destaques
conteúdo
publicidade
curtas

Prêmio ABCA anuncia os vencedores em 10 categorias das Artes Plásticas +

Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA anunciou a lista de artistas visuais, curadores, críticos, autores e instituições culturais vencedores do Prêmio ABCA 2017. A premiação anual contempla dez categorias que se destacaram no cenário das artes visuais em 2016. O troféu criado pela artista Maria Bonomi será entregue aos premiados no dia 23/05/17, às 20h, em cerimônia no Teatro do SESC Vila Mariana.

Confira os premiados:
Prêmio Gonzaga Duque (crítico associado pela atuação durante o ano):
Raul Córdula

Prêmio Sérgio Milliet (crítico por pesquisa publicada):
Mirian de Carvalho: A brasilidade na pintura de César Romero. Salvador: Expoart, 2016.

Prêmio Mario Pedrosa (artista contemporâneo):
José Rufino

Prêmio Ciccillo Matarazzo (personalidade atuante no meio artístico):
Justo Werlang

Prêmio Mário de Andrade (crítico de arte pela trajetória – filiado ou não):
Tadeu Chiarelli

Prêmio Clarival do Prado Valladares (artista pela trajetória):
Abraham Palatnik

Prêmio Maria Eugênia Franco (curadoria pela exposição):
Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes pela curadoria da mostra “Em Polvorosa – um panorama das coleções MAM Rio”, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade (instituição pela programação e atividade no campo da arte):
Serviço Social do Comércio (SESC) - Brasil

Prêmio Paulo Mendes de Almeida (melhor exposição):
Francisco Brennand – Senhor da várzea, da argila e do fogo, realizada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre

Prêmio Antônio Bento (difusão das artes visuais na mídia):
Ilustrada / Folha de S.Paulo

DESTAQUES:
Giselle Beiguelman
Antonio Carelli
Exposição Lasar Segall realizada pelo Museu Lasar Segall e Pinakotheke Cultural

HOMENAGENS:
Maria Helena Andres
Juarez Paraíso
Gontran Guanaes Netto

Intervenção florida de Makoto Azuma marca chegada da Japan House a SP +

A cidade de São Paulo tem mais um bom motivo para estreitar os laços com a cultura japonesa. Em 06/05/17 será inaugurada a Japan House, uma espécie de casa de cultura que será instalada na Avenida Paulista, próximo ao cruzamento com a Rua treze de Maio. Idealizada pelo governo japonês com projeto arquitetônico do japonês Kengo Kuma, o espaço tem como intuito apresentar um novo olhar sobre o Japão contemporâneo, combinando arte, tecnologia e negócios.

Desde 08/04/17, uma ação proposta pelo artista japonês Makoto Azuma anuncia a chegada do novo espaço à cidade. Até a inauguração da Japan House, o artista realiza a intervenção “Flower Messenger” pelas ruas da cidade. São diversos roteiros percorridos por 30 bicicletas carregadas de flores pelos principais bairros e cartões postais, com arranjos que ressaltam cores, texturas e formatos. A obra de Makoto trata do instante do encontro entre o homem e a natureza, com o objetivo de realçar as pequenas diferenças no florescer e muchar. Confira a agenda de locais por onde as bicicletas floridas ainda vão levar a beleza das flores.

Programação:
25/04: Estação Imigrantes, Museu do Ipiranga e Monumento da Independência.
26/04: Estação Jabaquara, Rua Getúlio Vargas Filho e Jardim Botânico.
27/04: Museu de Ciências Catavento, Rua 25 de Março e Mercado Municipal.
28/04: Estação Trianon MASP, Parque Trianon, MuBE e MIS.
29/04: Estação Santa Cecília, Largo do Arouche, Praça da República e Praça Dom José Gaspar.
30/04: Estação São Bento, Vale do Anhangabaú e Largo São Francisco.
02/05: Shopping West Plaza, Palestra Itália e Memorial da América Latina.
03/05: Rua Salete, Aeroclube Campo de Marte e Sambódromo Anhembi.
04/05: Estação Butantã, Cidade Universitária – USP, Praça do Relógio – USP.
05/05: Parque do Carmo.
06/05: Trajeto ida e volta Av. Paulista, saindo da Japan House.
07/05: Japan House, Masp e Japan House.
|
Mais informações: http://www.japanhouse.jp/saopaulo

EAV Parque Lage realiza o seminário A Tropicalização do Norte +

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage realiza entre 24 e 28/04/17 o seminário “A Tropicalização do Norte”, com palestras diárias e abertas ao público. O evento reúne alguns dos artistas brasileiros que participaram desta mostra internacional, como Iole de Freitas, Anna Maria Maiolino e Dias & Riedweg. O tema pretende estimular a criação de trabalhos que estabeleçam alguma interseção entre os trópicos e a Documenta. As atividades incluem projeção de filmes e performance, além de clínicas de projetos, ministradas pela curadora Lisette Lagnado e pelo artista Ricardo Basbaum.
A iniciativa integra o programa da EAV que, em parceria com o Instituto Goethe, vai contemplar dois alunos com bolsas-viagem para a Documenta 14, a maior mostra de arte contemporânea do mundo, que acontece em Kassel (Alemanha). Confira a programação:
|
24/04, das 19h às 21h: palestra de Iole de Freitas;
25/04, das 19h às 21h: palestra de Anna Maria Maiolino;
26/04, das 19h às 21h: palestra de Dias & Riedweg;
27/04, das 19h às 22h: Andreas Valentin - projeção de filmes de Andreas dos anos 70, sobre Helio Oiticica;
28/04, das 19h às 22h: Cine Lage: Boi Neon – projeção do filme e debate com o artista e cineasta, Gabriel Mascaro;
28/04, das 22h às 00h- O performer Fernando Peres apresenta o Lesbian Bar (bar-exposição-performance, como o próprio define).
|
EAV Parque Lage
Jardim Botânico: r. Jardim Botânico, 414, tel. (21) 3257-1800.
www.eavparquelage.rj.gov.br

Museu Oscar Niemeyer recebe propostas de exposições +

Uma das mais respeitadas instituições culturais do Brasil, o Museu Oscar Niemeyer, recebe, até 28/04/17, inscrições de artistas interessados em realizar exposições no museu. Podem se inscrever artistas de trajetória consolidada no contexto nacional e ou internacional. No site do museu, é possível baixar o regulamento, a carta de interesse e a planilha financeira: http://www.museuoscarniemeyer.org.br/institucional/expor

|
Mais informações:
Museu Oscar Niemeyer
Centro Cívico: r. Marechal Hermes, 999, tel. (41) 3350-4400. www.museuoscarniemeyer.org.br

