações no site do benfeitoria:
www.benfeitoria.com/jamac
|
Mais informações:
www.facebook.com/JamacArteClube

Acervo do MAM-SP é tema de exposição no Phoenix Art Museum (EUA) +

O Phoenix Art Museum, no Arizona, inaugura em 01/09/17 a mostra “Past/Future/Present: Contemporary Brazilian Art from the Museum of Modern Art, São Paulo” (Passado/Futuro/Presente: Arte Contemporânea Brasileira do Museu de Arte Moderna de São Paulo), que traz um panorama da produção artística do país entre as décadas de 1990 e 2010. Esta é a primeira mostra nos Estados Unidos dedicada exclusivamente a obras do acervo do MAM-SP, composta por 70 obras de 59 artistas. Organizada pela norte-americana Vanessa Davidson, a curadora Shawn and Lampe do setor arte latino-americana do Phoenix Museum, e com Cauê Alves, que atuou por dez anos como curador no MAM, a mostra fica cartaz até 31/12/17 na Steele Gallery. Integra também um catálogo bilíngüe, disponível para compra no museu. O livro traz prefácios de Amada Cruz, Diretora Sybil Harrington e CEO do Phoenix Art Museum, e de Milú Villela, Presidente do MAM, textos de Vanessa Davidson e Cauê Alves, bem como as imagens das obras apresentadas.
Participam trabalhos de , como Albano Afonso, Keila Alaver, Efrain Almeida, Rafael Assef, Dora Longo Bahia, Rodrigo Braga, Waltercio Caldas, Leda Catunda, Lia Chaia, Sandra Cinto, Felipe Cohen, Rochelle Costi, José Damasceno, Lenora de Barros, Antonio Dias, Iran do Espírito Santo, Marcius Galan, Anna Bella Geiger, Carmela Gross, Lucia Koch, Nelson Leirner, Jac Leirner, José Leonilson, Artur Lescher, Laura Lima, Antonio Manuel, Cinthia Marcelle, Marepe, Rodrigo Matheus, Cildo Meireles, Beatriz Milhazes, Odires Mlászho, Marcelo Moscheta, Pedro Motta, Vik Muniz, Ernesto Neto, Rivane Neuenschwander, Caio Reisewitz, Rosângela Rennó e outros.
|
Mais informações:|
Phoenix Art Museum,
1625 N Central Ave, Phoenix, AZ 85004, EUA.

Artista italiana Chiara Fumai morre aos 39 anos +

A artista italiana Chiara Fumai foi encontrada morta na quarta-feira de 17/08/17 na galeria Doppelgaenger na cidade de Bari, na Itália. De acordo com o jornal “La Reppublica”, a causa da morte foi por uma overdose de medicamentos prescritos.

A galerista da artista em Londres, Pierre d’Alancaisez da galeria Waterside Contemporary, postou em seu Facebook:
“Eu estou profundamente triste em ouvir sobre a passagem repentina de Chiara Fumai. Chiara tinha uma força extraordinária – comprometida com sua prática e sem medo dos riscos. Foi um privilégio trabalhar com ela na Waterside”.
O trabalho da artista de 39 anos foi aclamado internacionalemente graças às suas ponderosas palestras-performance que exploraram temas do feminismo radical, o ocultismo e o esoterismo, a linguagem e a representação através do infame arquétipo da "mulher vidente".

Em suas peças, Fumai canalizava várias entidades polêmicas, combinando vozes e histórias dentro de novas e carregadas narrativas.

Nascida em 1978 em Roma e vivia em Milão, Fumai participou da Documental 13, onde performou com um grupo de artistas no telhado do Fridericianum, junto da ativista feminista Carla Lonzi, fundadora da Rivolta Femminile, como duas atrações femininas do século 19 no P.T. Barnum's American Museum: A escrava Zalumma Agra, apelidada de Estrela do Oriente, e a mulher barbada Annie Jones. A peça foi produzida com o apoio do Fiorucci Art Trust.

Fumai participou de exposições ao redor do mundo, que inclui o MARCO, MAXXI, e a Fundação Nomas, todas em Roma; DRAF em Londres; CA2M em Madrid; e a Fundação Sandretto Re Rebaudengo em Turin.
O escritor e curador italiano Antonella Marino disse que Fumai tinha deixado Nova York, onde ela estava fazendo uma residência, para ir à Bari "para lidar com uma crise pessoal", da qual ela parecia estar se recuperando.