Claudia Andujar, Lucas Simões e outros brasileiros no exterior +

A artista Karla Caprali participa da mostra “Woman Behind the Threads”, que acontece na Bossa Gallery, em Miami, com curadoria da galerista Liliana Beltran. A mostra conta ainda com a participação de Aurora Molina, Marina Font e Patricia Schnall Gutierrez e fica em cartaz de 27/4 a 2/6.
|
Jaime Lauriano e Vivian Caccuri participam da mostra “The Atlantic Triangle”, na Rele Gallery, em Lagos (Nigéria), entre 2 e 24/4.
|
A fotógrafa Claudia Andujar e a dupla de artistas multimídia Gisela Motta
e Leandro Lima, ambos da Galeria Vermelho, participam da mostra “Amazonie - Le Chamane et la Pensée de la Forêt”, que acontece no Muséum of Pointe-à-Callière, em Montreal, no Canadá, entre 20/4 e 22/10/17.
|
A galeria paulistana Mendes Wood DM Brussels inicia suas atividades na Bélgica em 18/4 com a mostra “Neither”, uma curadoria de Fernanda Brenner com obras de Adriano Costa, Alexandre da Cunha, Ana Mazzei, Anna Zacharoff, Christina Mackie, Christodoulos Panayiotou, Cibelle Cavalli Bastos, Dan Coopey, Daniel Steegmann Mangrané, Dominique Gonzalez-Foerster & Manuel Raeder, Dries van Noten, Djordje Ozbolt, Erika Verzutti, f.marquespenteado, Fernando Ortega, Francesco João Scavarda, Franz West, Giulio Delvè, Hamza Halloubi, James Ensor, Jason Dodge, Joëlle Tuerlinckx, Kasper Bosmans, Katinka Bock, Lawrence Weiner, Laurent Dupont, Lucas Arruda, Luiz Roque, Mariana Castillo Deball, Matthew Lutz-Kinoy, Mauro Restiffe, Meriç Algün Ringborg, Michael Dean, Nick Mauss, Nicolas Deshayes, Nina Canell, Otobong Nkanga, Paloma Bosquê, Patricia Leite, Paul Sietsema, Rineke Dijkstra, Robert Janitz, Rodrigo Hernández, Rosemarie Trockel, Runo Lagomarsino e Sonia Gomes. A galeria fica no 13 Rue des Sablons / Zavelstraat, em Bruxelas.
|
O artista mineiro, radicado no Rio de Janeiro, Thiago Rocha Pitta (Galeria Millan) realiza sua segunda mostra individual em Nova York, na Maianne Boesky Gallery, até 29/4.
|
A carioca Rosângela Rennó (Galeria Vermelho) participa da coletiva “Autophoto”, em cartaz na Fondation Cartier pu l'Art Contemporain, em Paris, entre 20/4 e 24/9/17.
|
A mineira Marilá Dardot (Galeria Vermelho) realiza a individual “En el Silencio Nunca Hay Silencio” no Jardín Ochil, em Mérida, no México, a partir de 22/4.
|
Lucas Simões, da Luciana Caravello Galeria de Arte (Rio de Janeiro), apresenta a individual “White Lies” na galeria Lora Reynolds, em Austin, no Texas. Fazem parte da exposição esculturas da série “Abismo”, bem como uma nova série composta por seis obras em forma de coluna, em concreto e papel. “White Lies” fica em cartaz até 27/5/17.
|
Geraldo de Barros e Waldemar Cordeiro protagonizam a mostra “The Revolution is Dead. Long Live the Revolution!”, em cartaz no Zentrum Paul Klee e no Kunstmuseum Bern, em Berna, na Suíça, de 13/4 a 9/7. A curadoria é de Bühler, Michael Baumgartner e Fabienne Eggelhöfer.
|
O artista Dante Velloni ocupa entre 11/4 e 9/5 a Galeria Casa do Brasil, em Madri, com a mostra “Veladuras - Cameraless”. O nome da mostra remete ao fato de as obras apresentadas terem sido às obras fotográficas apresentadas terem sido realizadas sem o uso da máquina fotográfica tradicional (cameraless).
|
Clara Ianni (Galeria Vermelho) apresenta a exposição “Sky is Falling” no Centre for Contemporary Arts (CCA), em Glasgow (Escócia) entre 31/3 e 14/5.
|
O carioca Jarbas Lopes (A Gentil Carioca) participa da mostra “Boa Sorte”, em cartaz no FORUM - Fundacao Eugenio de Almeida, em Évora (Portugal), entre 6/5 e 1/10/17. A curadoria é de Elfi Turpin e Filipa Oliveira.
|
O carioca João Modé participa da mostra “Bahar - The Istanbul Off-Site Project for Sharjah Biennial 13”, na Turquia, com curadoria de Abud Efendi Mansion, entre 13/5 e 10/6. www.sharjahart.org
|
A carioca Maria Laet participa da mostra “La Vie Aquatique”, uma curadoria de Sandra Patron em cartaz no Musée Régional d’Art Contemporain em Sérignan (França), até 7/6/17.
|
A mostra Retrospectiva “Lygia Pape - A Multitude of Forms” é a primeira exposição monográfica dedicada à artista brasileira Lygia Pape nos Estados Unidos (1927 – 2004). Figura significante no desenvolvimento da arte moderna brasileira, Pape combinou abstração geométrica com noções de corpo, tempo e espaço de formas únicas que transformaram radicalmente a natureza do objeto de arte no final dos anos 1950 e início dos anos 1960. Abrangendo uma carreira prolífica e inclassificável que se estendeu por cinco décadas, esta exposição examina a obra extraordinariamente rica de Pape que se manifesta através de meios variados – desde escultura, gravura e pintura até instalação, fotografia, performance e cinema. Em cartaz no Metropolitan Breuer, em Nova York, entre 21/3 e 23/7.
|
Os artistas paulistas Albano Afonso e Sandra Cinto (ambos da Casa Triângulo) participam da mostra coletiva “Specchio Paulo Reis”, mostra com curadoria de David Barro e em cartaz no Didac de Santiago de Compostela (Espanha) a partir de 3/3/17.
|

O artista mineiro Pedro Motta (Galeria Luisa Strina) foi selecionado para a mostra “Soulèvements”, com curadoria de Georges Didi-Huberman, no Museu Nacional d’Art de Catalunha, em Barcelona, na Espanha, entre 23/3 e 25/6/17.
|
Tonico Lemos Auad (Galeria Luisa Strina) participa da mostra “Tamawuj - Bienal de Sharjah 13”, na Sharjah Art Foundation, nos Emirados Árabes Unidos, entre 10/3 e 12/6. Curadoria de Christine Tohme. O artista paraense, radicado em Londres, participa ainda da mostra coletiva Drawing Biennial 2017, no Drawing Room, em Londres, até 26/4/17.
|
Clarissa Tossin (Galeria Luisa Strina) participa da coletiva “Lives Between, curadoria de Joseph del Pesco e Sergio Edelzstein, no espaço Kadist, em São Francisco (EUA), entre 8/3 e 6/5/17.
|
Clara Ianni (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Utopia/Dustopia”, no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, entre 21/3 e 14/8/17.
|
Marcelo Cidade (Galeria Vermelho) participa da mostra coletiva “Monumentos, Anti-Monumentos y Nueva Escultura Pública”, no Museo de Arte de Zapopan (MAZ), em Zapopan, no México, entre 30/3 e 30/7/17.
|
Lucas Arruda & On Kawara realizam entre 3/3 e 29/4 a mostra “Days and Horizons” no espaço Hic Svnt Dracones, em Nova York.
|
A dupla de artistas Dias & Riedweg (Galeria Vermelho) participam da mostra “Von Früh bis Spät - Bildes des Alltags aus der Sammlung”, em Luzerna, na Suíça, entre 4/3 e 31/5. Participam ainda da mostra “El Borde de una Herida - Migración, Exilio y Colonialidad en el Estrecho”, que acontece no CentroCentro, em Madri (Espanha), entre 15/2 e 4/6.
|
Jonathas de Andrade (Galeria Vermelho) foi selecionado para a Sharjah Biennial 13, nos Emirados Árabes, entre 10/3 e 12/6.
|
A mostra “Claudia Andujar. Tomorrow Must Not Be Yesterday” fica em cartaz no
Museum für Moderne Kunst, em Frankfurt, na Alemanha, entre 18/2 e 25/6. Participa ainda da mostra “10 Years Old”, na Fondazione Fotografia Modena, na Itália, entre 11/3 e 30/4.
|
A artista plástica mineira, radicada em Nova York, Valeska Soares (Fortes D’Aloia & Gabriel), criou dois novos site-specifics para a mostra “Unfold”, no espaço Matrix 176, localizado no Wadsworth Atheneum Museum of Art, em Connecticut, nos EUA. A mostra fica em cartaz entre 2/2 e 7/5/17. www.thewadsworth.org
|
Sonia Gomes (Mendes Wood DM) e Rivane Neuenschwander (Fortes D’Aloia & Gabriel) participam da mostra coletiva “Entangled: Threads & Making”, no espaço Turner Contemporary, em Margate, no Reino Unido, até 7/5. A mostra tem curadoria de Karen Wright e conta ainda com obras de Anni Albers, Caroline Achaintre, Ghada Amer, Paola Anziché, Hrafnhildur Arnardóttir / Shoplifter, Phyllida Barlow, Marion Baruch, Karla Black, Margrét H Blöndal, Regina Bogat, Louise Bourgeois, Geta Brătescu, Sonia Delaunay, Ximena Garrido-Lecca, Eva Hesse, Ann Cathrin November Høibo, Laura Ford, Mona Hatoum, Marianne Heske, Sheila Hicks, Susan Hiller, Maureen Hodge, Christiane Löhr, Kate MccGwire, Annette Messager, Lucy + Jorge Orta, Arna Óttarsdottir, Sidsel Paaske, Maria Papadimitriou, Anna Ray, Maria Roosen, Ursula von Rydingsvard,; Hannah Ryggen, Betye Saar, Judith Scott, Samara Scott, Kiki Smith, Aiko Tezuka, Rosemarie Trockel, Tatiana Trouvé, Frances Upritchard e Joana Vasconcelos.
|
Jac Leirner (Fortes D’Aloia & Gabriel) realiza a mostra individual “Institutional Ghost” no Irish Museum of Modern Art, em Dublin (Irlanda) até 5/6.
|
Tamar Guimarães (Fortes D’Aloia & Gabriel) divide com o dinamarquês Kasper Akhoj a obraa “A Minor History of Trembling Matter”, em cartaz entre 18/2 e 18/6, na Albright-Knox Art gallery, em Buffalo (EUA). A obra trata de uma pesquisa realizada pelos artistas na cidade de Palmelo, no interior de Goiás, considerada a Capital do Espiritismo no Brasil, vistoq ue metade de seus habitantes são adeptos da religião. Ainda este ano a obra será apresentada no Los Angeles County Museum como parte da mostra Pacific Standard Time: LA/LA. Os dois artistas participam ainda da mostra “Black Box”, em cartaz no The Baltimore Museum of Art entre 8/2 e 11/6. A curadoria é de Kristen Hileman.
|
Rivane Neuenschwander, Hélio Oiticica, Detanico Lain e Cinthia Marcelle participam da mostra coletiva “Punto de Partida. Colección Isabel y Agustín Coppel”, em cartaz até 11/6 na Fundación Banco Santander, em Madri. A curadoria é de Magnolia de la Garza e Patrick Charpenel, que partem da idéia de mestiçagem para realizar uma leitura da arte contemporânea mundial. A mostra traz 120 obras de 57 artistas, como Jimmie Durham, Superflex, Abraham Cruzvillegas, Alighiero Boetti, Ulises Carrión, Gabriel Orozco, Mario García Torres, Leonor Antunes, Gary Hill, Pierre Huyghe, Wolfgang Tillmans, Marcel Broodthaers, Bruce Nauman e Cindy Sherman.
|
Jonathas de Andrade, Eduardo Srur e Marcelo Moschetta estão na mostra coletiva “Aqua - Les Artistes Contemporains et l’Enjeu de l’Eau”, uma curadoria de Adelina Von Fürstenberg para o projeto Art for the World. A mostra acontece entre 22/3 e 2/7 no Château de Penthes, na Île Rousseau, em Pregny-Chambésy, em Genebra, na Suíça.
|
Carla Guagliardi e Otavio Schipper participam da mostra “Mirror Images - Reflections in Art and Medicine”, no Kunstmuseum Thun, na Suíça. A coletiva, com curadoria de Alessandra Pace, combina obras de arte com experiências científicas e objetos que lidam com a maneira que percebemos nosso próprio corpo no espaço. A mostra fica em cartaz entre 11/2 e 30/4.
|
A artista paulistana Jac Leirner (Fortes D’Aloia & Gabriel) se apresenta na mostra individual “Institutional Ghost”, entre 14/2 e 5/6, na Courtyard Galleries, em Londres.
|
O artista plástico Jonatas de Andrade (Galeria Vermelho) participa em março de uma mostra coletiva no MoMA de Nova York com seu filme “Levante”, recentemente adquirido pela instituição. O artista fará uma palestra sobre a obra no museu em 10 de abril. A mostra coletiva “Unfinished Conversations: New Work from the Collection” acontece entre 10/3 e 30/7 e apresenta ainda obras de John Akomfrah, Anna Boghiguian, Samuel Fosso, Iman Issa, Cameron Rowland, Wolfgang Tillmans, Kara Walker, Lynette Yiadom-Boakye e outros. Ainda nos EUA, Jonatas de Andrade apresenta o filme “O Peixe” (visto na última Bienal de São Paulo), no New Museum (www.newmuseum.org).
|
A artista carioca Maria Nepomuceno participa da mostra “Afetosintesys”, no Stavanger Art Museum, em Stavanger, na Noruega, entre 17/3 e 28/5. www. museumstavanger.no
|
A artista mineira radicada no Rio de Janeiro Laura Lima participa da mostra “Illusion and Revelation”, curadoria de Ernst Caramelle, em cartaz no Bonnefanten Museum, em Maastricht, na Holanda, até 27/11/17. www.bonnefantren.nl

|
O fotógrafo paraense Guy Veloso (Escritório de Arte Rosa Barbosa) foi convidado com seu projeto “Penitentes: Dos Ritos de Sangue à Fascinação do Fim do Mundo” para a Bienal de las Américas, em Denver, no Colorado (EUA), em junho de 2017. Trata-se de um trabalho de cunho antropológico de Veloso, que retrata grupos laicos de Encomendadores das Almas (Penitentes), que durante certas épocas do ano, saem noite adentro rezando pelos “espíritos sofredores”, geralmente cobrindo rostos com panos ou capuzes, em alguns casos mais dramáticos, praticando autoflagelação. Curadoria de Maluca Salazar.
|
A Rubell Family Collection – Contemporary Art Foundation, em Miami, apresenta a mostra “New Shamans - Novos Xamãs: Brazilian Artists” até 25/8/17. A mostra apresenta obras nas mais diversas mídias dos artistas AVAF, Lucas Arruda, Thiago Martins de Melo, Sonia Gomes, Andre Komatsu, Daniel Steegmann Mangrané, Paulo Nazareth, Maria Nepomuceno, Solange Pessoa, Paulo Nimer Pjota, Marina Rheingantz, Eli Sudbrack e Erika Verzutti.