Fumai também estava preparando uma exibição para novembro na Galeria Rino Cost, em Valenza, e disse ao escritor que estava planejando se mudar para Bruxelas no final do ano.
|
Informações do site do artnet News.

Semana de Arte propõe evento além da arte visual no Hotel Unique (SP) +

A Semana de Arte, evento conduzido pelos galeristas Luisa Strina e Thiago Gomide, pelo curador Ricardo Sardenberg e pelo empresário cultural Emilio Kalil, divulgou as datas do evento que ocorre no Hotel Unique, no bairro do Ibirapuera em São Paulo. Entre 14 e 20/08/17 a Semana propõe celebrar, discutir e ampliar o mercado em torno das artes visuais e também com uma série de espetáculos exclusivos de teatro, música, dança e literatura, além de ciclo de debates e passeios arquitetônicos espalhados por diversos espaços da cidade. O destaque está na feira de arte que reunirá um seleto time de 35 galerias do Brasil e do mundo. A ideia é oferecer um novo formato, em que os mercados primário e secundário serão dispostos sem hierarquia, focada na criação de um fluxo entre os espaços de cada expositor, sejam solos, diálogos entre dois artistas ou em torno de temas específicos.
Entre as confirmadas estão casas que não costumam frequentar o circuito brasileiro com assiduidade, como Luhring Augustine e Alexander and Bonin (ambas de Nova York). Sprovieri Gallery (Londres), Galleria Continua (San Gimignano - Itália) e Galería Elba Benitez (Madri). No rol nacional, figuram algumas das principais galerias do país (veja a lista completa abaixo). A curadoria é de Ricardo Sardenberg que também é responsável por ciclo de debates, tendo como ponto de partida duas exposições em 1989: “Magiciens de la terre”, que tomou o Centro Georges Pompidou e a Grande Halle de la Villete, em Paris, e a terceira edição da Bienal de Havana. No ano da queda do Muro de Berlim, ambas mergulharam em uma pesquisa profunda, e praticamente inédita até então, sobre a arte criada fora do eixo Europa-Estados Unidos.

A programação além-artes visuais está a cargo de Emilio Kalil, que organizou a série de apresentações de teatro, dança, música e literatura para abrir a Semana. Como destaque, Maria Bethânia prepara uma leitura de fragmentos e testemunhos selecionados a partir de obras literárias que documentam a Diáspora Negra, seguido de exibição do documentário “Maria – Não esqueça que eu venho dos trópicos”, que resgata a vida e a obra da escultora Maria Martins (1894-1973). Para o teatro, Hamilton Vaz Pereira comanda a leitura dramática da peça “Trate-me leão”, uma das mais emblemáticas do grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone. Entre os programas definidos está ainda um festival de vídeo-dança, centrado em obras de coreógrafos que flertaram com as artes visuais – caso de Trisha Brown, célebre parceira do artista Robert Rauschenberg, e Merce Cunningham, que também trabalhou com nomes como Jasper Johns e Andy Warhol.

A Semana de Arte se completa com quatro passeios por marcos arquitetônicos de São Paulo guiados pelo arquiteto Aieto Manetti. Dois serão autorais, percorrendo edificações de Lina Bo Bardi (em 20/08, às 10h) e Paulo Mendes da Rocha (também no em 20/08, às 15h); os demais focarão nas regiões de Higienópolis (numa espécie de pré-abertura do evento, no 12/08, às 11h) e do Centro (19/08, às 15h). A participação nos trajetos, que serão feitos a pé e/ou de van, se dará mediante inscrição pelo e-mail educativo@semana.art.

Confira a programação completa:

12/08, às 11h - pré-abertura – Arquitetura
Roteiro 1 – Higienópolis: Passeio por marcos arquitetônicos paulistanos guiado pelo arquiteto Aieto Manetti (inscrições:educativo@semana.art)

14/08, às 21 – Dança
Dança e Artes Visuais: Encontros, com Helena Katz, curadoria de Maria Luisa Mendonça.
Local: TUCA –Teatro da PUC-SP
Capacidade: 300 lugares

15/08, às 21h - Literatura/Música
Encontro Conceição Evaristo e Hamilton de Holanda
Escrevivênvia com o coração na ponta dos dedos
Local: TUCA –Teatro da PUC SP
Capacidade: 300 lugares

Artes Visuais
Palestras
Local: Centro Universitário Belas Artes de São Paulo / Auditório
Capacidade: 300 lugares.

Palestra 1, às 10h, com Fernanda Brenner (Pivô) e Bernardo José de Souza (Fundação Iberê Camargo). Uma conversa sobre modelos curatoriais em instituições privadas sem fins lucrativos no contexto político brasileiro atual.