Grafiteiros de Curitiba levam cor e alegria para o Líbano e a Síria +

Os grafiteiros Rimon Guimarães e Zéh Palito estão a caminho da Síria para dar continuidade à ação artística “Conexus”, projeto coletivo de arte contemporânea nômade, com curadoria da gaúcha Sheila Zago, que viaja pelo mundo promovendo artistas e desenvolvendo programas educacionais com parceiros locais.
Após quase duas semanas de muitas atividades no Líbano, onde pintaram escolas e alojamentos, e desenvolveram oficinas de arte para crianças e adolescentes em campos de refugiados na província de Beqaa, os grafiteiros seguem agora para a Síria, com o apoio da Embaixada Brasileira em Damascus.
Eles farão parte de uma residência artística na galeria Mustafa Ali, onde colaboram com artistas locais e ministram oficinas para crianças e adolescentes. A agenda ainda conta com um encontro na Faculdade de Belas Artes, a pintura do mural do Ministério da Cultura e oficinas dentro do projeto SOS Kinder Village e no Kafr Sousa Cultural Center, coordenado pela UNICEF.
Como é realizado de forma voluntária, o projeto depende de doações para cobrir despesas com transporte, alojamento, alimentação e materiais para o desenvolvimento das ações. As doações podem ser feitas pelo site Generosity (www.generosity.com/education-fundraising/cosmic-future-making-art-with-young-refugees). O grupo vai recompensar os doadores com obras especiais.

Homenageando Leonilson, 18º Prêmio Arte na Escola Cidadã recebe inscrições +

O Prêmio Arte na Escola Cidadã, realizado pelo Instituto Arte na Escola por meio da Lei de Incentivo à Cultura, recebe inscrições até 28/05/17, através do link: www.artenaescola.org.br/premio. Podem se inscrever professores de arte de todo o território nacional. Todos os inscritos receberão um material com proposta educativa a partir da obra "Puros e Duros" (1991), de Leonilson, artista homenageado nesta 18ª edição do Prêmio.
São cinco categorias de premiação: Educação Infantil, Ensino Fundamental 1, Ensino Fundamental 2, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os participantes devem desenvolvido projetos em Artes Visuais, Dança, Música ou Teatro, entre 2015 e maio de 2017, em escolas de ensino regular, públicas ou particulares.
Os professores premiados recebem R$ 10 mil, publicações e certificado, além de participarem da cerimônia de premiação e de vivências culturais na cidade de São Paulo. As escolas nas quais os projetos foram desenvolvidos também recebem prêmios, como equipamentos e publicações para a biblioteca.
Cada professor vencedor tem ainda seu projeto registrado em um documentário produzido pelo Instituto Arte na Escola. Após a cerimônia de premiação, os cinco documentários produzidos se desdobram em materiais de formação para outros professores de Artes.
|
Mais informações: www.artenaescola.org.br/premio

Casa de Oswaldo Cruz promove chamada pública para pintura no edifício do CDHS +

A Casa de Oswaldo Cruz (COC), no Rio de Janeiro, promove uma chamada pública até 08/05/17 voltada para pintura artística no edifício do Centro de Documentação em História da Saúde (CDHS), cuja construção está em fase de conclusão. A pintura ficará no hall de entrada do edifício e o projeto artístico será selecionado no que melhor atender os requisitos exigidos. Em 06/06/17, a Comissão Julgadora divulgará o resultado do projeto vencedor, que será objeto de contrato e deverá ser executado em 120 dias. O valor da execução pode chegar a 100 mil reais. O painel artístico ocupará área de quase 12m² (4,90m x 2,40m).
Com projetos artísticos inéditos, inspirados na história, na memória e no patrimônio das Ciências e da Saúde no Brasil, poderão participar artistas ou coletivos de artistas brasileiros ou estrangeiros, maiores de 18 anos, residentes no Brasil. O painel artístico deve estabelecer o diálogo com os acervos que dão suporte à memória institucional, das ciências e da saúde pública no Brasil.
|
Mais informações:
www.coc.fiocruz.br

Últimos dias para prazo de envio de propostas de exposição 2018 no MON +

O Museu Oscar Niemeyer (MON) recebe as propostas expositivas para 2018 até 28/04/17. As propostas devem ser encaminhadas pelos Correios ou protocoladas diretamente no museu. Não serão aceitas as que forem enviadas por e-mail, fora do prazo ou incompletas. Serão ainda analisadas pelo do museu, e caso o projeto seja aprovado, o MON entrará em contato pelo endereço eletrônico informado no cadastro. O regulamento e arquivos necessários para compor as mesmas estão disponíveis no site do MON (www.museuoscarniemeyer.org.br).
|
Mais informações:
MON
Centro Cívico: r. Marechal Hermes, 999, tel. (41) 3350-4400. www.museuoscarniemeyer.org.br

Av. Paulista recebe mostra anual UGT 10 anos: Objetivos para Transformar o Mundo +

A Avenida Paulista recebe novamente a partir de 23/04/17 a exposição anual “UGT 10 anos: 17 Objetivos para Transformar o Mundo”, da União Geral dos Trabalhadores (UGT), em homenagem ao Dia Internacional dos Trabalhadores (01/05). A mostra fotográfica traz 34 painéis de grandes dimensões espalhados pela Avenida Paulista, rua Augusta e a alameda Campinas, e retrata o Brasil de norte a sul sob diferentes aspectos, sobre a crise dos últimos 10 anos até o se espera até 2030. Participam trabalhos de renomados fotógrafos da Folhapress, Getty Images, Estadão Conteúdo, Nitro Imagem, Olhar Imagem, entre outros, como Lalo de Almeida, Rogério Assis, Kenia Ribeiro, Sergio Zacchi, Leo Drumond e João Marcos Rosa, Ricardo Funari, Miguel Schincariol, Paulo Fridman, Evaristo Sá, Luiz Souza, Eduardo Anizelli, Joel Silva, Rogério Cassimiro, Clayton de Souza, J.F. Diório, Gabriela Bil e Dida Sampaio e Cris Berger.
A mostra tem parceria da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) Brasil, que serão implementados pelo Brasil e mais 198 países até 2030 e sua intenção é adotar uma agenda global de desenvolvimento sustentável para melhorar a vida da população mundial. Acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas. A abertura oficial da exposição em 23/04/17, às 14h, em frente ao Conjunto Nacional, e fica em cartaz até 30/05/17.
|
Mais informações:
Conjunto Nacional
Cerqueira César: av. Paulista, 2.073. São Paulo - SP.