Palestra 2, às 11h30 – com o artista Bernardo Ortiz, palestra sobre o exercício de caminhar pela paisagem atento à percepção e aos questionamentos que dela surgem.

Palestra 3, às 14h30 – com o crítico e curador independente Paulo Sérgio Duarte e a curadora Maria do Carmo Pontes.
Duarte conversa com Maria do Carmo Pontes, curadora convidada, sobre a obra do artista Antonio Dias, que durante a feira da Semana de Arte terá um solo com trabalhos dos anos 1970 no estande da Galeria Nara Roesler.

Palestra 4, às 16h30 – coma historiadora da arte e curadora Isobel Whitelegg
A diretora do MA Art Museum & Gallery Studies (School of Museum Studies, Universidade de Leicester) apresenta a sua pesquisa sobre a História das bienais na America Latina nos anos 1970 e 1980, culminando com a Terceira Bienal de Havana (1989) e os significados da globalização para as bienais latino-americanas.

16/08, às 21h - TEATRO
Leitura dramatizada do espetáculo “Trata-me Leão” com Hamilton Vaz Pereira e grande elenco
Local: TUCA –Teatro da PUC SP
Capacidade: 300 lugares

17/08, das 12h às 22h – ARTES VISUAIS
Abertura VIP da feira de arte
Local: Hotel Unique

18/08, das 12h às 20h - ARTES VISUAIS
Feira de arte
Local: Hotel Unique
Ingresso: R$ 80,00

19/08, às 11h - Documentário
Maria – Não esqueça que eu venho dos trópicos
Após a exibição do filme, haverá uma conversa com os codiretores Francisco C. Martins e Elisa Gomes com Graça Ramos, autora do livro “Maria Martins – Escultora dos trópicos”.
Local: CineSesc – Rua Augusta
Capacidade: 273 lugares

Das 12h às 20h - Artes Visuais
Feira de arte
Local: Hotel Unique
Ingresso: R$ 80,00

Às 15h - Arquitetura
Roteiro 2: Centro
Passeio por marcos arquitetônicos paulistanos guiado pelo arquiteto Aieto Manetti (inscrições:educativo@semana.art)
Horário: 15h

20/08, às 10h - Arquitetura
Roteiro 3: Lina Bo Bardi e Av. Paulista
Passeio por marcos arquitetônicos paulistanos guiado pelo arquiteto Aieto Manetti (inscrições:educativo@semana.art)


Às 15h - Arquitetura
Roteiro 4: Paulo Mendes da Rocha
Passeio por marcos arquitetônicos paulistanos guiado pelo arquiteto Aieto Manetti (inscrições:educativo@semana.art)

*A programação de Arquitetura, Teatro, Literatura/Música, Dança e Palestras será oferecida gratuitamente, sujeita à lotação de cada espaço.

|
Confira as galerias confirmadas:

Nacionais
Almeida & Dale Galeria de Arte (SP)
Arte 57 (SP)
Pinakotheke (RJ)
Galeria A Gentil Carioca (RJ)
Galeria Bergamin & Gomide (SP)
Galeria Casa Triângulo (SP)
Celma Albuquerque (MG)
Galeria Estação (SP)
Folio (SP)
Galeria Itamar Musse (BA)
Galeria Jaqueline Martins (SP)
Galeria Leme (SP)
Galeria Luisa Strina (SP)
Lurixs (RJ)
Galeria Marilia Razuk (SP)
Galeria Mendes Wood (SP)
Galeria Millan (SP)
Galeria Nara Roesler (SP)
Galeria Vermelho (SP)
Luciana Brito Galeria (SP)
Paulo Kuczynski Escritório de Arte (SP)
Rafael Moraes (SP)
Resplendor Antiguidades (SP)
Ronnie Mesquita (RJ)
Simões de Assis (PR)
Superfície (SP)
Galeria Sé (SP);

Estrangeiras:
Alexander and Bonin (Nova York)
Galeria Elba Benitez (Madri)
Galleria Continua (San Gimignano)
Luhring Augustine Gallery (Nova York)
|
Mais informações:
Hotel Unique
Jardim Paulista: av. Brigadeiro Luís Antônio, 4.700.

Tucarena – PUC-SP
Perdizes: r. Monte Alegre, 1.024.

Cinesesc
Jardins: r. Augusta, 2.075.

Centro Universitário Belas Artes
Vila Mariana: r. José Antonio Coelho, 879 – Vila Mariana