Mapa das Artes completa quinze anos e inaugura nova seção nas redes sociais +

Há quinze anos surgia a primeira edição do Mapa das Artes São Paulo, um guia cultural com o objetivo de mapear as artes plásticas na cidade no período da 25ª Bienal de São Paulo, que ia de 23 de março a 02 de junho de 2002. Foram listados 105 espaços, como museus, espaços institucionais, galerias, ateliês, serviços e eventos. Já em sua primeira edição contou com a colaboração dos seguintes anunciantes: Luisa Strina, Casa Triângulo, Marília Razuk, Dan, Mônica Filgueiras, Fortes Vilaça (agora mudou de nome), Brito Cimino (se separaram), Baró Senna (se separaram), Rosa Barbosa (virou escritório de arte), Valu Ória (virou consultora), Adriana Penteado (fechou), Portal (fechou), Thoms Cohn (fechou), Galeria São Paulo (fechou), além do Centro Brasileiro Britânico, do site brasileiro de arte Artenet (criado pelos irmãos gêmeos Eduardo e Elias Rezende, que fechou) e do Pix Studio (das ex- sócias Yael Steiner e Leslie Markus, que também fechou). O Mapa das Artes agradece aos anunciantes, artistas, curadores, críticos, jornalistas, curadores, diretores de museus e público em geral o interesse e o apoio durante esses 15 anos. Para celebrar essa data histórica, o Mapa das Artes inaugura hoje uma nova sessão, que vai ilustrar curiosidades e assuntos que marcaram a história da arte no Brasil nas redes sociais (www.facebook.com/mapadasartesbrasil/ e @mapadasartesoficial).

Prêmio seLecT Arte e Educação encerra edição com seminário em São Paulo +

O Prêmio seLecT de Arte e Educação recebeu cerca de 500 inscrições, de 21 estados brasileiros, em sua 1ª edição. O processo de julgamento já ocorreu, restando mais uma etapa, que ocorre entre 03, 04 e 06/05/17, das 18h às 22h, o Seminário de Arte e Educação no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Na ocasião são apresentados e discutidos os dez trabalhos finalistas. Na primeira fase de avaliação, coube à Comissão de Seleção, formada por Paula Alzugaray, Paulo Portella Filho e Giselle Beiguelman, pré-selecionar 60 projetos – 30 de cada categoria – dentre os inscritos. Na segunda fase, as obras pré-selecionadas foram conhecidas, analisadas e discutidas pela Comissão de Premiação, formada por Cayo Honorato, Regina Silveira, Rosa Iavelberg, Thiago Honório e Giselle Beiguelman , que selecionaram os dez projetos finalistas – cinco na categoria Artista e cinco na categoria Formador – a serem apresentados pelos proponentes na terceira fase.
O evento gratuito e voltado para estudantes, artistas, pesquisadores e outros especialistas e interessados na área, convida o público a realizar perguntas que promovam debates e questionamentos aos finalistas. O crítico e curador Agnaldo Farias abre o seminário com a palestra “Algumas perguntas aos colegas Arte/Educadores, seguidas de algumas tentativas de respostas”, às 18h. Em seguida, cinco finalistas apresentarão seus projetos. Em 04/05, será a vez dos outros cinco finalistas. Já em 05/05, o Júri de Premiação se reúne novamente para selecionar os projetos ganhadores. Enfim, em 06/05, ocorre uma palestra de encerramento de Ana Mae Barbosa, antes da cerimônia de premiação, em que os vencedores de ambas as categorias ganharão R$ 20 mil cada um.

Confira quem são os finalistas:

Artistas
- Annamaria Noêmia Lopes Xavier (SP), com o trabalho A Poética dos Encontros, realizado a partir de encontros com deficientes visuais no Instituto Cegos Padre Chico.
- Cristiana Gimenes Parada dos Santos (SP), com Passa Lá em Casa, mostra de teatro em residências na favela Paraisópolis.
- Jorge Mascarenhas Menna Barreto (RJ), com RESTAURO – Escultura Ambiental, criação de um sistema articulado a partir de um restaurante-obra na 32ª Bienal de São Paulo.
- Marcela Rosenburg Figueiredo (MG), representando o coletivo Micrópolis, com #L00KB00K, um conjunto de quatro publicações realizadas com o grupo que ocupa o entorno do MAM-SP.
- Sheilla Patrícia Dias de Sousa (PR), representante do coletivo Kókir, com Fome de Mistura, ações colaborativas entre universitários indígenas, estudantes do curso de Artes Visuais da Universidade Estadual de Maringá (PR), a Associação Indigenista de Maringá (Assindi), escolas públicas e privadas, crianças e artesãos indígenas.
Além disso, também participam cinco proponentes da categoria Formadores. Seus cinco finalistas são:
- Bruno Vilela de Oliveira (MG), com o Espaço Cultural Área Criativa, construído em Pedra Azul como meio de troca e produção simbólica que fortaleça a identidade e a cultura local, criando outros imaginários sobre o Sertão de Minas.
- Claudio Pereira Bueno (SP), com Intervalo-Escola, plataforma experimental prática e reflexiva que mapeia, desenvolve e experimenta modelos de aprendizagem em/contra/sobre/a partir do campo da arte.
-Graziela Kunsch (SP), com Respostas Inesperadas, proposições realizadas enquanto responsável pela formação de público no projeto Vila Itororó Canteiro Aberto.
- Jayse Antonio da Silva Ferreira (PE), com Curta este CURTA, produção de filmes com participação de alunos do ensino médio, a partir de seus próprios interesses.
- Lisette Lagnado (RJ), com Curador Visitante, projeto que convida curadores em desenvolvimento para montar exposição no Parque Lage, no Rio de Janeiro, cujo tema é tratado em curso gratuito de dois meses.
|
Mais informações:
Centro Cultural Banco do Brasil | Seminário seLecT Arte e Educação
Centro: r. Álvares Penteado, 112, tel. (11) 3113-3651. São Paulo – SP. www.select.art.br

Maio Fotografia no MIS chega à sua 6ª edição em 2017 +

A 6ª mostra anual Maio Fotografia no MIS 2017 ocorre entre 12/04/17, às 18h, a 28/05/17 quando todos os espaços expositivos do Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, são tomados por obras de artistas singulares e fundamentais na história da fotografia. Nesta edição serão sete mostras. Entre elas estão uma seleção de Mauricio Lima, que ganhou o Prêmio Pulitzer 2016 com a cobertura sobre a crise dos refugiados na Europa; também estará em cartaz um recorte da coleção do fotógrafo Allan Porter, editor da cultuada revista Camera – que traz grandes nomes da fotografia como Eugène Atget, Cartier-Bresson e Aleksander Rodchenko; a “Avessos e Paradigmas”, que traz obras dos veteranos German Lorca, Maureen Bisilliat, Nair Benedicto e Penna Prearo fotografando pela primeira vez com celular.

A fotografia produzida em smartphones ou celulares ‒ mobgrafia ‒ alcança, em 2017, um patamar não imaginado até pouco tempo atrás. Assim, a mObgraphia Cultura Visual, dos fotógrafos Cadu Lemos e Ricardo Rojas, integra a programação do Maio Fotografia no MIS e traz três exposições que ocuparão o Espaço Expositivo 2º Andar e o Foyer do Auditório LABMIS. Completa a programação uma curadoria especial com acervo do próprio museu, intitulada Caçador e construtor, que tem entre seus destaques obras de Cristiano Mascaro, Arnaldo Pappalardo, Fernando Natalici e Gal Oppido.

Programação Paralela
Em 06/05, acontece o lançamento do Foto MIS, uma série de livros que mostra a riqueza e a diversidade do acervo fotográfico do Museu da Imagem e do Som. Produzidos em parceria com a SESI-SP editora, cada livro aborda os aspectos mais importantes de cada coleção, por meio de uma seleção de fotografias.
Já em 06 e 07/05, o MIS recebe a Foto Feira Cavalete, evento para amantes da fotografia, que reúne fotógrafos, galerias, editoras, selos independentes, artistas visuais e produtores. A Foto Feira Cavalete é organizado pela DOC Galeria|Escritório de Fotografia.

Cursos de fotografia
O MIS está com inscrições abertas para cinco cursos de fotografia: Introdução ao Fotojornalismo (20 de abril a 1º de junho);
Fotografia de paisagens (2 a 11 de maio);
Fotografia de moda (10 de abril a 10 de maio);
Ensaios fotográficos (15 a 31 de maio);
Fotografia para câmeras compactas e smartphones (18 a 27 de abril).
Em todos os cursos os alunos ganham um ingresso gratuito e participam de uma visita guiada pelo professor à exposição Maio Fotografia no MIS 2017.
|
Mais informações:
Museu da Imagem e do Som
Jardim Europa: av. Europa, 158, tel. (11) 2117-4777. São Paulo - SP.
Ingresso R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia)
Classificação etária Exposição Farida, um Conto Sírio: 16 anos. Demais exposições: Livre.
www.mis-sp.org.br

Casa Fiat de Cultura recebe inscrições para programa de exposições +

A Casa Fiat de Cultura recebe inscrições até 03/05/17, até às 21h , para a 2ª edição do Programa de Seleção para novos artistas com trabalhos inéditos exporem na Piccola Galleria. A proposta é apresentar e destacar trabalhos inéditos – pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, fotografias, instalações, performances e/ou videoarte – de artistas locais, brasileiros ou estrangeiros. O artista interessado deverá entregar material contendo nome e conceito da exposição, lista de obras a serem apresentadas, categoria e dados pessoais na recepção da Casa Fiat de Cultura, em Belo Horizonte. O material entregue também deve conter fotos em alta resolução das obras de arte; lista de obras com identificação, medidas, técnica e ano de produção; currículo do artista; proposta curatorial e textos-base. As demais orientações podem ser obtidas no programa de seleção disponibilizado no site www.casafiatdecultura.com.br.
|
Mais informações:
Casa Fiat de Cultura
Centro: pça. da Liberdade, 10, Funcionários – Belo Horizonte - MG.

CCSP divulga lista de selecionados no Programa de Exposições 2017 +

O Centro Cultural São Paulo divulgou a lista de artistas selecionados Programa de Exposições 2017. O júri, formado por Celso Ramiro de Andrade, Ivo Costa Mesquita, Monica Panizza Nador, Nathalie Schreckenberg e Maria Adelaide Nascimento Ponte, selecionou 15 projetos artísticos, sendo 12 Exposições Individuais (R$10.000,00, cada), uma Proposta Curatorial (R$50.000,00) e dois Prêmios de Pesquisa (R$ 15.000, cada). Os projetos selecionados nas categorias Exposição e Proposta Curatorial ganham exposições no decorrer do ano; já os selecionados na categoria Prêmio Pesquisa, terão seus projetos integrados ao acervo do Arquivo Multimeios do CCSP. O programa recebeu 550 inscrições de artistas, curadores e pesquisadores de todo o país.
Confira a lista de selecionados:

Exposições individuais
Selecionados:
Affonso Uchoa e Warley Desali
Alex Topini
Aline Dias
André Luiz Costa De Souza
Andréa Tavares
Bruno Brito
Bruno Ferreira
Cristiane Mohallem
Felipe Fittipaldi
Filipe Miguel dos Santos Barrocas
Gabriela Ferreira Sellan
Thalita Constantinesco Hamaoui
Suplentes (em ordem de classificação)
Thaieny Dias
Bruno Bernardi

Prêmio Pesquisador
Selecionadas (em ordem alfabética)
Janaina Barros Silva Viana
Marcela Antunes de Souza
Suplentes (em ordem de classificação)
Leonardo de Araujo Beserra
Renata Aparecida Felinto dos Santos

Proposta curatorial
Selecionado
Raphael Fonseca
|
Mais informações:
Centro Cultural São Paulo
Paraíso: r. Vergueiro, 1.000, tel. (11) 3397-4002. Ter. a sex., 10h/20h; sáb. e dom., 10h/18h. www.centrocultural.sp.gov.br

Julian Gonzales Garcia ganha museu na Espanha +

O espanhol Julian Gonzales Garcia chegou ao Brasil aos 19 anos e, em fevereiro, completou 80 anos, ocasião em que recebeu uma homenagem na cidade natal, Fuente de Cantos, que fica na rota dos peregrinos que fazem o Caminho de Santiago (Via de La Plata) a partir de Sevilha.
Antes de deixar sua terra, Garcia esculpiu algumas obras que marcaram a vida dos moradores da cidade. Uma delas foi “El Gran Cristo”, que está até hoje na catedral local. Por conta dessa obra, o escultor foi localizado no Brasil por um professor universitário de sua cidade, especializado em história da arte. Esse contato acabou culminando na proposta da prefeitura de Fuente de Cantos de criar um museu com as obras do artista, inaugurado em 28 de fevereiro, dia do aniversário de Garcia.
O acervo do museu, com 27 obras sacras (todas criadas no Brasil), foi doado pelo escultor. Em São Paulo, Garcia tem esculturas expostas no Paço Municipal de São Bernardo do Campo (simbolizando João Ramalho), além de representações de Cristo em igrejas de Santo André e de São Caetano.
Ao longo da vida, Garcia dedicou-se a diversas atividades. Chegou a ter uma indústria de móveis em São Bernardo e forneceu o mobiliário da novela “Que Rei sou Eu?”, da Rede Globo. No entanto, nunca deixou de esculpir e distribuía as obras para os amigos (se recusava a vendê-las). Quando surgiu a oportunidade de reunir seus trabalhos num único local, ele pediu as obras de volta, para enviá-las à Espanha.

“I Love You Baby” de Leda Catunda vence o Prêmio Bravo de Artes Visuais +

A Artista Leda Catunda levou para casa um troféu criado pelo artista Iran do Espírito Santo. Ela foi a vencedora do Prêmio de Cultura Bravo!, que teve cerimônia realizada na noite de quarta-feira, 29/03/17, no Sesc Pinheiros. A visão de Leda Catunda sobre o mundo atual, com seus encantos, fantasias, ilusões e mentiras, foram traduzidos na exposição “I Love You Baby”, exibida em 2016, Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.
Nas palavras do curador da mostra, Paulo Miyada, a sensibilidade da artista nasce do convívio constante com a pintura, sua história e seus desdobramentos contemporâneos,  e se expande em choque apaixonado pela abundância de imagens, marcas e estilos que rege o cotidiano de quase todo cidadão atual, dentro e fora das grandes cidades. Observadora sagaz do chamado consumo afetivo, a artista investiga as padronizações de comportamento ao mesmo tempo em que há uma busca pela diferenciação. “É uma característica muito curiosa do nosso tempo. Considerando que somos 7 bilhões de habitantes no planeta, a possibilidade de ser um ser original é muito pequena.”

Metropolitan de NY apresenta retrospectiva de Lygia Pape no Met Breuer +

Lygia Pape, uma das mais importantes artistas da a história da arte brasileira, ganhou neste mês uma exposição retrospectiva sobre sua trajetória no Met Breuer, nova filial do Metropolitan Museum, em Nova York. Intitulada "A Multidão de Formas", a exposição foi inaugurada em 21/003/17 e reúne pinturas, desenhos, relevos, livros experimentais, fotografias, performances e vídeos abrangendo sua carreira multidisciplinar de cinco décadas.
Ao lado de Lygia Clark e Hélio Oiticica, Pape (1927-2004) foi uma figura chave no desenvolvimento da arte moderna brasileira. Iniciou sua carreira artística como parte do movimento do Concreto (Grupo Frente) no Rio de Janeiro, que retomou os legados da abstração geométrica. O movimento então evoluiu em 1959 para o grupo neoconcreto, que priorizava a experimentação e o processo sobre a tradição.
Suas preocupações se moveram para uma exploração do corpo no tempo e no espaço, e sua prática começou a explorar maneiras de integrar o objeto de arte com a experiência de vida, através de performance ao vivo e vídeo. Ela também foi uma das pioneiras no tocante à participação e interação do público, duas noções que hoje são comuns na arte contemporânea.

A exposição exibe algumas de suas obras mais famosas, incluindo séries selecionadas de xilogravuras Tecelares da década de 1950, sua “Divisor” (1968), sua série fotográfica de vida urbana no Rio de Janeiro “Espaços imantados” 1982 e 1995), e obras escultóricas e instalações como “Ttéia” (1976-2004).
Em 2011, a obra de Pape foi objeto de uma retrospectiva aclamada no Museo Reina Sofía de Madri, que então viajou para a Serpentine Gallery de Londres e para a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Em abril de 2016, a galeria Hauser & Wirth anunciou a representação exclusiva mundial de Pape. A mostra segue em cartaz até 23/07/17.

Acervo de MASP pode ser visitado através da realidade virtual do Google Art +

A partir de hoje é possível visitar o acervo do MASP da sua casa ou do seu celular. O museu com o mais expressivo acervo de arte ocidental da América Latina anunciou nesta semana o lançamento de sua coleção na plataforma Google Arts & Culture, do Instituto Cultural do Google.
O app permite que as pessoas naveguem pelos mais de mil itens cadastrados por uma linha do tempo, por cores ou por popularidade. Seis exposições, em sua totalidade, também foram destacadas e há, ainda, a possibilidade de navegar por 12 obras selecionadas pelos curadores do MASP em realidade virtual. 20 de obras foram digitalizadas com a tecnologia Art Camera, capaz de tornar visíveis detalhes que dificilmente poderiam ser vistos a olho nu, ao captar imagens com mais de um bilhão de pixels. Acesse: https://goo.gl/TjvmZc

Pace Gallery abre seu segundo endereço em Hong Kong +

A Pace Gallery vai abrir um segundo espaço em Hog Kong, e já tem exposições de grandes nomes da arte agendadas. O presidente da Pace, Marc Glimcher, disse em declaração que desde 2008 quando abriu uma sede em Seul, sintiu a necessidade de ter um espaço em Hong Kong, que hoje é um dos epicentros do mercado de arte mundial. Em 2014 a Pace abriu uma pequena galeria distrito comercial de Hong Kong, onde apresentou emocionantes exposições para o público local. O novo espaço será dedicado a grandes mostras, com espaço para receber obras de grande escala, sendo um passo a frente nos planos de expansão da Pace. A nova sede de HK já tem mostras marcadas de artistas como de Julian Schnabel, Chuck Close, Alexander Calder e Lee Ufan.

Artistas e Críticos pedem remoção de pintura da Whitney Biennial +

Desde a abertura da Whitney Biennial, no dia 17/03/17, no Whitney Museum of American Art, a pintura “Open Casket”, da artista Dana Schutz está causando revolta em artistas, críticos, escritores e público.

Mais de duas dúzias de artistas e escritores pedem em carta aberta para que a pintura seja retirada da mostra e destruída. A controversa obra se baseia em uma fotografia histórica que retrata o funeral do adolescente afro-americano Emmett Til, depois que ele foi brutalmente morto no Mississippi, em 1955, por, supostamente, ter assobiado para uma mulher branca. A mãe de Till insistiu em ter um funeral de caixão aberto para seu filho. "Deixe as pessoas verem o que eu vi", disse ela. A imagem do corpo desfigurado foi publicada na revista Jet e tornou-se um catalisador para o movimento dos direitos civis.

A artista berlinense Hannah Black, junto com outros artistas, lançou uma campanha exigindo que os curadores da Bienal, Christopher Y. Lew e Mia Locks retirem o quadro e Dana Schutz da mostra. “Não é aceitável para uma pessoa branca transmutar o sofrimento de um negro em lucro e diversão", argumenta Black.

Em resposta à controvérsia sobre a pintura, Schutz emitiu a seguinte declaração: "Eu não sei o que é ser negro na América, mas eu sei o que é ser uma mãe. Emmett era o único filho de Mamie Till. O pensamento de qualquer coisa acontecendo ao seu filho está além da compreensão. Sua dor é a sua dor. Meu compromisso com esta imagem foi através da empatia com sua mãe.

Associação Brasileira de Críticos de Arte anuncia os indicados ao Prêmio ABCA +

A Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) anuncia os indicados ao prêmio destinado aos artistas visuais, curadores, críticos, autores e instituições culturais, que mais se destacaram e contribuíram para a cultura nacional em 2016. Os vencedores do Prêmio ABCA serão anunciados em 24/04/17 e a cerimônia e entrega do troféu, criado pela artista Maria Bonomi, será em 23/05/17, às 20h, no Sesc Vila Mariana. A votação é feita por cédula rubricada com as indicações aprovadas e a apuração dos resultados é realizada por uma comissão de associados, com a participação da diretoria. Confira a lista de indicados:
|
Prêmio Gonzaga Duque (crítico associado pela atuação durante o ano)
Felipe Chaimovich
Luiz Camillo Osorio
Raul Córdula
-
Prêmio Sérgio Milliet (crítico por pesquisa publicada)
José Armando Pereira da Silva: Artistas na Metrópole Galeria Domus 1947 -1951 Histórias, Críticas, Documentos e Obras. São Paulo: Via Impressa Edições de Arte, 2016.
Mirian de Carvalho: A brasilidade na pintura de César Romero. Salvador: Expoart, 2016.
Paula Ramos: A modernidade Impressa. Editora UFRGS.
-
Prêmio Mario Pedrosa (artista contemporâneo)
Eder Santos
José Rufino
José Spaniol
-
Prêmio Ciccillo Matarazzo (personalidade atuante no meio artístico)
Justo Werlang
Ladi Biezus
Patricia Rousseaux
-
Prêmio Mário de Andrade (crítico de arte pela trajetória – filiado ou não)
Denise Mattar
Icleia Borsa Cattani
Tadeu Chiarelli
-
Prêmio Clarival do Prado Valladares (artista pela trajetória)
Abraham Palatnik
Ana Maria Tavares
José Roberto Aguilar
-
Prêmio Maria Eugênia Franco (curadoria pela exposição)
Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes pela curadoria da mostra “Em Polvorosa – um panorama das coleções MAM Rio”, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Marta Mestre pela curadoria da mostra “Por aqui tudo é novo”, no Instituto Inhotim
Veronica Stigger pela curadoria da mostra “Útero do mundo” apresentada no Museu de Arte Moderna de São Paulo;
-
Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade (instituição pela programação e atividade no campo da arte)
Caixa Cultural Brasil
Fundação Vera Chaves Barcellos
Serviço Social do Comércio (SESC) – Brasil
-
Prêmio Paulo Mendes de Almeida (melhor exposição)
Alex Flemming: RetroPerspectiva, apresentada pelo MAC - Museu de Arte Contemporânea de São Paulo;
Francisco Brennand – Senhor da várzea, da argila e do fogo, realizada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre;
Portugal Portugueses – Arte Contemporânea, apresentada pelo Museu Afro Brasil.
-
Prêmio Antônio Bento (difusão das artes visuais na mídia)
Catraca Livre
Caderno Ilustrada / Folha de S.Paulo
Revista Select
|
Mais informações:
Sesc Vila Mariana
Vila Mariana: r. Pelotas, 141, tels. (11) 5080-3000 e 0800-11-8220.
www.abca.art.br

Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas divulga os 20 finalistas +

Uma das premiações mais importantes do país, O Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas, anunciou os 20 selecionados para a categoria artista na sexta edição do evento. Entre os 633 inscritos, concorrem ao prêmio de R$ 50 mil os seguintes artistas: Alice Miceli (RJ), Bruno Vilela (PE), Camila Soato (DF), Dalton Paula (GO), Daniel Lannes (RJ), Éder Oliveira (PA), Edith Derdyk (SP), Fernando Lindote (SC), Jaime Lauriano (SP), João Angelini (DF), João Loureiro (SP), Marcelo Moscheta (SP), Mariana Manhães (RJ), Pablo Lobato (MG), Pedro Motta (MG), Rochelle Costi (SP), Rodrigo Sassi (SP), Suzana Queiroga (RJ), Thiago Martins de Mello (MA) e Tony Camargo (PR).
Já os finalistas na categoria curador, cuja bolsa prêmio é de R$ 25 mil, serão divulgados no mês de abril.
O júri de seleção foi composto por Marcus Lontra, Cauê Alves (São Paulo, SP), Jailton Moreira (Porto Alegre, RS), Marcelo Campos (Rio de Janeiro, RJ), Moacir dos Anjos (Recife, PE), além dos vencedores de edições anteriores: o curador vencedor do 5º Prêmio Marcantonio Vilaça, Divino Sobral (Goiânia, GO) e a artista vencedora do 2º Prêmio Marcantonio Vilaça, Lucia Laguna.
Em agosto, os artistas e curadores selecionados participam de uma exposição coletiva no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo. No evento de abertura, serão conhecidos os vencedores do Prêmio. Além da premiação em dinheiro, haverá o acompanhamento dos artistas vencedores por um curador, a realização do projeto curatorial premiado e a apresentação dessas obras em uma mostra itinerante que vai percorrer quatro cidades do Brasil, a partir de dezembro de 2017.

Dineo Seshee Bopape é a vencedora do 4o Future Generation Art Prize +

Participante da 32a Bienal de São Paulo, a artista sul africana Dineo Seshee Bopape é a vencedora dos US$ 100 mil cedidos na 4ª edição do Future Generation Art Prize. Voltado para artistas de até 35 anos de idade, este é um grande concorrido concurso internacional, criado pelo pela Victor Pinchuk Foundation, em Kiev, na Ucrânia, em 2009. As artistas brasileiras Carla Chaim e Vivian Caccuri, que estavam na disputa, ainda concorrem a prêmios especiais e residências artísticas, e exibem seus trabalhos em uma exposição em Veneza, que ocorre paralelamente à Bienal. Na Bienal de São Paulo ela apresentou a instalação site-specific “:indeed it may very well be the ___________ itself (:de fato isso pode bem ser __________ em si)”, composta por estruturas de terra comprimida sobre as quais objetos com forte carga emocional são dispostos. Eles têm formas que lembram os jogos de tabuleiro chamados Morabaraba (Mancala) e Diketo, que são variações do que se conhece no Brasil como Trilha. O trabalho contempla ideias e desenhos que falam de contenção e deslocamento, de ocupação e hospedagem, além da questão política e histórico-social implícita na exclusão da terra. O trabalho de Bopape é um protesto íntimo que nos leva a captar memórias fugazes. A terra comprimida é gesto de lembrança que faz o espectador se aproximar daquilo que tem sido considerado imaterial e/ou erodido ao longo da história.

65 artistas concorrem ao Prêmio Pipa em três categorias +

Um comitê formado por 25 membros indicou a lista de 65 artistas para a 8a edição do Prêmio Pipa, uma das maiores premiações do país. Eles concorrem em três categorias. No “Pipa online”, com prêmios de R$10.000, e R$5.000 para o primeiro e segundo lugar, quem escolhe os vencedores é o público por meio de votação no site da premiação. Os vencedores serão anunciados no dia 7/8.

No “PIPA Voto Popular Exposição”, uma exposição no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeira apresenta os quatro artistas selecionados pelo Comitê de Indicação. A mostra entra em cartaz em 23/09, dando ao público a oportunidade de votar no seu artista favorito. O artista que tiver mais votos é contemplado com R$ 24.000.

O Prêmio final, de R$130.00, é destinado a um dos quatro artistas que participam da exposição do MAM-RJ, que será selecionado por um júri composto de 5 a 7 membros. Parte da premiação é para financiar uma residência artística da Residency Unlimited, em Nova York. 

Confira a lista de indicados:
Adriano Amaral 
Aleta Valente
Alexandre Canonico
Ana Luisa Santos
Ana Mazzei 
Ana Prata
Ana Vaz
André Ricardo
Anton Steenbock
Antonio Obá
Arjan Martins 
Arthur Chaves
Bárbara Wagner 
Bruno Cançado
Carla Guagliardi 
Celina Portella 
Christus Nobrega
Cinthia Marcelle 
Dalton Paula
Daniel Jablonski
Daniel Steegmann Mangrané 
Warley Desali
Éder Oliveira 
Eleonora Fabião
Erika Verzutti 
Fabricio Lopez 
Felipe Meres 
Francisco Magalhães
Gustavo von Ha 
Guy Veloso
Ivan Grilo 
Jonathas de Andrade 
Jorge Luiz Fonseca
Jorge Menna Barreto 
Karina Zen
Lucia Laguna 
Luísa Nobrega 
Lyz Parayzo
Mara de Carli
Marco Veloso
Maria Laet 
Marina Camargo 
Mario Bands
Michelle Mattiuzzi
Orlando da Rosa Farya
Paloma Bosquê 
Pedro França 
Raïssa de Góes 
Regina Parra 
Renato Pera 
Ricardo Càstro
Rodrigo Garcia Dutra 
Romy Pocztaruk 
Rosana Paulino
Rubiane Maia
Sofia Borges 
Tiago Carneiro Da Cunha
Tony Camargo 
Túlio Pinto
Ulysses Bôscolo de Paula
Vicente de Mello
Vijai Patchineelam 
Virginia Pinho